dcsimg

O que é ProUni?

Descubra como funciona o Programa Universidade para Todos e veja se você pode concorrer a uma dessas bolsas de estudos para turbinar sua carreira!

prouni_small

Ter um diploma de nível superior abre portas no mercado de trabalho e aumenta consideravelmente a remuneração que você pode alcançar. De acordo com um estudo recente da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), quem conclui uma faculdade pode ter um salário até 156% maior no Brasil.

Se você está considerando fazer um curso superior para aumentar seu valor no mercado, conseguir um emprego melhor e turbinar a carreira, mas não passou na universidade pública e não tem condições de bancar a mensalidade da faculdade particular, não desista!

Uma das alternativas possíveis é tentar uma bolsa de estudos pelo Programa Universidade para Todos, o ProUni.

Descubra a seguir como funciona o ProUni, quais são os critérios de participação e como fazer para conseguir uma bolsa de estudos pelo Programa!

O que é o ProUni?

O ProUni foi criado pelo Governo Federal brasileiro para facilitar o acesso de estudantes de baixa renda ao ensino superior. O Programa concede bolsas parciais e integrais em universidades privadas de todo o País.

Como funciona o ProUni?

Como sempre há muito mais candidatos do que vagas disponíveis, o ProUni funciona como um processo seletivo no qual os participantes que pretendem entrar no mesmo curso, turno, faculdade e modalidade (cotas ou não) concorrem entre si.

O processo seletivo do ProUni é totalmente informatizado e os candidatos não precisam nem sair de casa para participar. As inscrições são feitas pela internet e o sistema usa a nota do Enem do ano anterior como critério de seleção.

Funciona assim:

  1. O Ministério da Educação (MEC) abre as inscrições para o ProUni. O período de inscrições dura poucos dias.
  2. Os candidatos se inscrevem, gratuitamente, no site do ProUni, usando o mesmo número de inscrição e senha do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano anterior.
  3. Cada participante precisa escolher até duas opções de curso entre as vagas oferecidas. Deve também escolher turno, faculdade e modalidade de concorrência – ampla concorrência ou ações afirmativas (cotas).
  4. Enquanto durarem as inscrições, os participantes podem consultar as notas de corte parciais de cada curso. Com isso, podem avaliar se a sua nota do Enem seria suficiente para entrar naquela vaga e, se for o caso, mudar as opções quantas vezes quiser.
  5. Ao encerrar o período de inscrições, o sistema do ProUni seleciona os candidatos com maior nota do Enem até preencher todas as vagas.
  6. O resultado do ProUni sai poucos dias após o encerramento das inscrições e os selecionados têm um prazo para fazerem a matrícula presencialmente nas faculdades escolhidas.
  7. O ProUni tem mais de uma chamada por ano e oferece um processo de lista de espera quando sobram vagas.

Quais são os tipos de bolsa do ProUni?

O ProUni oferece dois tipos de bolsa de estudos em faculdades particulares:

  • Parcial: na bolsa parcial, o estudante só paga metade da mensalidade do curso. O restante é pago pelo Governo Federal diretamente para a faculdade.
  • Integral: nessa modalidade, o Governo Federal paga o total da mensalidade diretamente para a faculdade.

As bolsas do ProUni cobrem somente os gastos com mensalidade. Outras despesas, como transporte, moradia, materiais e alimentação devem ser custeados pelos alunos.

Quem pode participar do ProUni?

O objetivo do ProUni é beneficiar estudantes brasileiros de baixa renda que ainda não tenham um diploma de nível superior.

A participação está condicionada ao cumprimento de alguns requisitos. O principal deles é ter feito o Enem do ano imediatamente anterior, com desempenho de, no mínimo, 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação.

Só pode participar do ProUni quem tiver renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa. É a renda familiar que define o tipo de bolsa que o estudante pode conseguir:

  • Bolsa integral: para estudantes com renda familiar bruta mensal de até um salario mínimo e meio por pessoa.
  • Bolsa parcial: para estudantes com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Além do desempenho no Enem e do critério de renda, para tentar uma bolsa do ProUni é necessário cumprir também pelo menos uma das exigências a seguir:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública, ou em escola da rede privada como bolsista integral.
  • Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola da rede privada, também na condição de bolsista integral.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor efetivo da rede pública de ensino, concorrendo a bolsas em cursos de licenciatura (nesse caso não há requisito de renda).

Qual a diferença entre ProUni e FIES?

Apesar de serem programas do Governo Federal para facilitar o acesso de estudantes de baixa renda ao ensino superior e de usarem o Enem como critério de seleção, o ProUni e o FIES são bem diferentes. Confira:

  • ProUni: oferece bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades privadas. O estudante que recebe o ProUni não precisa devolver o valor pago pelo governo.
  • FIES: é um empréstimo para ajudar a pagar a faculdade particular. O percentual financiado varia de acordo com a renda do estudante e os juros são mais baixos do que os praticados no mercado. A dívida pode ser parcelada em vários e anos e quem recebeu o FIES só precisa começar a quitar o empréstimo depois de formado.

Pode usar ProUni e FIES ao mesmo tempo?

Sim, em alguns casos. Quem recebe bolsa de 50% do ProUni pode usar o FIES para financiar a outra metade da mensalidade, desde que seja para o mesmo curso e faculdade onde tem a bolsa do ProUni. A soma dos dois benefícios (ProUni + FIES) não pode ultrapassar o valor da mensalidade com desconto.

Quando tem inscrição do ProUni?

São duas edições por ano, uma no primeiro e outra no segundo semestre. As datas são divulgadas pelo MEC e variam todo ano.

As inscrições são gratuitas e você pode saber mais no portal do ProUni.

Quais são as universidades que aceitam o ProUni?

Para participar do ProUni, as faculdades privadas precisam se cadastrar e ter uma boa avaliação perante o MEC. São muitas as participantes, com vagas em todo o Brasil.

Conheça algumas das principais:

Veja também:

Quantos pontos preciso tirar no Enem para conseguir o ProUni? 

Você se encaixa nos critérios para pedir o ProUni? Vai concorrer a uma bolsa de estudos? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin