dcsimg

Confira qual a nota de corte para Medicina no ENEM

Não é surpresa pra ninguém que Medicina é o curso mais difícil de passar na maioria das universidades brasileiras.

Para garantir vaga, a nota deve ser muito acima da média geral. Quem pretende usar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisa acertar grande parte das provas objetivas e fazer um texto impecável na redação.

A concorrência é dura para quem busca oportunidade em universidade pública, bolsa de estudos em faculdade particular ou pagar o curso com ajuda do governo.

Se você quer fazer ou já está se preparando para entrar em Medicina, confira a seguir qual a nota que é preciso tirar no Enem pra ter chances de passar!

Entenda as notas de corte para entrar em Medicina usando a pontuação do Enem

Para tentar uma vaga em Medicina usando a nota de Enem é fundamental se familiarizar com o conceito de nota de corte.

A nota de corte é a pontuação mínima necessária pare entrar em determinado curso. Ela varia de acordo com alguns critérios:

  • O curso escolhido: no caso, Medicina
  • A instituição de ensino: que pode ser pública ou privada, dependendo do processo seletivo
  • O turno: que na maioria das vezes é integral
  • A unidade: o campus da faculdade
  • Modalidade de concorrência: ações afirmativas (cotas) ou ampla concorrência

Se uma instituição oferece 40 vagas de Medicina em determinado processo seletivo, por exemplo, então os 40 alunos com as notas mais altas no Enem irão conseguir entrar. A nota de corte corresponde à pontuação do aluno que ficou em 40º lugar e pode ser desbancada caso outra pessoa entre na disputa e tenha uma nota ainda mais alta.

Enquanto o processo seletivo está rolando, as notas de corte vão mudando todos os dias (afinal, mais gente vai entrando ou saindo da disputa). Por isso é bom ficar ligado. Se você perder seu lugar na fila, pode tentar encontrar outra faculdade que exija uma nota de corte mais baixa.

Processos seletivos que usam a nota do Enem

Existem três grandes processos seletivos – todos eles do governo federal – que usam a nota do Enem e oferecem vagas em Medicina:

  • Sisu: o Sistema de Seleção Unificada distribui vagas em universidades públicas de todo o país. São mais de 130 instituições participantes – entre elas, há várias que oferecem vagas em Medicina. Para concorrer é preciso ter feito o Enem mais recente e obtido nota maior do que zero na redação.
  • ProUni: o Programa Universidade para Todos concede bolsas de estudos parciais e integrais a alunos de baixa renda em faculdades privadas bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC). Para fazer a inscrição é preciso ter desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero no Enem mais recente. Como é voltado a pessoas com limitações financeiras, o candidato precisa se encaixar em uma série de critérios de formação escolar e renda familiar.
  • FIES: o Fundo de Financiamento Estudantil é uma saída interessante para quem não conseguir entrar no Sisu ou no ProUni. Com ele dá para financiar o curso de Medicina (que é o mais caro do Brasil) a juros baixos e ganhar um prazo longo para quitar a dívida. Podem concorrer ao financiamento estudantes de baixa renda que apresentarem desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação de qualquer edição do Enem a partir de 2010.

Confira a seguir que nota você vai ter que tirar no Enem para ter chances de passar em cada um desses processos seletivos!

Que nota é preciso tirar no Enem para passar em Medicina pelo Sisu?

É no Sisu que está a maior concorrência entre todos os processos seletivos que usam a nota do Enem. Conseguir vaga em Medicina aqui é um desafio até para o aluno mais bem preparado.

Quem quiser realmente ter chance de conquistar uma vaga em Medicina em qualquer instituição participante do Sisu precisa tirar uma nota próxima a 850 no Enem – e nem assim é 100% garantido: em edições recentes, algumas universidades registraram notas de corte próximas dos 900 pontos!

Com 800 pontos dá para entrar em várias instituições, mas vai ser preciso ficar de olho na variação das pontuações todos os dias e mudar de opção de faculdade, se for preciso.

Abaixo disso, as chances diminuem bastante. Pouquíssimas instituições registram nota de corte na casa dos 780 pontos para Medicina.

Portanto, se você está pensando em estudar em uma universidade pública, precisa mirar alto!

Que nota é preciso tirar no Enem para ganhar bolsa do ProUni em Medicina?

Não pense que no ProUni a barra vai ser mais leve. As notas para conseguir o benefício aqui são apenas um pouco mais baixas do que no Sisu.

A pontuação média para conseguir uma bolsa de estudos em Medicina bancada pelo governo federal fica na casa dos 740 pontos.

Em edições recentes, no entanto, alguns candidatos tiveram que apresentar uma pontuação próxima a 790 pontos para conseguir o benefício – não é moleza não!

As menores notas de corte de Medicina no ProUni têm oscilado entre 720 e 740 pontos.

Nem no modelo de cotas a concorrência deu trégua. A nota para entrar em Medicina por essa modalidade ficou praticamente igual à geral, variando entre 720 e 785 pontos.

Que nota é preciso tirar no Enem para conseguir o FIES em Medicina?

No FIES, a labuta continua. Nem aqui a nota do Enem para conseguir financiamento em Medicina dá uma colher de chá.

As médias continuam acima dos 700 pontos – um pouco menores do que no ProUni e no Sisu, mas ainda assim bem altas.

Em edições mais recentes, as mais altas chegaram a atingir 780 pontos – quase próximas às do Sisu!

O FIES tem sofrido diversas restrições ao longo dos anos. O volume de financiamentos reduziu, o que fez com que a concorrência se tornasse ainda mais feroz.

Alternativas para fazer Medicina

Quem pretende fazer Medicina já deve saber, de antemão, que a jornada entre os estudos e a conquista da vaga será árdua – e às vezes pode se estender por alguns anos.

Quem não quer fazer o Enem ou prefere tentar outras formas de entrar no curso, pode encontrar saída nos vestibulares tradicionais (muitas instituições públicas, como a Universidade de São Paulo (USP), ainda utilizam esse método) ou tentar estudar em uma faculdade particular.

Na primeira opção, a concorrência segue pesada – apenas o modelo de seleção é diferente.

Na segunda, o problema são os valores da mensalidades, que geralmente são bem altos. Só que aqui, além de ser mais fácil de entrar, existem outras possibilidades de financiamento que podem ajudar a realizar seu sonho de cursar Medicina. As opções variam de instituição para instituição, por isso é bom checar todas as possibilidades no local onde você quer estudar.

Em grande parte das faculdades particulares que oferecem o curso de Medicina os estudantes precisam passar por um processo seletivo mais complexo, diferente daquele aplicado para os outros cursos. Nesse caso não existe a modalidade de ingresso direto – aquela que aceita o aluno por meio do seu desempenho no Enem.

Onde estudar Medicina com a nota do Enem

Além das inúmeras universidades públicas, o aluno que quiser estudar Medicina também encontra um mundo de instituições particulares.

Para não se perder nesse mar de opções, listamos a seguir algumas sugestões interessantes de onde você pode estudar Medicina com qualidade aprovada pelo Ministério da Educação (MEC). São faculdades que, além do vestibular tradicional, também têm opções de bolsas do ProUni ou financiamento do FIES. Confira:

Veja também:

Qual é o salário de Medicina?

O que achou das notas de corte para Medicina? Vai tentar algum desses processos seletivos? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin