dcsimg

Descubra se você pode participar do SISU agora mesmo!

Veja em detalhes quais são os requisitos para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada, que oferece vagas em universidades públicas!

Entrar em uma universidade pública de qualidade é o sonho de milhões e milhões de brasileiros. Se não precisar encarar o vestibular, então, a realização é completa!

Desde 2010, isso é possível graças ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferece semestralmente milhares de vagas em centenas de universidades públicas de todo o País.

Quer saber se você também pode embarcar nessa? Vamos contar tudo o que é necessário fazer para participar do Sisu e conquistar um lugar ao sol no ensino superior gratuito!

Quem pode participar do Sisu?

Os requisitos para se inscrever no Sisu são simples:

  • Ter feito a edição mais recente do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)
  • Não ter zerado na redação

O Sisu tem limite de renda?

Não. Qualquer pessoa que cumpra o requisito do Enem pode se inscrever no Sisu, independentemente de sua condição financeira.

O Sisu tem limite de idade?

Não. Basta ter feito o Enem do ano anterior e não ter zerado na redação.

Como funciona o Sisu?

O processo do Sisu é totalmente informatizado e todo feito pela internet. As inscrições costumam abrir em uma terça, encerram na sexta da mesma semana e o resultado já sai na segunda-feira.

O candidato não precisa digitar suas notas no Enem, basta inserir seu número de inscrição e senha.

Entenda como funciona:

  1. O Ministério da Educação (MEC) divulga o edital do Sisu, com as regras (que não costumam mudar entre as edições) e o cronograma do processo seletivo.
  2. Os candidatos se inscrevem no site oficial do Sisu, usando seu número de inscrição e senha do Enem mais recente.
  3. O sistema mostra as vagas disponíveis e os candidatos devem escolher duas opções de curso, universidade, campus, turno e modalidade de concorrência (cotas o não).
  4. Enquanto durarem as inscrições, os participantes podem consultar as notas de corte parciais e modificar suas opções.
  5. As inscrições são encerradas.
  6. O Sisu seleciona os candidatos mais bem colocados no Enem que disputam vaga no mesmo curso, universidade, campus, turno e modalidade de concorrência.
  7. Os selecionados devem fazer a matrícula na universidade dentro do prazo previsto pelo cronograma do Sisu para garantirem a vaga.
  8. O Sisu abre o processo de lista de espera para ocupar as vagas remanescentes.

Como funcionam as notas de corte do Sisu

Existem dois tipos de nota de corte do Sisu:

  • Nota de corte parcial: é calculada diariamente, em função do desempenho no Enem dos candidatos inscritos em um mesmo curso, turno, modalidade de concorrência, universidade e campus. Serve para dar aos participantes uma ideia da pontuação aproximada para passar. Ela muda ao longo do processo e não garante a vaga – tem caráter apenas informativo.
  • Nota de corte final: é calculada após o encerramento das inscrições e não muda mais. Corresponde à pontuação no Enem do último candidato que conseguiu passar para determinado curso, turno, modalidade de concorrência, faculdade e unidade.

É super importante consultar as notas de corte parciais. Com elas, dá para saber se vale a pena tentar vaga em outro curso ou se existe chance de passar no escolhido. Você pode mudar suas opções quantas vezes quiser enquanto as inscrições estiverem abertas. A seleção final vai considerar sempre a última opção salva no sistema.

Que nota preciso tirar no Enem para passar no Sisu?

Devido ao funcionamento das notas de corte, que mudam a cada edição e dependem de fatores como a procura por aquela universidade ou curso e o desempenho dos participantes que disputam a mesma vaga, não existe um desempenho fixo no Enem que garanta passar no Sisu.

Porém, sabemos que o processo é bastante disputado. Em universidades de renome e cursos muito procurados, como Medicina, Engenharia e Direito, as notas de corte chegam a superar os 800 pontos.

A maioria das vagas ofertadas exige nota superior a 600 pontos para passar.

Alternativas ao Sisu

Muita gente quer entrar na universidade pública pelo Sisu, mas nem todos conseguem. A oferta de cursos, apesar de extensa, pode não contemplar a graduação que você busca, ou ficar muito longe da sua casa.

Por isso, é legal conhecer outros processos seletivos que também usam a nota do Enem. Dois deles são destinados à população de baixa renda e acontecem após sair o resultado do Sisu. Confira:

Programa Universidade para Todos (ProUni)

Usa a nota do Enem mais recente para classificar candidatos a bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades privadas bem avaliadas pelo MEC. Acontece duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre. Para participar é obrigatório ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. O ProUni tem um teto para a renda familiar mensal, que não pode ultrapassar três salários mínimos por pessoa. É preciso ainda se encaixar nos critérios de formação: não ter diploma de nível superior e ter feito todo o ensino médio em escola pública (ou em escola particular como bolsista integral). Pelo ProUni são distribuídas bolsas em cursos presenciais e a distância em todo o Brasil.

Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)

Usa a nota do Enem para classificar candidatos a um financiamento estudantil bancado pelo Governo Federal. Os juros são mais baixos do que os praticados no mercado e o prazo para pagamento da dívida é longo. O FIES exige renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa. O candidato precisa ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação.

Ingresso direto

Se você não se encaixa nos requisitos do ProUni e do FIES, pode entrar com sua nota do Enem em inúmeras faculdades privadas sem precisar fazer vestibular. É o chamado ingresso direto. As regras de utilização do desempenho no Exame variam entre as instituições, assim como os cursos disponíveis. Verifique o edital do processo seletivo via Enem da faculdade de seu interesse.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores que aceitam a nota do Enem para ingresso direto, participam do ProUni e oferecem vagas no FIES:

Veja também:

Saiba que nota você precisa tirar no Enem para passar no Sisu

Você cumpre os requisitos para participar do Sisu? Vai tentar uma vaga em qual curso? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin