dcsimg

Cotas do Sisu

Descubra como funciona o sistema de cotas do Sisu e veja se você pode concorrer a uma dessas vagas

sisu-ead-certa

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um programa do Governo Federal que usa a nota do Enem para classificar candidatos a vagas em universidades públicas de todo o País. As inscrições acontecem duas vezes por ano, em janeiro e junho, e são feitas pela internet, no site oficial do Sisu: sisu.mec.gov.br.

Todo semestre, o Sisu abre centenas de milhares de vagas gratuitas e uma parte delas está reservada para alunos de escolas públicas, pessoas de baixa renda, estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, pessoas com deficiência e outras cotas, chamadas de “ações afirmativas”.

Entenda como funciona o sistema de cotas do Sisu e o que você precisa fazer para entrar em uma universidade pública como cotista.

Os tipos de cota do Sisu

O Sisu tem três grupos de reserva de vagas, ou cotas:

  • Alunos de escola pública: de acordo com a Lei de Cotas, todas as instituições públicas federais participantes do Sisu devem reservar uma parte de suas vagas para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas.
  • Pessoas de baixa renda: estudantes com renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa que fizeram o ensino médio em escolas públicas também têm direito a participar das cotas do Sisu.
  • Ações afirmativas: são vagas reservadas para estudantes autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Além disso, cada universidade participante do Sisu também pode oferecer vagas para suas próprias ações afirmativas, como por exemplo: pessoas com deficiência e quilombolas.

Como funciona a Lei de Cotas no Sisu

A Lei nº 12.711/2012, ou Lei de Cotas, garante um percentual de vagas do Sisu para alunos que fizeram o ensino médio em escolas públicas. Todas as instituições federais participantes do Sisu (universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e centros federais de educação tecnológica) devem reservar, obrigatoriamente, pelo menos 37,5% de suas vagas para candidatos que cumpram esse requisito. A universidade pode aumentar esse percentual de cotas e algumas chegam a reservar metade de todas as suas vagas para os cotistas.

No Sisu, quem se encaixar no perfil da Lei de Cotas (estudantes que fizeram o ensino médio em escolas públicas) pode concorrer a uma dessas vagas reservadas. Para isso, deve marcar a opção de “modalidade de concorrência” correspondente no momento da inscrição. Dessa forma, vai disputar uma vaga das cotas somente com outros alunos que também fizeram o ensino médio em escolas públicas.

Como funcionam as cotas para baixa renda no Sisu

O Sisu considera “de baixa renda” aqueles estudantes que têm renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa. Metade das vagas reservadas pela Lei de Cotas para quem fez o ensino médio em escolas públicas está destinada a candidatos de baixa renda.

Por exemplo: uma universidade tem 100 vagas para Medicina. Pela Lei de Cotas, reserva 50 vagas para alunos de escola pública. Dessas 50 vagas da Lei de Cotas, 25 vagas devem ser reservadas, por lei, para aqueles candidatos que se encaixam no conceito de baixa renda. Nessa mesma universidade, então, as vagas para cada modalidade de concorrência ficam distribuídas desta forma:

  • 100 vagas no total
  • 50 vagas para a Lei de Cotas (sendo que 25 estão reservadas para candidatos de baixa renda)
  • 50 vagas para a modalidade “ampla concorrência”

Cotas para pretos, pardos e indígenas no Sisu

O preenchimento das vagas destinadas à Lei de Cotas do Sisu também leva em conta critérios de cor ou raça. Uma parte das vagas fica reservada para estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas. A quantidade de vagas disponível para essas cotas é proporcional à população de pardos, pretos e indígenas naquele Estado, de acordo com o último censo do IBGE.

Cotas para pessoas com deficiência, quilombolas e outras ações afirmativas do Sisu

O Sisu permite que cada universidade reserve uma quantidade de vagas para ações afirmativas específicas da instituição. Algumas têm vagas para quilombolas (habitantes de comunidades negras rurais formadas por descendentes de africanos escravizados), pessoas portadoras de deficiência e outras ações afirmativas.

Além disso, as universidades podem acrescentar um “bônus” (pontuação extra) à nota do Enem para aqueles candidatos que participam das políticas afirmativas.

Como descobrir a quantidade de cotas do Sisu

Na época das inscrições, ao fazer uma busca pelas vagas no site do Sisu, você poderá consultar a quantidade exata de cotas para cada curso. Elas serão mostradas com o título “Modalidade de Concorrência”.

Preciso comprovar renda, cor e outras condições para participar das cotas do Sisu?

O candidato que se inscreve pela Lei de Cotas (ou outras vagas reservadas, como as de ações afirmativas), deve ter certeza de que cumpre as exigências e possui os documentos necessários para comprovar sua condição quando fizer a matrícula ou quando for solicitado. A lista de documentos é informada no boletim do candidato, na página do Sisu.

Os critérios de cor e raça dos candidatos, de acordo com a Lei de Cotas, são autodeclaratórios. Ou seja, o candidato que se declarar negro, pardo ou indígena não precisa apresentar documentos para comprovar sua condição.

Para o critério de renda, cada instituição pode exigir um conjunto de documentos para comprovação. Essa informação aparece para o candidato que se inscreve na página do Sisu. O mesmo acontece com as vagas para ações afirmativas: são as universidades que definem a documentação que deverá ser apresentada e a lista aparece no sistema de inscrições.

Como funciona a concorrência das cotas no Sisu?

Quem optar por entrar no Sisu pelas cotas participará de uma modalidade de concorrência específica e disputará a vaga somente com outros candidatos que têm a mesma condição. Ou seja, se você tentar uma vaga destinada a candidatos autodeclarados pardos, por exemplo, concorrerá com outros candidatos autodeclarados pardos para a mesma vaga, no mesmo curso, turno e universidade.

Veja também:

O que é Sisu?

Você se enquadra nos critérios para tentar uma vaga pelas cotas do Sisu? Conte para gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin