dcsimg

Entenda rapidamente o que é o ENEM

Descubra o que é, para que serve e quem pode fazer o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem!

Enem, prova

Se você mora neste planeta, já deve ter ouvido falar do Enem. Pelo menos três vezes por ano – durante o período de inscrições, nos dias de prova e quando sai o resultado – o Exame, que é considerado o maior vestibular do Brasil, ganha destaque nos jornais, televisão e internet.

O que muita gente ainda não sabe é o porquê de tanta comoção. É uma prova para adolescentes? É obrigatório? É gratuito? É para pessoas de baixa renda? Quem pode fazer?

Antes de respondermos a todas essas perguntas, adiantamos que o Enem vem sendo cada vez mais importante para quem quer turbinar a carreira. Isso mesmo! Com a nota do Exame dá para entrar em faculdades públicas e privadas de todo o País.
Confira o resumo do que você precisa saber sobre o Enem!

O que é o Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma prova anual que acontece em dois dias, normalmente entre o fim de outubro e o início de novembro.

O Enem tem 180 questões objetivas e uma redação. As questões estão distribuídas entre quatro áreas do conhecimento que envolvem o conteúdo dos três anos do ensino médio. São elas:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Língua Portuguesa, Literatura, Artes, Educação Física, Tecnologias da Informação e Comunicação e Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol)
  • Matemática e suas Tecnologias: Matemática
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia

O Enem não é obrigatório

A participação no Enem é opcional. Não há limite de idade nem renda familiar para quem quer fazer o Exame.

Para que serve o Enem

Criado para avaliar a qualidade do ensino médio no Brasil, o Enem ganhou importância e virou um passaporte para o ensino superior.

Por isso, embora não seja obrigatório, é altamente recomendável fazer o Exame caso você queira:

  • Entrar na faculdade por meio de algum dos programas do Governo Federal de ampliação do acesso ao ensino superior (veja mais a seguir).
  • Obter o certificado do ensino médio por meio do Exame, caso não tenha concluído seus estudos no tempo regulamentar e não esteja frequentando uma escola regular.
  • Aumentar a pontuação em vestibulares que aceitem o Enem como complementação da nota.
  • Ingressar em faculdades particulares sem fazer vestibular.

O Enem é gratuito?

A inscrição do Enem é gratuita em dois casos:

  • Para quem estiver matriculado no terceiro ano do ensino médio de escola pública.
  • Para quem comprovar situação de vulnerabilidade socioeconômica. Nesse caso, o participante precisa preencher um formulário no ato da inscrição e aguardar a aprovação da isenção da taxa.

Os demais participantes precisam pagar a taxa de inscrição, que pode mudar a cada ano.

Quando acontece o Enem?

O Enem acontece todo ano. O calendário segue mais ou menos a seguinte programação:

  • Abril/maio: publicação do edital e abertura das inscrições.
  • Outubro/novembro: realização das provas.
  • Dezembro/janeiro: divulgação dos resultados.

Como usar o resultado do Enem para entrar na faculdade?

Não é à toa que o Enem é considerado o maior vestibular do País. Todo ano, milhões de participantes fazem essa prova para posteriormente concorrerem a uma vaga em universidades públicas e privadas, ou tentarem bolsas e financiamentos do Governo Federal.

Conheça as opções:

Sistema de Seleção Unificada (Sisu)

Usa a nota do Enem mais recente para classificar candidatos a universidades públicas de todo o Brasil. São mais de 100 instituições participantes – algumas selecionam seus alunos exclusivamente por esse sistema, enquanto outras reservam uma parte de suas vagas para ingresso via Sisu.

Qualquer pessoa pode se inscrever, desde que tenha feito o Enem mais recente e não tenha zerado na redação. Cada universidade determina se vai ou não exigir uma nota mínima para concorrer a uma vaga em seus cursos. As inscrições são gratuitas e acontecem duas vezes por ano, em janeiro e em junho.

Programa Universidade para Todos (ProUni)

Destinado a quem tem renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa, o ProUni distribui bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades particulares bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Para se inscrever, além de cumprir requisitos de formação escolar e renda familiar, o candidato precisa ter feito o Enem mais recente e apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.

As inscrições, gratuitas, acontecem no primeiro e no segundo semestre.

Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)

É um empréstimo que ajuda a pagar a faculdade. Os juros são mais baixos do que os praticados no mercado e o estudante só começa a quitar a dívida depois da formatura.

Além de atender ao requisito de renda, o candidato precisa apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação de qualquer edição do Enem a partir de 2010. Quanto maior a nota, maiores as chances de conseguir uma vaga.

As inscrições para o processo seletivo do FIES acontecem duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre, e são gratuitas.

Ingresso direto

A nota do Enem também serve para entrar em faculdades privadas sem fazer vestibular. É o chamado ingresso direto. Aqui, as regras de participação variam de acordo com a universidade – consulte o edital da instituição de seu interesse.

Confira algumas instituições reconhecidas pelo MEC que participam do ProUni, do FIES e também aceitam o Enem para ingresso direto:

Veja também:

Descubra que nota você precisa tirar no Enem pra entrar na faculdade

E aí, ficou claro para você o que é o Enem? Vai fazer o Exame para entrar na faculdade? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin