dcsimg

Descubra qual é a idade certa pra fazer o Enem

Será que tem limite de idade para fazer as provas do Enem? Confira!

Idade certa pra fazer o Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) atrai milhões de participantes todo ano e virou passaporte para entrar no ensino superior no Brasil: pode ser usado como critério para entrar em faculdades públicas e particulares, conseguir bolsas e financiamentos.

Participar do Enem é, por isso, uma forma de turbinar a carreira. Mas será que dá para fazer o Exame depois de ter terminado os estudos já há algum tempo? E quem ainda não está no terceiro ano do ensino médio, pode fazer o Enem como treineiro? Existe uma idade certa para fazer o Enem?

Veja a resposta para todas essas dúvidas a seguir. Descubra também como você pode usar a nota do Enem para conseguir o certificado do ensino médio e entrar na faculdade!

Tem idade certa para fazer o Enem?

Vamos acabar de cara com esse mistério: não, não existe idade certa para fazer o Enem. Adolescentes, jovens profissionais, gente mais madura, idosos… todo mundo pode se inscrever no Exame.

A seguir, vamos detalhar algumas das principais situações.

Posso fazer o Enem como treineiro?

Em concursos vestibulares, é comum chamar de “treineiros” aqueles candidatos que ainda estão no primeiro ou segundo ano do ensino médio e, portanto, ainda não podem fazer matrícula no ensino superior (só pode entrar na faculdade quem tem o certificado de conclusão do ensino médio).
Esse pessoal faz o Enem apenas para ganhar experiência, entrar em contato com o formato das provas e fazer uma autoavaliação – verificar como está o conhecimento nas matérias cobradas.

O treineiro que decidir prestar o Enem precisa ficar atento a três pontos:

1) Mesmo que tenha bom desempenho, o resultado não poderá ser usado para participar de processos seletivos para acesso ao ensino superior ou para concorrer a vagas no mercado de trabalho.

2) O resultado não poderá ser usado para obter o certificado do ensino médio (falaremos sobre essa opção mais adiante).

3) Para os treineiros, o resultado do Enem sai 60 dias após o resultado oficial (geralmente em março).

Resumindo, a participação no Enem, nesse caso, serve apenas para avaliar conhecimentos. Caso tenha qualquer dúvida a respeito, confira o edital do Enem.

Posso fazer o Enem para conseguir certificado de conclusão do ensino médio?

Sim, desde que cumpra os critérios definidos no edital do Enem. São eles:

  • Ter 18 anos ou mais na data da primeira prova do Enem.
  • Marcar a opção de obtenção do certificado do ensino médio ao se inscrever no Exame.
  • Alcançar a pontuação necessária: pelo menos 450 pontos em cada uma das provas objetivas (Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Matemática) e 500 pontos na redação.

Vale lembrar que a emissão do certificado não é automática. O candidato deve selecionar uma instituição certificadora entre as entidades disponíveis no sistema de inscrição do Enem e seguir os procedimentos definidos para obter o diploma.

O certificado de conclusão do ensino médio obtido pela nota do Enem vale tanto quanto o documento emitido por uma escola regular. Com ele é possível fazer matrícula no ensino superior, candidatar-se a um emprego ou cargo público que exija esse nível de escolaridade.

Já concluí o ensino médio. Posso fazer o Enem?

Sim! Não existe limite de participação no Enem. Qualquer pessoa, independentemente da idade, pode prestar o Exame – não importa se já concluiu o ensino médio, se já está inserido no mercado de trabalho, se já tem diploma da faculdade.

Já fiz o Enem uma vez. Posso fazer de novo?

Sim. Você pode fazer o Enem quantas vezes quiser.

Idosos podem fazer o Enem?

Sim. Idosos não apenas podem fazer o Enem como recebem auxílio por parte da organização do Exame. É o chamado atendimento específico, detalhado no edital. Esse atendimento precisa ser solicitado no momento da inscrição.

O idoso que faz o Enem pode participar de qualquer processo seletivo que use a nota do Enem como critério (desde que cumpra os demais requisitos). Também pode obter o certificado do ensino médio, caso marque a opção ao se inscrever e alcance a nota necessária.

Como posso usar a nota do Enem para entrar na faculdade?

Agora que você já sabe que não tem idade certa para estudar, pode estar considerando a hipótese de prestar o Enem para entrar na faculdade. Conheça os principais processos seletivos que usam a nota do Exame:

Sistema de Seleção Unificada (Sisu): O Sisu usa a nota do Enem mais recente para classificar candidatos a vagas em universidades públicas de todo o País. Não é necessário fazer vestibular e, para se inscrever, basta não ter zerado na redação. Conquistar uma vaga pode exigir entre 500 e 800 pontos, dependendo da universidade, curso, turno e modalidade de concorrência.

Programa Universidade para Todos (ProUni): o ProUni usa a nota do Enem para conceder bolsas de estudos a pessoas de baixa renda. Para se inscrever é necessário cumprir alguns requisitos de escolaridade e renda familiar, além de ter alcançado pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação do Enem mais recente. Em alguns cursos dá para entrar com desempenho próximo ao mínimo exigido. Nos mais concorridos, o desempenho necessário para passar supera os 700 pontos.

Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): o FIES é um programa do Governo Federal que usa a nota do Enem para classificar candidatos a crédito universitário – a juros baixos e prazo longo para pagar. É preciso cumprir requisitos de renda e ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação para participar.

Ingresso direto: nessa modalidade, cada universidade define seus próprios critérios de uso da nota do Enem. É comum utilizarem o ingresso direto para preencher vagas ociosas. Consulte as regras junto à faculdade de seu interesse.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores que aceitam a nota do Enem como forma de ingresso:

Veja também:

Entenda a diferença entre Sisu, ProUni e FIES

E aí, vai fazer o Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin