dcsimg

Tudo que você precisa saber sobre o ProUni 2016

Vai tentar uma bolsa do Programa Universidade para Todos esse ano? Veja nosso guia com tudo que você precisa saber sobre o ProUni 2016!

Sisu, ProUni, FIES

Para quem tem planos de fazer uma faculdade em 2016 para turbinar a carreira, mas não entrou na universidade pública e não tem como bancar a mensalidade de uma particular, uma bolsa de estudos pode ser a salvação.

O Programa Universidade para Todos (ProUni) foi criado pelo Governo Federal justamente para ajudar estudantes de menor renda, oferecendo bolsas integrais e parciais em universidades privadas reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC).

O ProUni já beneficiou milhões de brasileiros que, se não fosse pelo Programa, não teriam condições de cursar uma faculdade e melhorar de vida.

Se você tem interesse em concorrer a uma bolsa do ProUni em 2016, fique ligado no guia que preparamos a seguir, com tudo que é preciso saber sobre o Programa!

Quando acontece o ProUni 2016?

O ProUni acontece duas vezes por ano. A primeira edição seleciona bolsistas para ingresso no primeiro semestre de aulas e a segunda, para o segundo semestre.

A primeira edição do ProUni 2016 já teve o calendário definido pelo MEC. As inscrições vão de 19 de janeiro (terça-feira) a 22 de janeiro (sexta-feira). São apenas quatro dias corridos, por isso é importante fazer logo a inscrição.

As inscrições para a segunda edição ProUni 2016 estão previstas para o mês de junho. Assim que o MEC definir o calendário oficial você ficará sabendo aqui.

Quem pode fazer o ProUni 2016?

Antes de fazer a inscrição, veja se você tem o perfil adequado para pedir uma bolsa do ProUni.

Em primeiro lugar, somente quem não tem diploma de nível superior pode concorrer. A ideia do Programa é beneficiar brasileiros que ainda não tiveram a oportunidade de concluir uma faculdade.

O ProUni usa a nota obtida na edição mais recente do Enem como critério para classificar os candidatos. Por isso, para se inscrever no ProUni 2016 é obrigatório ter participado do Enem 2015. Existe também um desempenho mínimo exigido: 450 pontos na média geral das provas e nota maior do que zero na redação.

Outro critério importante que deve ser observado por quem se interessa por uma bolsa do ProUni é a condição financeira. O limite máximo de renda familiar bruta mensal é de três salários mínimos por pessoa.

O candidato a uma bolsa do ProUni também deve se encaixar em pelo menos uma das seguintes condições:

  • Ter feito o ensino médio completo em escola pública.
  • Ter feito o ensino médio completo em escola privada como bolsista integral.
  • Ter feito uma parte do ensino médio em escola pública e outra parte em escola privada como bolsista integral.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor efetivo da rede pública de ensino e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura (nesse caso não há requisitos de renda).

Que tipos de bolsa serão oferecidos no ProUni 2016?

No ProUni 2016 serão oferecidos dois tipos de bolsa, destinados a candidatos com duas faixas distintas de renda familiar bruta mensal por pessoa:

  • Até 1,5 salário mínimo: bolsa integral, que cobre 100% da mensalidade.
  • Até 3 salários mínimos: bolsa parcial, que cobre 50% da mensalidade.

O tipo de bolsa oferecido em cada curso é mostrado no site do ProUni durante o período de inscrições. Você deve selecionar aquela que se encaixa em seu perfil de renda.

É muito importante selecionar o tipo correto de bolsa, pois caso seja selecionado você precisará comparecer à faculdade levando os documentos necessários para comprovar que tem aquela faixa de renda. A lista de documentos exigidos pela faculdade que você escolheu também aparece no sistema de inscrição do ProUni.

Como faço a inscrição do ProUni 2016?

Para fazer a inscrição do ProUni 2016 você deve, entre os dias 19 e 22 de janeiro, seguir os passos abaixo:

  • Acessar o site do ProUni.
  • Informar seu número de inscrição e senha do Enem 2015.
  • Incluir um endereço de e-mail e um telefone (eles precisam ser válidos).
  • Preencher todos os dados cadastrais solicitados (seus e do seu grupo familiar).
  • Selecionar até duas opções entre as vagas disponíveis, escolhendo para cada uma o curso, o local de oferta (cidade, campus, unidade da faculdade), o turno (matutino, vespertino, noturno ou integral), o tipo de bolsa (parcial ou integral) e a modalidade de concorrência (cotas ou ampla concorrência).
  • Seguir as orientações da tela para confirmar sua inscrição.

Quando sai o resultado do ProUni 2016?

A classificação dos candidatos a uma bolsa do ProUni é feita automaticamente, usando como base a nota do Enem que foi recuperada no momento da inscrição. Por isso, o resultado sai em poucos dias.

Na primeira edição, os concorrentes saberão se ganharam a bolsa no dia 25 de janeiro de 2016. Haverá ainda uma segunda chamada, no dia 12 de fevereiro de 2016.

Vai ter lista de espera no ProUni 2016?

Sim! Quem não passou na primeira e segunda chamadas ainda tem chance de conseguir uma bolsa do ProUni em 2016.

Na edição de janeiro, o período para se cadastrar na lista vai de 26 a 29 de fevereiro. O interessados devem acessar o site de inscrições do ProUni e “manifestar interesse em participar da lista de espera”, seguindo as orientações do sistema e marcando a opção correspondente.

Veja também:

Quantos pontos preciso tirar no Enem para conseguir o ProUni?

Vai tentar uma bolsa do ProUni em 2016? As dicas foram úteis? Conte para a gente aqui nos comentários

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin