dcsimg

5 coisas que você não pode esquecer para Fuvest 2018

Além o que você não pode esquecer de levar para a Fuvest 2018, vamos revelar o que pode levar se quiser e o que não passa pelos fiscais de jeito nenhum!

A Fuvest não tem a fama de ser um dos vestibulares mais difíceis e concorridos do Brasil à toa. O exame exige dos candidatos muito mais do que conhecimento. É preciso também muita organização e atenção aos detalhes para se dar bem no concurso.

Muitas vezes, na ânsia de estudar tudo o que a Fuvest pede, os candidatos acabam deixando de lado datas, informações e procedimentos que podem resultar em uma nada desejada desclassificação antecipada. E pior: esquecer de levar o básico no dia da prova! Já pensou?

Como a gente tem 100% de certeza de que você quer passar longe do time dos esquecidos, resolvemos criar este guia com as coisas que você não pode esquecer de levar para a Fuvest 2018. Entre obrigatórios e opcionais, a lista tem apenas cinco itens.

Confira agora mesmo!

O que é obrigatório levar para a Fuvest 2018

Existem apenas três itens obrigatórios para levar para a Fuvest 2018 – tudo muito simples!

Veja o que você não pode esquecer de jeito nenhum:

  1. Documento de identidade

A Fuvest só aceita documento original, oficial, recente e com foto. Vale RG, carteira de motorista, carteira de trabalho e também aqueles emitidos pelas Forças Armadas e Polícia Militar, de Ordens ou Conselhos Profissionais.

Se você for estrangeiro, terá que levar a identidade de estrangeiro (RNE) ou passaporte válido. Se o candidato for refugiado, precisa apresentar o protocolo provisório emitido pela Polícia Federal (Protocolo de Refúgio).

Não leve documentos sem foto, como título de eleitor ou certidão de nascimento, ou aqueles não-oficiais, como carteirinha de estudante. A Fuvest não vai aceitar e você não vai conseguir fazer a prova.

  1. Caneta esferográfica azul ou preta

Só vale azul ou preta, ok? E só serve se for esferográfica. Não leve verde, vermelha ou de qualquer outro tipo, como caneta tinteiro ou hidrográfica. O candidato que descumprir a recomendação vai se dar mal, pois o leitor óptico não vai captar as alternativas assinaladas no cartão-resposta. Já pensou que pesadelo?

  1. Foto 3×4 recente

Esta só vale para quem for fazer a segunda fase da Fuvest 2018. No primeiro dia da prova, que acontece em janeiro, é preciso levar, obrigatoriamente, uma foto 3×4 recente e entregá-la ao fiscal.

O que você pode levar para a Fuvest 2018 se quiser

Durante as provas da primeira ou segunda fase, a Fuvest permite que os candidatos levem, e usem, os seguintes itens:

  1. Lápis ou lapiseira, borracha, apontador, régua e compasso

Preste bastante atenção aqui: esses materiais só podem ser usados nos rascunhos das provas. A resposta oficial, seja na prova objetiva ou na discursiva, deve ser preenchida com caneta azul ou preta. Se não atender a esta recomendação, o candidato será desclassificado.

  1. Água, sucos e lanches leves

A Fuvest libera o consumo de lanches e bebidas no dia da prova, para ajudar a enfrentar a maratona. A gente recomenda muito que você não esqueça de levar esses itens.

O que você não pode usar na prova da Fuvest 2018

Seja na primeira ou na segunda fase, a Fuvest tem uma lista de itens que são terminantemente proibidos de usar durante as provas.

Anote aí:

  • Celular
  • Notebook
  • Tablet
  • Chapéu, boné, gorro e similares
  • Relógio
  • Calculadora
  • Tocadores de mp3 ou similares
  • Canetas hidrográficas ou marca-texto
  • Óculos eletrônicos
  • Fones de ouvido
  • Qualquer tipo de material impresso

Algumas condutas durante as provas também serão penalizadas com desclassificação imediata. São elas:

  • Publicar o que quer que seja nas redes sociais durante a aplicação dos exames
  • Fazer selfies na sala da prova
  • Filmar ou fotografar as provas
  • Acessar a internet
  • Conversar com colegas de sala
  • Comunicar-se com qualquer pessoa além do fiscal de sala
  • Levar embora a folha com o cartão-resposta ou o caderno de questões das provas.
  • Causar qualquer espécie de tumulto em sala

O que mais você não pode esquecer se quiser se dar bem na Fuvest 2018

Além dos itens que você tem que levar para a prova, existem outras condutas que é preciso seguir para fazer uma boa prova na Fuvest 2018. Veja quais são:

Datas da Fuvest 2018

Ligar-se nas datas dos principais eventos da Fuvest 2018 é vital para quem quiser ser bem sucedido no vestibular. Então anote:

  • 21 de agosto a 11 de setembro de 2017: período de inscrições na Fuvest 2018. Os candidatos só precisam entrar no site oficial até a data-limite e informar alguns dados pessoais, além de escolher suas opções de curso, obviamente. Não haverá prorrogação do prazo de inscrições.
  • 21 de agosto a 12 de setembro de 2017: prazo que os inscritos têm para pagar a taxa de inscrição. Quem atrasar, está fora.
  • 17 de novembro de 2017: divulgação dos locais de prova da primeira fase da Fuvest 2018.
  • 26 de novembro de 2017: aplicação da primeira fase. Trata-se de uma prova objetiva com 90 questões sobre todas as disciplinas do ensino médio.
  • 18 de dezembro de 2017: divulgação da lista dos aprovados na primeira fase da Fuvest 2018. Quem estiver na relação segue para a segunda fase.
  • 7 a 9 de janeiro de 2018: realização da segunda fase, com provas discursivas em três dias seguidos.
  • 2 de fevereiro de 2018: divulgação dos aprovados no vestibular.
  • Até março de 2018: quem fez a segunda fase mas não passou na primeira chamada pode ficar ligado no site da Fuvest que até março de 2018 ainda pode ter chances de ser chamado!

Matérias que mais caem no vestibular da Fuvest

Quem quiser passar na Fuvest precisa estudar tudo o que é pedido no Manual do Candidato. Tudo mesmo. Só que é preciso saber como estudar. Dominando as matérias que mais caem no vestibular, o candidato pode sair na frente na disputa por uma vaga na Universidade de São Paulo (USP) ou na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP).

Confira aqui os 9 assuntos que mais caem na Fuvest

Obras de leitura obrigatória

  • Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
  • Minha vida de menina – Helena Morley
  • A cidade e as serras – Eça de Queirós
  • O cortiço – Aluísio Azevedo
  • Sagarana – João Guimarães Rosa
  • Claro enigma – Carlos Drummond de Andrade
  • Iracema – José de Alencar
  • Mayombe – Pepetela
  • Vidas secas – Graciliano Ramos

Preparação para não se atrasar

Essa questão é super importante. Muita gente chega atrasada à Fuvest porque não faz o percurso de casa até o local da prova com antecedência e fica refém do transporte público ou preso no engarrafamento.

Mas você não precisa entrar para a galeria dos atrasados!

Assim que a Fuvest informar o seu local de prova, faça um estudo de deslocamento da sua casa até lá. Geralmente a organização escolhe lugares mais próximos, mas isso não garante que vai ser mais fácil de chegar.

Por isso é bom definir qual a melhor forma de se locomover – se a pé, de bicicleta, de ônibus, de metrô… e sair de casa com a máxima antecedência possível.

Os portões abrem pontualmente às 12h30 (horário de Brasília) e fecham às 13 h.

Manual do Candidato

O manual é longo e chato de ler, mas é um verdadeiro mapa da mina para quem quer ser bem sucedido na Fuvest 2018. Ele traz tudo o que pode cair nas provas (se não estiver no edital, não cai), além de todos os procedimentos e datas mais importantes. É leitura obrigatória e pode ser encontrado no site da Fuvest.

Não se esqueça de que existem alternativas interessantes onde estudar

A USP é incrível, a FCMSC-SP é muito legal, mas ambas são bem difíceis de entrar. A realidade é que dos mais de 120 mil alunos que se inscrevem todos os anos na Fuvest, pouco mais de 6% do total vão conseguir vaga.

Se não rolar de passar na Fuvest 2018, não tem por que adiar o sonho de fazer um curso superior. Existem centenas de outras faculdades boas, bem avaliadas pelo MEC, e que oferecem ensino com qualidade reconhecida pelo mercado de trabalho.

Separamos algumas para você considerar:

Veja também:

Tudo sobre o Resultado da Fuvest 2018

Tem algo mais para compartilhar? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin