dcsimg

O ProUni 2/2012 registrou quase meio milhão de inscritos

O ProUni é um programa do Governo que oferece bolsas de estudo parciais e integrais em faculdades particulares. A seleção é feita através da nota obtida no ENEM e levando em conta a renda mensal da família e do próprio estudante.

O ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) seleciona alunos para estudarem em instituições privadas de ensino superior com bolsas integrais ou parciais, de 50%.

Para concorrer a uma bolsa o candidato deve, obrigatoriamente, ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e ter obtido média de 450 pontos nas 5 áreas de conhecimento, além de não ter tirado zero na redação.

O candidato também deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública, ou em escola particular com bolsa integral. A renda por pessoa da família também é considerada, podendo ser de até um salário mínimo e meio por membro da família, para aqueles alunos que desejam bolsa integral, e de até três salários mínimos e meio, para os que desejam bolsa parcial.

Os números de inscrições

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), 456.973 candidatos se inscreveram no programa e escolheram até duas opções de cursos. O estado com maior número de inscrições foi São Paulo, com 132.220 candidatos, em seguida, o estado de Minas Gerais, com 117.175 inscritos e, em terceiro lugar, a Bahia, com 72.233 candidatos inscritos.

Ao todo, são oferecidas 90.311 bolsas de estudos, sendo 52.487 integrais e 37.824 parciais, em 1.316 faculdades da rede privada de ensino superior. Esses dados correspondem à inscrição referente ao segundo semestre de 2012.

Sobre as chamadas

O término das inscrições aconteceu às 23 horas e 59 minutos do dia 2 de julho e a primeira chamada acontecerá amanhã, dia 5 de julho. Os candidatos aprovados em primeira chamada deverão comparecer à instituição correspondente, até o dia 13 de julho, para realizar a matrícula e comprovar as informações fornecidas através dos documentos solicitados.

A segunda chamada irá acontecer no dia 20 de julho e os candidatos convocados deverão realizar a matrícula e apresentar os documentos exigidos até o dia 26 de julho. Do dia 2 ao dia 4 de agosto, os candidatos que não forem convocados em nenhuma das duas chamadas, ou cujo curso não tiver completado o número mínimo de alunos para iniciar uma turma, poderão solicitar a participação na lista de espera. A partir do dia 7 de agosto, os candidatos passarão a ser convocados pelas instituições.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin