dcsimg

Saiba tudo sobre as notas de corte do FIES 2018

Entenda como funcionam as notas de corte do FIES e aprenda a aumentar suas chances de conseguir um financiamento em 2018!

A nota de corte é a menor nota que permite passar em um processo seletivo. No caso do FIES, corresponde ao desempenho no Enem do último candidato que conseguiu vaga em determinado curso, turno, faculdade e unidade.

Ficar de olho nesse detalhe faz toda a diferença entre garantir um lugar ao sol e ficar a ver navios. É que durante o período de inscrições os candidatos a um financiamento do FIES podem modificar suas opções de curso de acordo com as notas de corte divulgadas.

Quer entender melhor como isso funciona?

Então confira o guia que preparamos a seguir. Conheça o funcionamento das notas de corte, as tendências, alguns exemplos reais e opções de onde estudar pelo FIES 2018!

O que é nota de corte final do FIES?

Nota de corte final é aquela que fica estabelecida depois de encerrado o período das inscrições no FIES. Cada curso terá a sua própria nota de corte final. Ela é calculada de acordo com três critérios:

  • Número de vagas disponíveis para determinada combinação de curso, faculdade, turno e campus
  • Número de candidatos inscritos para essas vagas
  • Notas do Enem dos candidatos que concorrem a essas vagas

A nota de corte final será sempre igual ou superior a 450, que é a pontuação mínima no Enem que o FIES exige para entrar no processo seletivo.

Ela equivale à nota que o último candidato classificado obteve no Enem. Por exemplo: se o curso noturno de Administração de determinada faculdade abriu dez vagas e se o décimo colocado a conseguir a vaga apresentou pontuação de 500 no Enem, essa é a nota de corte.

O que é nota de corte parcial e porque é importante ficar de olho nela em 2018?

A nota de corte parcial é divulgada em tempo real no site do FIES durante o período das inscrições. Ela é variável – muda de acordo com o número de inscritos e suas respectivas pontuações no Enem.

É importante ficar de olho na nota de corte parcial do FIES 2018 por um motivo muito simples: ela poderá ajudar você a aumentar suas chances de conseguir o financiamento.

Vamos explicar melhor: ao consultar as notas de corte parciais, você poderá compará-las com seu desempenho no Enem e avaliar se tem mais ou menos chance de entrar naquela vaga. Se a nota de corte for menor do que a sua pontuação no Enem até o final do período de inscrições, significa que você tem grande possibilidade de conseguir a vaga. Se a nota for maior do que sua pontuação, significa que você provavelmente vai ficar fora da disputa.

O melhor de tudo? O FIES permite modificar as opções de curso quantas vezes você quiser, enquanto durarem as inscrições. Portanto, caso perceba que seu desempenho no Enem não vai ser suficiente para entrar em determinada vaga, você pode modificar sua escolha, optando por um curso com nota de corte menor.

Para a seleção final, o FIES vai considerar a última opção que você gravou no sistema.

O que influencia as notas de corte do FIES 2018?

As notas de corte do FIES 2018 vão funcionar da mesma forma como vêm sendo calculadas nos processos seletivos mais recentes. O número de vagas, a quantidade de candidatos inscritos e o desempenho desses candidatos têm impacto direto nesse cálculo.

Com isso, podemos apontar algumas tendências gerais:

  • Quanto menor o número de vagas oferecidas por determinado curso, maior poderá ser a nota de corte.
  • Quanto maior a procura por determinado curso, maior poderá ser a nota de corte.
  • Quanto mais qualificados os candidatos que escolherem determinada vaga, maior poderá a nota de corte.

Além disso, faculdades mais renomadas costumam atrair mais estudantes com boa pontuação no Enem, o que também pode fazer com que a nota de corte dispare.

Em todo caso, é bom lembrar que as notas de corte parciais servem apenas como referência aos candidatos. Ter pontuação no Enem igual ou superior a determinada nota de corte não significa, por si só, que o aluno já tenha vaga garantida.

Quais serão as notas de corte do FIES 2018?

Não se pode saber com antecedência as notas de corte de uma edição do FIES. Mas é possível ter uma ideia a partir de dados de edições passadas.

De modo geral, por exemplo, sabemos que aqueles cursos mais tradicionais, como Medicina, Direito e muitas Engenharias, têm notas de corte elevadas.

Outros cursos também muito procurados, como Administração, Educação Física ou Pedagogia costumam ter notas de corte relativamente altas. A vantagem nesses casos costuma ser o bom número de vagas oferecidas, o que faz com que as notas de corte não disparem tanto.

Outra boa medida para estimar as notas de corte do FIES 2018 é verificar algumas notas de edições recentes. É o que faremos a seguir.

Exemplos de notas de corte do FIES

Vamos dividir nossa amostra por cursos, selecionando algumas das graduações mais procuradas nos últimos anos. Dentro de cada um dos cursos, escolheremos um estado, uma cidade, uma faculdade e os turnos específicos para servirem como exemplo. Todas as informações são relativas à edição do FIES do segundo semestre de 2017.

Administração

Centro Universitário de Ensino Superior do Amazonas

Manaus (AM)

Nota de corte curso noturno: 528,94

Direito

Universidade Católica de Salvador

Salvador (BA)

Nota de corte curso matutino: 673,96

Nota de corte curso noturno: 725,78

Enfermagem

Centro Universitário Estácio do Ceará

Fortaleza (CE)

Nota de corte curso matutino: 527,02

Nota de corte curso vespertino: 532,98

Nota de corte curso noturno: 528,62

Engenharia Civil

Centro Universitário Euro-Americano

Brasília (DF)

Nota de corte curso matutino: 591,14

Nota de corte curso noturno: 606,38

Fisioterapia

Instituto Cuiabá de Ensino e Cultura

Cuiabá (MT)

Nota de corte curso noturno: 479,14

Medicina

Faculdade Santa Marcelina

São Paulo (SP)

Nota de corte turno integral: 757,24

Pedagogia

Faculdade São Judas Tadeu

Rio de Janeiro (RJ)

Nota de corte curso noturno: 506,48

Psicologia

Centro Universitário Metodista

Porto Alegre (RS)

Nota de corte curso noturno: 586,02

Faculdades que posso financiar com o FIES 2018

É grande o número de faculdades que aderiram ao FIES ao longo dos últimos anos. Todas elas são privadas e o financiamento só vale para cursos presenciais.

Uma das vantagens de estudar em uma instituição participante do FIES é que ela foi previamente avaliada pelo Ministério da Educação (MEC) e teve boas notas, o que garante a qualidade.

Veja a seguir uma pequena lista de opções de faculdades que você pode financiar pelo FIES:

Veja também:

Confira o calendário com as principais datas do FIES 2018

Entendeu como funcionam as notas de corte? Acha que sua pontuação no Enem é suficiente para conseguir a vaga no curso que você quer? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin