dcsimg

Saiba quem pode pedir o ProUni 2016

Em dúvida se você pode ou não concorrer a uma bolsa do ProUni em 2016? Confira nosso guia e descubra!

Sisu, ProUni, FIES

O Programa Universidade para Todos (ProUni) é uma das principais iniciativas do Governo Federal de ampliação do acesso ao ensino superior.

O ProUni concede bolsas de estudos parciais (50%) e integrais (100%) a estudantes de baixa renda que não tenham diploma de nível superior e fizeram o Enem mais recente.

Todas as universidades privadas que participam do Programa são reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e as vagas são para todas as áreas do conhecimento, nas cinco regiões do Brasil.

Para muita gente, o ProUni é a única possibilidade de cursar uma faculdade de qualidade. A maioria por não ter conseguido entrar na universidade pública e não ter condições de arcar com os custos de uma faculdade particular.

Em 2016, o ProUni tem duas edições: em janeiro, para quem vai começar a estudar no primeiro semestre, e em junho, para ingresso no segundo semestre.

Você também gostaria de ganhar uma bolsa do ProUni e poder melhorar suas perspectivas de carreira com um curso superior? Então confira nosso guia a seguir, que explica quem pode pedir o ProUni 2016!

Quem fez o Enem 2015 pode pedir o ProUni 2016?

A primeira condição para participar do ProUni 2016 é ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2015.

É que o ProUni usa a nota do Enem do ano imediatamente anterior como único critério para classificar os candidatos.

O desempenho mínimo exigido para se inscrever no ProUni 2016 é de 450 pontos na média geral das provas e nota acima de zero na redação.

Você se encaixa nesse critério? Então vamos ver os próximos.

O ProUni 2016 é para candidatos de baixa renda

O objetivo do ProUni é conceder bolsas de estudo a candidatos menos favorecidos, que não tenham condições de pagar uma faculdade. Por isso, existe um limite de renda para participar.

O cálculo é feito com base na renda familiar bruta mensal por pessoa. Isso nada mais é do que a soma de todas as rendas de um mesmo grupo familiar (pessoas da mesma família que vivem na mesma casa) dividida pelo número de integrantes.

Para concorrer a uma bolsa de estudos integral, a renda familiar bruta mensal deve ser de até um salário mínimo e meio por pessoa. Para concorrer a uma bolsa parcial, essa renda deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

O salário mínimo vigente em 2016 é de R$ 880. Sendo assim, quem tiver renda familiar bruta mensal de até R$ 1.320 por pessoa pode tentar uma bolsa integral. Quem tiver renda familiar bruta mensal entre R$ 1.320,01 e R$ 2.640 por pessoa pode tentar uma bolsa parcial.

Apenas professores efetivos da rede pública da educação básica, concorrendo a bolsas de licenciatura, estão dispensados do critério de renda.

Vale lembrar que o ProUni faz uma pré-seleção e os convocados precisam comparecer à faculdade para comprovar todos os dados preenchidos na inscrição (renda familiar, inclusive). Caso não apresente a documentação exigida ou não cumpra algum dos critérios, o candidato perde o direito à bolsa.

Outros requisitos para participar do ProUni 2016

Além de não ter diploma de nível superior, de ter atingido pelo menos 450 pontos na média geral do Enem 2015 sem ter zerado a redação e de cumprir o critério de renda, o candidato ao ProUni 2016 precisa se encaixar em pelo menos uma das situações a seguir:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola pública.
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola particular na condição de bolsista integral.
  • Ter cursado parte do ensino médio em escola pública e parte em escola particular na condição de bolsista integral.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor da rede pública, integrante do quadro permanente, e concorrer a bolsa em cursos de licenciatura. Neste caso o candidato está dispensado de cumprir requisitos de renda.

Quando vai ter inscrição para o ProUni 2016?

Se você se cumpre as exigências do MEC para participar do ProUni, tem duas chances de ganhar a bolsa em 2016.

A primeira edição do Prouni 2016 tem inscrições abertas entre os dias 19 e 22 de janeiro. O resultado sai rapidinho, no dia 25 de janeiro de 2016. O ProUni vai fazer ainda uma segunda chamada em 12 de fevereiro e abre inscrições para os interessados em participar da lista de espera entre os dias 26 e 29 de fevereiro.

A segunda edição do Prouni 2016 ainda não teve o calendário definido, mas deve seguir o padrão dos anos anteriores e abrir as inscrições em junho para quem quiser tentar uma bolsa para o segundo semestre.

Veja também:

Quantos pontos preciso tirar no Enem para conseguir o ProUni?

Você pode pedir o ProUni 2016? Vai tentar uma bolsa esse ano? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin