dcsimg

ProUni 2013 – Saiba Mais Sobre o Programa do Governo

Confira todas as informações que você precisa saber sobre a edição de 2013 do Programa Universidade para Todos (ProUni)!

prouni

O ProUni foi criado em 2004 com o objetivo de conceder bolsas de estudo em instituições privadas do ensino superior aos brasileiros de baixa renda. Desta forma o governo deseja ajudar a população a entrar na universidade e assim conquistarem um diploma de ensino superior.

O Programa Universidade para Todos (ProUni) 2013 abrirá as inscrições para os candidatos no dia 17 de janeiro. Os interessados terão até o dia 21 de janeiro para se inscreverem. A seleção do ProUni terá duas chamadas, ou seja, os estudantes terão duas chances de conseguirem bolsa integral ou parcial nas instituições.

Para concorrer a uma das bolsas é obrigatório que o candidato tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2012, sendo a média aritmética de no mínimo 450 pontos nas área do exame, não tenha obtido zero na redação e atender aos critérios de renda do programa, que são eles :

– O candidato tem que ter cursado todo o ensino médio em escola pública, ou escola privada com bolsa integral ;

– Os interessados em bolsa integral devem ter uma renda per capita da família de 1,5 salário mínimo ;

– Para os candidatos que desejam bolsa parcial (50%) devem ter uma renda per capita de até 3 salários.

Para se inscrever os estudantes devem acessar o endereço eletrônico http://siteprouni.mec.gov.br/.

Tirando as dúvidas sobre o ProUni

1 – Qual a diferença entre o ProUni e o SiSU?

O ProUni foi criado para ajudar os brasileiros de baixa renda a ingressarem em uma instituição privada de ensino superior. Já o SiSU é para os estudantes que desejam ingressar em uma instituição pública. Para fazer a seleção dos candidatos, os dois programas utilizam as notas obtidas no ENEM.

2 – Quem participa do SiSU pode se inscrever no ProUni?

Por se tratar de programas distintos o candidato pode sim se inscrever nos dois, porém se for selecionado em ambos deverá optar por um ou outro.

3 – Quantas opções de curso o candidato pode optar no ProUni?

Assim como no SiSU, o candidato pode optar por dois cursos e durante o período de inscrição o estudante pode mudar a opção escolhida, porém é necessário verificar as exigências das instituições de matrícula, pois caso o candidato seja selecionado e por motivos de documentação o mesmo não conseguir se matrícula, ele perderá a vaga no curso de graduação desejado.

4 – O ProUni reserva vagas aos alunos cotistas?

Sim, são reservadas vagas aos candidatos que se autodeclararem negros, pardos ou indígenas. Os candidatos que forem usar das cotas devem assinalar em campo específico no ato da inscrição.

5 – O que é necessário para se inscrever no ProUni?

É necessário para se inscrever o número de inscrição no ENEM e a senha que cadastrou no site do exame. Se por ventura o candidato não se lembrar da senha ou número é necessário que recupere as informações no site do ENEM (http://sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem/).

6 – Quando o candidato não tem acesso a internet onde fazer a inscrição?

O candidato que não tiver acesso a internet deverá procurar por alguma das instituições que aderiram ao programa. Essas instituições são obrigadas a disponibilizar computadores aos candidatos que não possuem internet em suas residências.

7 – Quando aprovado na primeira opção o candidato pode ser aprovado na segunda opção?

Não. O estudante sendo aprovado na primeira opção independente de ter ou não se matriculado na instituição, este não terá mais direito a concorrer a vaga na segunda opção de curso de graduação pretendido.

8 – Quando o candidato recebe bolsa parcial (50%) e não tem renda para pagar a segunda parte, o que ele deve fazer?

O candidato que recebe a bolsa parcial e não pode arcar com a despesa da segunda parte pode recorrer ao financiamento do Fies. Para tentar o financiamento é necessário que o estudante se inscreva no endereço eletrônico  http://sisfiesportal.mec.gov.br .

9 – Para participar do ProUni é necessário fazer vestibular?

O candidato à bolsa do ProUni não precisa fazer o vestibular e nem estar matriculado na instituição que deseja estudar, porém algumas instituições podem submeter o candidato a um processo seletivo específico. Para saber se será necessário participar de alguma prova o candidato deve consultar as informações sobre a vaga antes de se inscrever na mesma.

10 – Além de ter participado do ENEM, quais as regras para participar do ProUni ?

Além da média aritmética de 450 pontos no exame e não ter tirado zero na redação é necessário que o candidato se enquadre em alguma das opções abaixo:

– Tenha cursado o ensino médio completo em escola pública ;

– Tenha cursado o ensino médio completo em escola privada em regime de bolsa integral ;

– Tenha cursado o ensino médio parcialmente em escola pública e em regime de bolsa integral em escola privada ;

– Seja uma pessoa com deficiência ;

– Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação, esteja integrado no quadro permanente de alguma instituição pública e esteja concorrendo a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Nesta opção não será considerada a renda per capita familiar.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin