dcsimg

Veja tudo o que você precisa saber sobre o ProUni 2017

Conheça os detalhes que vão ajudar você a obter a tão sonhada bolsas de estudos ainda este semestre!

A primeira seleção do ProUni 2017 começa no final de janeiro e dura apenas quatro dias.

Parece bastante, mas para muitos que tentam uma vaga neste que é um dos processos seletivos mais disputados do Brasil, é quase uma eternidade!

Isso porque, para garantir sucesso na disputa por uma bolsa parcial ou integral, é preciso ficar alerta durante todo o período de seleção – e também depois. Quem passar já de primeira, terá que preparar a documentação. Quem não for chamado agora, precisa ficar de olho nas próximas vagas.

Enfim, o momento é de atenção e a gente vai contar agora tudo o que você precisa saber sobre o ProUni 2017 para não deixar passar nenhum detalhe. Confira!

1. Veja se você pode participar do ProUni 2017

Antes de qualquer movimento, é preciso saber se você se encaixa nos requisitos para participar do ProUni. Para conceder bolsas parciais e integrais, inclusive em cursos como Medicina, o MEC precisa saber se você atende aos seguintes critérios:

  1. Fez o Enem 2016.
  2. Obteve pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação.
  3. Fez todo o ensino médio em escola pública ou em particular como bolsista integral.
  4. Tem renda bruta mensal de no máximo 3 salários mínimos por pessoa da família que vive sob o mesmo teto que você.
  5. Não tem diploma de nível superior.

2. Faça uma busca por bolsas e instituições

O Ministério da Educação já disponibilizou uma lista com todas as bolsas e instituições participantes da primeira edição do ProUni 2017. Você pode fazer uma busca por instituição, curso ou cidade. Encontre duas opções que mais interessam a você e corra para fazer as inscrições.

3. Inscreva-se o quanto antes

Assim que o processo seletivo abrir (veja todas as datas no próximo tópico), corra e se inscreva. Para isso você só vai precisar:

  1. Acessar o site do ProUni.
  2. Informar o número de inscrição do Enem 2016 e a senha (a mesma que você usou para o Exame).
  3. Apontar duas opções de vaga. É preciso selecionar um curso, turno, instituição, unidade/campus (se for o caso) e modalidade de disputa (cotas ou livre concorrência, se for o caso) para cada opção.

4. Fique de olho nas datas do ProUni 2017

O ProUni não acontece somente no período de seleção. Depois é preciso acompanhar de perto o sistema, especialmente quem não conseguir bolsa na primeira chamada. O processo seletivo pode se estender até março!

Basicamente, as datas mais importantes para quem quer entrar no ProUni em 2017 são:

  • 31/01 a 03/02 – inscrições.
  • 06/02 – divulgação do resultado da primeira chamada.
  • 06 a 13/02 – comprovação de informações dos selecionados em primeira chamada.
  • 20/02 – divulgação da lista dos candidatos convocados em segunda chamada.
  • 20 a 24/02 – comprovação de informações dos selecionados em segunda chamada.
  • 07 e 08/03 – prazo para manifestar interesse em participar da lista de espera.
  • 13/03 – Divulgação da lista de espera.
  • 13 e 14/03 – comprovação de informações dos selecionados em lista de espera.

Verifique a nota de corte todos os dias

Enquanto durarem as inscrições, de 31 de janeiro a 3 de fevereiro, o MEC vai liberando as notas de corte de todos os cursos disponíveis no sistema. Essa informação é vital para quem realmente quer garantir bolsa ainda esse semestre.

A nota de corte é o desempenho mínimo necessário que garante disputa em determinada vaga (mesmo curso, turno, unidade, modalidade de concorrência, etc.). Se você vir que não tem pontuação suficiente para concorrer a certo curso, troque de opção até encontrar algum que comporte a sua nota. As mudanças podem ser feitas até as 23h59 do último dia de inscrição.

Prepare a documentação necessária para o ProUni 2017

Depois que é pré-selecionado no ProUni, independentemente se for na primeira chamada, na segunda ou por lista de espera, o estudante tem que comparecer até a faculdade onde ganhou bolsa e apresentar os documentos necessários para efetuar a inscrição.

Sem eles, o candidato perde o direito ao benefício. Organize-se, portanto, para ter tudo em mãos. Anote o que é preciso:

  • Certificado de conclusão ou comprovante de ensino médio – é preciso apresentar documentos dos períodos letivos cursados em escola pública. Quem estudou como bolsista integral em escola particular precisa apresentar as declarações referentes à bolsa também.
  • Documentos de identificação do candidato e dos membros do grupo familiar – carteira de identidade, carteira de habilitação, passaporte ou qualquer outro documento válido de todas as pessoas que vivem na mesma casa que você.
  • Comprovante de residência – pode ser em nome do candidato ou de algum membro do grupo familiar. Servem contas de água, luz, IPTU, gás, etc.
  • Comprovantes de rendimento – contracheque, carteira de trabalho, declaração de imposto de renda, extratos bancários, etc. de cada membro familiar que divide o mesmo teto e que entrou no sistema de comprovação de renda informado durante a seleção do ProUni.

Os que se aplicam a casos específicos são:

  • Comprovante de separação, divórcio ou óbito dos pais, se for o caso.
  • Comprovante de pagamento de pensão alimentícia, se for o caso.
  • Comprovante de professor da educação básica, se for o caso.
  • Comprovante de deficiência, se for o caso

Confira os resultados do ProUni 2017

Muita gente perde os prazos do ProUni, do Sisu ou do FIES porque fica à espera de um comunicado do MEC – o que nunca acontece. A checagem de informações é de inteira responsabilidade do candidato.

Por isso, no dia 6 de fevereiro, corra até o site do ProUni e veja se foi selecionado para ganhar alguma bolsa.

Se seu nome não estiver na lista, não desanime. Ainda há uma segunda chance – veja como fazer a seguir.

Veja se entrou na segunda chamada do ProUni 2017

Se não passou na primeira chamada, fique de olho na segunda. No dia 20 de fevereiro o MEC divulga a lista com novos nomes – e o seu pode estar lá.

Aqui não custa reforçar: o MEC não envia comunicado. A checagem é responsabilidade do candidato. A partir do momento em que for convocado em segunda chamada, terá apenas quatro dias para levar a documentação necessária à faculdade onde conseguiu bolsa. Se perder a data, fica sem o benefício.

Veja se entrou na lista de espera

Se não deu na segunda chamada, não entregue os pontos ainda. Nos dias 7 e 8 de março você pode entrar no sistema do ProUni e marcar que tem interesse em participar da lista de espera.

Essa lista vai ofertar bolsas não preenchidas na primeira e segunda chamada. É mais uma chance de passar!

O resultado sai no dia 13 de março e a partir desta data o candidato só terá um dia a mais para entregar toda documentação necessária na instituição onde vai estudar.

Não deu no ProUni? Conheça outros processos seletivos que usam a nota do Enem

Se não rolar no ProUni, você ainda tem outras chances de entrar na faculdade ainda no primeiro semestre. Conheça:

  • FIES – o Fundo de Financiamento Estudantil oferece empréstimo para o aluno de baixa renda pagar a faculdade. Os juros são abaixo do valor de mercado e o prazo para pagamento é longo. Para participar é preciso ter feito qualquer Enem a partir de 2010 e obtido pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação. Aqui também é necessário comprovar renda. O processo seletivo abre logo após o do ProUni. Fique ligado.
  • Ingresso direto – é a maneira mais fácil de entrar em uma faculdade privada. O aluno só informa a nota do Enem e, caso atenda aos requisitos estabelecidos pela instituição, já pode fazer matrícula. As definições variam de instituição para instituição, por isso é bom sempre consultar o edital do processo seletivo.

Faculdades que aceitam a nota do Enem

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC que aceitam o ProUni, o FIES e a modalidade de ingresso direto:

Veja também:

Descubra como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Está animado para encarar o ProUni? Conte para a gente qual curso você vai tentar!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin