dcsimg

Descubra qual é o valor da faculdade de Medicina e como pagar

Confira o valor de mensalidades de cursos de Medicina em todo o país e conheça opções de bolsas, financiamento e descontos!

Cursar Medicina é o sonho de muita gente: além de salvar vidas, a profissão de médico está entre as mais bem remuneradas do Brasil.

O país ainda precisa de muitos médicos, principalmente em cidades do interior e do Norte e Nordeste. Nos grandes centros, que abrigam mais hospitais e centros de saúde, a oferta de empregos também é boa.

Fazer Medicina é sinônimo de empregabilidade e estabilidade, e isso torna o curso muito concorrido, principalmente nas universidades federais.

Nas faculdades privadas, a concorrência dá uma trégua. No entanto, é bom preparar o bolso. Medicina é, de longe, o curso com mensalidades mais altas em qualquer instituição.

Se você está se planejando para fazer Medicina em uma faculdade privada, veja o guia que preparamos a seguir. Nele você poderá encontrar os valores das mensalidades de Medicina separados por região, os 5 cursos mais baratos do Brasil, dicas de como calcular os custos e ainda os tipos de bolsas e financiamentos para cursar Medicina pagando menos. Vamos lá?

Valor da faculdade de Medicina na região Norte

ACRE (AC):

Rio Branco

Faculdade Barão do Rio Branco (UNINORTE) – R$ 9.200

AMAZONAS (AM):

Manaus

Universidade Nilton Lins (UNINILTONLINS) – R$ 6.200

PARÁ (PA):

Belém

Centro Universitário do Estado do Pará (CESUPA) – R$ 5.900

Faculdade de Medicina da Amazônia (FAMAZ) – R$ 8.550

Rondônia (RO):

Porto Velho

Faculdades Integradas Aparício Carvalho (FIMCA) – R$ 5.300

Faculdade São Lucas (FSL) – R$ 5.600

TOCANTINS (TO):

Guripi

Centro Universitário UNIRG (UNIRG) – R$ 3.600

Araguaína

Faculdade de Medicina de Araguaína (ITPAC) – R$ 5.400

Valor da faculdade de Medicina na região na região Nordeste

ALAGOAS (AL):

Maceió

Centro Universitário Cesmac (CESMAC) – R$ 5.850

BAHIA (BA):

Salvador

Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP) – R$ 4.080

Universidade Salvador (UNIFACS) – R$ 6.050

Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) – R$ 6.200

Lauro de Freitas

Faculdade Unime (UNIME)  – R$ 12.000

CEARÁ (CE):

Fortaleza

Universidade de Fortaleza (UNIFOR) – R$ 6.620

Centro Universitário Christus (UNICHRISTUS) – R$ 6.400

Juazeiro do Norte

Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB) – R$ 7.480

MARANHÃO (MA):

São Luís

Centro Universitário do Maranhão (UNICEUMA) – R$ 8.300

PARAÍBA (PB):

João Pessoa

Centro Universitário de João Pessoa (UNIPE) – R$ 6.250

Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba (FCMPB) – R$ 6.650

Faculdade de Medicina Nova Esperança (FAMENE) – R$ 7.000

PERNAMBUCO (PE):

Recife

Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS) – R$ 4.700

Universidade Maurício de Nassau (UNINASSAU) – R$ 5.200

PIAUÍ (PI):

Teresina

Faculdade de Saúde, Ciências Humanas e Tecnologia do Piauí (UniNOVAFAPI) – R$ 6.130

Faculdade Integral Diferencial (FACID) – R$ 6.700

RIO GRANDE DO NORTE (RN):

Natal

Universidade Potiguar (UnP) – R$ 6.050

SERGIPE (SE):

Aracaju

Universidade Tiradentes (UNIT) – R$ 5.700

Valor da faculdade de Medicina na região Centro-Oeste

GOIÁS (GO):

Goiânia

Pontifícia Universidade de Goiás (PUC-GO) – R$ 5.230

Anápolis:

Centro Universitário UniEVANGÉLICA (UniEVANGELICA) – R$ 5.700

MATO GROSSO (MT):

Cuiabá

Universidade de Cuiabá (UNIC) – R$ 7.700

MATO GROSSO DO SUL (MS):

Campo Grande

Universidade Anhanguera (UNIDERP) – R$ 9.150

Valor da faculdade de Medicina na região Sudeste

ESPÍRITO SANTO (ES):

Vitória

Faculdade Brasileira (MULTIVIX) – R$ 5.730

Escola Superior de Ciências Médicas da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM) – R$ 5.250

Vila Velha

Centro Universitário Vila Velha (UVV) – R$ 5.440

MINAS GERAIS (MG):

Belo Horizonte

Centro Universitário de Belo Horizonte (Uni-BH) – R$ 7.000

Juiz de Fora

Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (FCMS) – R$ 6.000

Montes Claros

Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – R$ 5.700

Uberaba

Universidade de Uberaba (UNIUBE) – R$ 5.700

SÃO PAULO (SP):

Campinas

Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUCCAMP) – R$ 6.200

Franca

Universidade de Franca (UNIFRAN)  – R$ 6.100

Ribeirão Preto

Centro Universitário UNISEB (UNISEB-Estácio) – R$ 5.700

São Paulo

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID) – R$ 6.500

Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) – R$ 5.500

Faculdade Santa Marcelina (FASM) – R$ 7.100

Universidade Nove de Julho (UNINOVE) – R$ 6.100

Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)

Santo André

Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) – R$ 5.200

Santos

Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES) – R$ 5.800

RIO DE JANEIRO (RJ):

Rio de Janeiro

Universidade Estácio de Sá (UNESA) – R$ 5.600

Universidade do Grande Rio (UNIGRANRIO) – R$ 8.320

Petrópolis

Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP) – R$ 6.350

Volta Redonda

Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA) – R$ 7.800

Valor da faculdade de Medicina na região Sul

PARANÁ (PR):

Curitiba

Faculdade Evangélica de Curitiba (FEPAR) – R$ 4.500

Londrina

Pontifícia Universidade Católica de Londrina (PUCPR-Londrina) – R$ 6.500

Maringá

Centro de Ensino Superior de Maringá (UNICESUMAR) – R$ 8.000

RIO GRANDE DO SUL (RS):

Canoas

Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) – R$ 5.300

Caxias do Sul

Universidade de Caxias do Sul (UCS) – R$ 6.400

Pelotas

Universidade Católica de Pelotas (UCPel) – R$ 6.000

SANTA CATARINA (SC):

Blumenau

Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB) – R$ 4.100

Joinville

Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE) – R$ 6.550

Vale do Itajaí

Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) – R$ 5.450

As 5 faculdades de Medicina mais baratas do Brasil

Veja o ranking das cinco faculdades mais em conta do país e os valores de suas mensalidades:

  1. Centro Universitário UNIRG (Guripi/TO) – R$ 3.600
  2. Universidade do Oeste de Santa Catarina (Joaçaba/SC) – R$ 3.750
  3. Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (Salvador/BA) – 4.080
  4. Fundação Universidade Regional de Blumenau (Blumenau/SC) – R$ 4.100
  5. Universidade do Planalto Catarinense (Lages/SC) – R$ 4.400

Outros custos que devem ser levados em conta ao escolher Medicina

Cursar uma faculdade traz uma série de custos embutidos, como material didático e transporte. E os gastos sobem ainda mais quando se fala em Medicina, pois os livros são bem caros e, caso você passe em uma faculdade longe de casa, ainda vai precisar bancar mais essa despesa.

É importante levar em conta os seguintes itens:

Alimentação: O curso de Medicina geralmente é oferecido em período integral, o que significa que você terá que almoçar fora – a não ser que more perto da faculdade e possa comer em casa. Nesse caso, também é bacana fazer um orçamento mensal para as compras de supermercado e planejar refeições com antecedência para economizar.

Material didático: O material de Medicina é caro, há muitas publicações e periódicos importados, além de livros especializados que podem ultrapassar os R$ 600. Procure saber quanto vai precisar desembolsar em cada semestre e reserve uma quantia para os materiais.

Moradia: Se você for morar em outra cidade para fazer a graduação, terá que bancar o aluguel e considerar as contas da casa: IPTU, condomínio (se for morar em apartamento) e serviços como água, luz, gás, telefone, internet, limpeza e manutenção.

É muita conta para pagar, não é mesmo? Uma forma de economizar é dividir a casa (e as despesas!) com outros estudantes, ou até mesmo morar em repúblicas. Hoje em dia há sites especializados em facilitar o contato entre estudantes que querem dividir apartamento. Também dá para colocar um anúncio no quadro de avisos da faculdade.

Transporte: Muita gente esquece de contabilizar esse tipo de gasto, mas as despesas com transporte podem pesar no orçamento. Considere quantos ônibus você irá tomar por dia. Se for de carro, calcule quantos litros de gasolina irá gastar diariamente até seu destino e lembre-se de incluir os gastos com estacionamento.

Como pagar menos para estudar Medicina

As mensalidades de Medicina são as mais caras do país e podem pesar muito no bolso. Se fazer esse curso é o seu sonho, mas você não tem condições financeiras de encarar o investimento, não desanime! Saiba que há diversas maneiras de conseguir bolsas e descontos. Confira algumas delas:

Bolsas por mérito acadêmico: Muitas faculdades oferecem bolsas para os melhores colocados no vestibular, outras premiam os estudantes com o melhor desempenho durante o curso.

Financiamentos estudantis: Há diversos financiamentos estudantis por aí, muitos oferecidos pelas próprias faculdades. Na maioria deles, o aluno financia uma parte da graduação e só começa a quitar a dívida após se formar.

Estudantes de baixa renda podem contar também com duas iniciativas do Governo Federal:

Programa Universidade para Todos (ProUni): Para se candidatar ao ProUni é necessário se encaixar nos critérios de renda familiar, escolaridade e desempenho no Enem mais recente: pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. No entanto, para garantir uma bolsa integral ou parcial em Medicina é preciso chegar com uma pontuação bem mais alta: a média varia de acordo com a edição do programa, mas normalmente fica acima de 750 pontos.

Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): Com o FIES, o estudante recebe uma ajuda para pagar a faculdade e só começa a quitar a dívida após se formar. Para participar do processo seletivo é preciso atender ao critério de renda familiar, além de apresentar pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero em qualquer edição do Enem a partir de 2010. Conseguir vaga no FIES para o curso de Medicina, no entanto, pode exigir acima de 700 pontos no Enem.

Veja também:

Medicina: profissão, curso e mercado de trabalho

Pretende cursar Medicina? O que achou das mensalidades? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin