dcsimg

Tem FIES para Direito? Descubra

Direito é uma das carreiras mais buscadas por estudantes de todo o Brasil. Confira aqui se dá pra financiar o curso pelo FIES!

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) ajuda gente do país inteiro a pagar cursos presenciais de universidades privadas. A dívida só começa a ser quitada depois da formatura e com juros abaixo da média do mercado.

O curso de Direito está entre os mais procurados do Brasil, e no FIES não é diferente. Também pudera: o mercado de trabalho é amplo, possibilita ao profissional trabalhar em várias áreas – tanto no setor público como na iniciativa privada – e oferece a chance de alcançar ótimos salários.
Quer usar o FIES para financiar a faculdade de Direito?

Aqui vamos explicar tudo para você: quem pode se inscrever, quando são as inscrições, como são as notas de corte e em quais faculdades estudar!

É possível financiar um curso de Direito pelo FIES?

Pode comemorar, pois a resposta é sim! O único porém é que a oferta de vagas varia a cada edição do programa, conforme as prioridades e o orçamento do Ministério da Educação (MEC). Por isso, pode ser que você não encontre financiamento para Direito disponível na faculdade onde pretende estudar. Ou, se encontrar, talvez as vagas sejam limitadas, o que pode aumentar a concorrência e, consequentemente, a nota de corte. Fique ligado que vamos explicar tudo em seguida.

Que nota preciso tirar no Enem para conseguir FIES em Direito?

Não dá para determinar com antecedência a nota exata que você tem que tirar no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para conseguir sua vaga em Direito. Isso porque as variáveis para estabelecer a chamada “nota de corte” (menor nota para passar) são muitas: número de vagas, número de inscritos e, ainda, a pontuação que cada um desses inscritos conseguiu no Enem.

Assim, cada curso de cada universidade terá uma nota de corte própria, que só pode começar a ser estimada de verdade a partir do momento em que as inscrições são abertas.

Além do mais, as notas de corte podem ir mudando dia a dia, já que as variáveis que entram no seu cálculo também mudam conforme entram novos candidatos.

Você pode acompanhar a evolução das notas de corte no site do FIES Seleção, enquanto durarem as inscrições.

Algumas notas de corte para conseguir FIES em Direito

Vamos mostrar alguns números concretos, referentes a edições recentes do FIES, para que você veja a grande diferença que pode haver entre eles, dependendo das variáveis que comentamos acima.

Lembramos que estas notas servem apenas como referência ao estudante na hora de fazer sua inscrição, e não garantem o acesso à vaga do FIES.

Na Universidade Cidade de São Paulo (UNICID),  na capital paulista, por exemplo, a nota de corte para o curso de Direito matutino ficou em 573,92 pontos e, no período noturno, em 569,26. Já na Universidade Estácio de Sá (UNESA), unidade de Niterói (RJ), o Direito matutino exigiu 639,32 pontos no Enem.

Para a Faculdade UNIME  de Ciências Jurídicas, no município de Lauro de Freitas (BA), a nota de corte também ultrapassou os 600 pontos: 616,88 para o curso de Direito noturno e 617,18 para o período matutino.

O caso da Faculdade Pitágoras, unidade de Belo Horizonte, serve para mostrar como a mudança de uma das variáveis afeta a nota de corte. Para o Direito noturno, a Pitágoras oferecia somente uma vaga. O resultado foi uma nota de corte relativamente alta: 589,60. Já para o curso matutino a oferta era de 13 vagas. Nesse caso, a nota de corte caiu para 459,74, quase o número mínimo solicitado para a inscrição, que é de 450.

Quando se inscrever no FIES para Direito?

As inscrições para o FIES são abertas duas vezes por ano, geralmente no início de cada semestre letivo, logo após a divulgação do resultado de outro processo seletivo do governo federal, o Programa Universidade para Todos (ProUni). O período para se inscrever costuma ser curto e o estudante tem que correr para não perder a oportunidade.

São apenas quatro dias de inscrição, de terça a sexta-feira. O resultado já pode ser consultado na segunda-feira seguinte.

Os candidatos pré-selecionados têm um prazo para validar documentos na faculdade e depois levar toda a papelada ao banco para assinar o contrato. Quem perder as datas cede a vaga para o próximo da lista.

Quem pode pedir FIES para Direito?

Quem quiser se candidatar ao FIES tem que cumprir dois requisitos básicos: um deles tem a ver com a nota do Enem e outro com a renda familiar.

A nota do Enem tem que ser de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. É possível usar a pontuação do Enem de qualquer edição a partir de 2010.

O outro requisito é a renda familiar: para alguns tipos de contrato, o FIES exige renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa. Para outros, de até cinco salários mínimos por pessoa.

Algumas faculdades de Direito que aceitam o FIES

A lista de faculdades que participam do FIES é muito grande. São centenas de instituições privadas em todo o Brasil. O curso de Direito é um dos mais tradicionais e pode ser encontrado com facilidade.

Quanto à qualidade das instituições participantes, uma boa notícia: todas elas passam antes por uma criteriosa avaliação do Ministério da Educação (MEC), que analisa e pontua fatores acadêmicos, pedagógicos e de infraestrutura. Só as melhores podem fazer parte do programa.

Veja algumas faculdades que oferecem graduação em Direito e aceitam o FIES:

Veja também:

Como está o mercado de trabalho pra quem faz Direito?

Está pensando em tentar o FIES para Direito? Já tem alguma faculdade de preferência? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin