dcsimg

Saiba como fazer o FIES pela Caixa Econômica Federal

A CAIXA tem mais de 4 mil agências em todo o Brasil e você pode assinar o contrato do FIES em uma delas. Saiba como!

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é uma ajuda do governo federal destinada a estudantes que sonham em cursar uma faculdade mas não conseguem entrar nas concorridas universidades públicas nem pagar as mensalidades das particulares.

Quem for pré-aprovado no processo seletivo do FIES deve contratar o financiamento em uma instituição financeira conveniada (banco), com a qual a dívida será quitada mais tarde. Bem mais tarde, na verdade: só depois da formatura!

Ao fazer a inscrição no FIES o candidato pode escolher em qual banco deseja efetuar o seu contrato. Alguns dos mais comuns são o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal.

Confira aqui quem pode pedir o FIES pela CAIXA, como fazer, quando se inscrever e quais faculdades e cursos você pode frequentar com esse super benefício!

Quem pode pedir o FIES pela Caixa Econômica Federal?

Os dois requisitos de participação no FIES valem para quem vai fazer o contrato em qualquer entidade financeira.

O primeiro deles é ter feito qualquer edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos de média das provas, sem ter zerado na redação.

O outro requisito é econômico: a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa para alguns tipos de contrato e de até cinco salários mínimos por pessoa para os demais – o programa trabalha com diferentes modalidades, de acordo com o perfil do estudante.

Para pedir o FIES especificamente pela Caixa Econômica Federal, além de ter que cumprir com os dois requisitos acima, é preciso escolher esse banco ao fazer a inscrição.

Para isso, é necessário que a opção da Caixa Econômica esteja disponível para a vaga do seu interesse. A seguir, explicaremos melhor como funciona a inscrição e como optar por esse banco.

Como fazer minha inscrição no FIES pela Caixa Econômica Federal?

Para se inscrever no FIES, seja pela Caixa Econômica Federal ou qualquer outro banco, você deve começar acessando o site oficial do FIES Seleção na época em que as inscrições estão abertas. Lá, será necessário informar CPF e data de nascimento.

Com esses dados iniciais, o sistema verifica automaticamente se o candidato participou do Enem e se cumpre o requisito das notas mínimas. Em caso positivo, o estudante deverá criar uma senha de acesso e, então, informar seu e-mail para receber o link com o qual poderá prosseguir com a inscrição.

Em seguida, é só seguir as instruções do sistema. Quando a tela “Informações bancárias”, o estudante poderá fazer a opção pela Caixa Econômica Federal, indicando o estado, o município e o número da agência bancária em que pretende efetuar a contratação – a agência deve estar sediada no mesmo local onde o ele mora ou vai estudar. Feito isso, é só clicar em “Gravar e prosseguir”.

É importante ter em mente que a Caixa Econômica é um dos agentes financeiros do FIES, mas não o único. Até 2017, o Banco do Brasil era a outra opção para se fazer o contrato. Já a partir de 2018 a tendência é que o programa abra esse campo para outros bancos regionais e de desenvolvimento.

O melhor mesmo é conferir as regras específicas da edição do FIES que você for fazer e verificar quais bancos estarão disponíveis para a modalidade de contrato que você vai assinar caso consiga sua vaga no FIES.

Quando me inscrever no FIES?

As inscrições para o FIES acontecem duas vezes ao ano, geralmente em fevereiro e em julho, logo após sair o resultado do Programa Universidade para Todos (ProUni), processo seletivo do governo federal que distribui bolsas de estudos em faculdades particulares de todo o Brasil.

As inscrições do FIES abrem em uma segunda-feira e encerram na sexta-feira da mesma semana. O resultado já sai na segunda-feira seguinte.

Se for pré-selecionado, o candidato tem que prosseguir com os trâmites pela internet, depois ir à faculdade para validar os documentos e finalmente ao banco para assinar o contrato.

Os prazos exatos de cada edição saem quando o edital é publicado, alguns dias antes da abertura do processo seletivo.

Quais cursos posso financiar com o FIES?

A relação de cursos que você pode fazer pelo FIES é grande e abrange todas as áreas do saber, nos graus de bacharelado, licenciatura e tecnológico.

Listamos a seguir algumas possibilidades :

  • Administração
  • Cinema e Audiovisual
  • Design Gráfico
  • Direito
  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Engenharia Civil
  • Engenharia de Produção
  • Fisioterapia
  • Fonoaudiologia
  • Informática
  • Medicina
  • Serviço Social
  • Estética e Cosmética
  • Gestão Comercial
  • Gestão de Recursos Humanos
  • Jogos Digitais
  • Logística
  • Radiologia
  • Segurança no Trabalho

Lembramos que a oferta de vagas no FIES muda a cada semestre. Portanto, para descobrir quais cursos você vai poder financiar, o melhor caminho é consultar as opções disponíveis da edição que você vai fazer.

Outro detalhe importante: o FIES só vale para cursos presenciais.

Que faculdades posso fazer pelo FIES?

A lista de faculdades que fazem parte do FIES também é longa.

Uma grande vantagem do programa é que todas as faculdades participantes foram avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e obtiveram boas notas nos quesitos que atestam sua qualidade educacional. Então, quem conseguir sua vaga pode ficar tranquilo em relação a isso: vai estudar em uma instituição qualificada e reconhecida pelo mercado.

Veja a seguir algumas boas faculdades que você pode financiar pelo FIES:

Não rolou de conseguir o FIES? Não precisa desanimar! Todas as faculdades da lista acima têm programas de bolsas, descontos e financiamentos sem burocracia.

Veja também:

Saiba quando os novos contratos do FIES estarão disponíveis

Vai pedir o FIES pela Caixa Econômica Federal? Já sabe pra qual curso? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin