dcsimg

Reforma Ortográfica

Fique por dentro das principais mudanças da reforma ortográfica da Língua Portuguesa!

Reforma Ortográfica da Lingua Portuguesa: Unificando e Facilitando a Maneira de Escrever

Reforma Ortográfica: Modernizando e Unificando o Português

A Língua Portuguesa, originada em Portugal a partir do Latim é a quinta lingua mais falada no mundo com cerca de 250 milhões de falantes em toda a terra.

O Português, lingua oficial dos países: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Cidade de Macau ( China ), Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Guiné Equatorial também é ensinado em algumas escolas públicas da Argentina e Uruguai.

Por ser falada em tantos países com culturas tão distintas, a Lingua Portuguesa estava enveredando localmente por caminhos distintos, com o aparecimento de diversos modos de falar e escrever nos diversos países.

Poucos sabem, por exemplo, mas o Português já teve 2 grandes reformas ortográficas no Brasil ( 1943 e 1971 ) e passando também 3 vezes por reforma ortográfica em Portugal ( 1911, 1945 e 1973 ) o que aumentou ainda mais a distância entre a escrita das palavras nestes dois países.

Para melhorar a compreensão mútua da lingua, corrigir as distorções históricas que a lingua portuguesa foi tomando e também para modernizar e facilitar o seu uso, em 1990 os países onde o português é a lingua oficial, iniciaram um processo de Reforma Ortográfica ( Acordo Ortográfico de 1990 ou Acordo Ortográfico do Milênio ).

A reforma ortográfica de 1990, concluida no ano de 2009, que modernizou a grafia de dezenas de milhares de palavras, terá um período de adaptação até 2012, mas já vem sendo muito cobrada em vestibulares, também sendo adotada fortemente por jornais e revistas desde já.

Países Onde o Português é a Lingua Oficial ( Países do Mundo Lusófono )

Paises onde a Língua Portuguesa é o idioma oficial ( Lusófonos )

Reforma Ortográfica: Mudanças no Alfabeto

A principal mudança no Alfabeto da Lingua Portuguesa com a Reforma Ortográfica foi o retorno das letras K, W e Y. Embora essas letras não sejam letras originais da Lingua Portuguesa, sendo inclusive retiradas do Alfabeto do Brasil e Portugal no século XX, elas agora voltaram devido ao forte uso das mesmas no dia a dia. O Alfabeto Oficial do Português agora tem 26 letras:

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Reforma Ortográfica: Abolição do Trema ( ¨ )

O trema ( ¨ ) sinal que a muitos anos já não vem mais sendo usado na escrita, com a nova reforma ortográfica, agora está oficialmente abolido da Lingua Portuguesa. Todas as palavras que usavam o trema, automaticamente passam a ser escritas sem o mesmo. O trema permanecerá válido, somente no caso de nomes próprios e sobrenomes, tais como Müller.

Reforma Ortográfica: Acentuação dos Ditongos Abertos

Os ditongos abertos: ÓI e ÉI das palavras paroxítonas ( sílaba tônica na penultima sílaba ), a partir de agora com a reforma ortográfica, passam a não ter mais acento.

Como Era Como Ficou
andróide androide
bóia boia
colméia colmeia
estréia estreia
jóia joia

Reforma Ortográfica: Acentuação das Paroxítonas

Com a reforma ortográfica, nas palavras paroxítonas, não se usa mais Ú e Í quando estes vierem antes de um ditongo ( duas vogais juntas ) crescente.

Como Era Como Ficou
bocaiúva bocaiuva
feiúra feiura

Reforma Ortográfica: Acentuação dos Ditongos OO e EE

Foi abolido o acento dos ditongos OO e EE, quando estes estiverem no final das palavras.

Como Era Como Ficou
abençôo abençoo
dêem deem
enjôo enjoo
lêem leem
zôo zoo

Reforma Ortográfica: Acentos de Diferenciação

Na reforma ortográfica, foram removidos os acentos de diferenciação das palavras: pára/para, pêlo/pelo, pólo/polo, péla/pela e pêra/pera. No entanto as palavras pôde/pode e pôr/por permanecem acentuadas. Nas palavras fôrma/forma o acento é opcional.

Como Era Como Ficou
Ela pára o carro facilmente. Ela para o carro facilmente.
Este cavalo é otimo para pólo. Este cavalo é otimo para polo.
A pêra é minha fruta preferida. A pera é minha fruta preferida.

Casos em que o Hífen deve ser usado

Reforma Ortográfica: Uso do Hifen ( – )

Com a reforma ortográfica, o hífen passa a ser usado nos seguintes casos:

  • Palavras Compostas Ligadas em que não aparecem os elementos DE ou DA: Guarda-chuva, Segunda-feira, Pão-duro, Sangue-suga, Porta-bandeira, etc…
  • Palavras Repetitivas Triplas e Duplas: blá-blá-blá, teco-teco, ping-pong, zigue-zague, tic-tac, pega-pega, etc…
  • Palavras com Apóstrofo: Gota-d’água e Pé-d’água, etc…
  • Palavras que Identificam Nomes de Lugares: Belo-horizontino, Sul-Africano, Norte-Americano, etc…
  • Palavras que Identificam Espécies de Seres Vivos: Cravo-da-India, Mico-leão, Peixe-espada, etc…
  • Palavras Duplas em que a Segunda Palavra Começa com H: Super-homem, Sobre-humano, Anti-histórico, etc…
  • Palavras Duplas em que a Segunda Palavra Começa com a Letra Final da Primeira Palavra: Microo-ondas, Inter-regional, Sobre-entrada, etc…
  • Diante das palavras Sub e Sob, quando a palavra começa com R: Sub-região, Sub-reitoria, Sub-receita, etc…
  • Diante das palavras Circum e Pan: Pan-americano, Circum-navegação, Pan-helênico, etc…
  • Diante dos prefixos Ex, Além, Aquém, Pré, Pós, Pró, Sem e Vice: vice-presidente, ex-namorada, pró-reitoria, sem-terra, etc…
  • Diante do prefixo Mal: mal-entendido, mal-estar, mal-limpo, etc…

Casos em que o hífen não deve ser usado

Reforma Ortográfica: Não se Usa Hifen

Com a reforma ortográfica, o hífen não deve mais ser usado nos seguintes casos:

  • Palavras compostas ligadas que tem os elementos DE ou DA: Pé de moleque, Fim de semana, Cara de pau, Faz de conta, etc…
  • Palavras duplas em que a segunda palavra começa com uma letra diferente do final da primeira palavra: autoescola, agroindústria, aeroespacial, antiaéreo, interestadual, etc…
  • Palavras duplas em que a segunda palavra começa com R ou S: Neste caso especial, além de não se usar o hífen, com a reforma ortográfica as letras R e S, ficam dobradas: ultrassom, semirreta, microssaia, etc…
  • Com o prefixo Co: Na nova reforma ortográfica, o prefixo Co sempre se junta a próxima palavra: cosseno, coedição, coautoria, cofundador, etc…

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin