dcsimg

Tudo o que você precisa saber sobre as Provas da Fuvest 2018

As provas da Fuvest 2018 são divididas em duas fases, cada uma mais difícil que a outra. Aqui, vamos desvendá-las ponto a ponto. Confira!

A primeira coisa que você precisa saber sobre as provas da Fuvest 2018 é que nesta edição elas provavelmente serão difíceis, muito difíceis.

A segunda, que vão exigir um conhecimento bastante amplo e uma capacidade extraordinária de raciocínio por parte dos candidatos.

A terceira, que as datas já estão aí, na boca do gol. Em novembro de 2017 acontece a primeira fase, que é bem complicada. Pouco mais de 40 dias mais tarde vem a segunda, ainda mais destruidora.

E se você acha que termina por aqui, está muito enganado. Tem muito mais coisa que você precisa saber sobre as provas da Fuvest 2018. E a gente vai contar tudo a seguir. Acompanhe!

Tudo sobre as provas da Fuvest 2018

Bom, antes de começar a falar do formato de cada prova da Fuvest 2018, vamos tratar de algo mais urgente: as datas das provas.

Vamos lá:

A primeira fase acontece no dia 26 de novembro de 2017. Essa prova vai funcionar como um funil para a segunda fase. Aqui, só uma pequena parcela dos candidatos inscritos vai conseguir passar para a próxima etapa, infelizmente. A prova é objetiva e tem questões sobre as disciplinas do ensino médio.

A segunda fase será aplicada em três dias: 7, 8 e 9 de janeiro de 2018. É aqui que o bicho pega pra valer. A segunda fase conta com um número bem menor de candidatos, mas o nível de dificuldade é altíssimo. As provas trazem questões discursivas sobre todas as disciplinas do ensino médio e o candidato ainda precisa fazer uma redação.

Agora que já caiu a ficha do quanto as provas estão próximas, vamos ao formato de cada uma:

Como são as provas da primeira fase da Fuvest 2018

A primeira fase é um provão com 90 questões objetivas. Os conteúdos passam por todas as disciplinas do ensino médio – Matemática, Química, Física, Biologia, Inglês, História, Geografia, Português e Literatura.

A prova é decisiva para os milhares de candidatos que se inscrevem na Fuvest na esperança de conseguir vaga na Universidade de São Paulo (USP) ou na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP).

São cinco horas para resolver tudo e ainda passar o gabarito para o cartão-resposta.

Quem tiver uma boa pontuação e atingir ou superar a nota de corte do curso que escolheu passa para a segunda fase. Quem ficar de fora terá que esperar até o próximo ano para tentar de novo ou buscar uma faculdade alternativa (nós temos algumas ótimas para sugerir). A nota de corte é definida de acordo com o desempenho dos candidatos que disputam vaga em um mesmo curso.

A lista dos aprovados da primeira fase, que passam para a segunda etapa, será divulgada no dia 18 de dezembro de 2017.

Como são as provas da segunda fase da Fuvest 2018

Quem passar na primeira fase não pode relaxar. É preciso redobrar o ritmo de estudos entre os pouco mais de 40 dias que separam uma etapa da outra.

Na segunda fase as provas são todas dissertativas. Para se dar bem aqui o candidato tem que provar que conhece bem o tema, que tem capacidade apurada de leitura e interpretação de texto e que sabe escrever de forma clara e direta.

São quatro provas distribuídas ao longo de três dias.

No primeiro, 7 de janeiro, vêm 10 questões de Língua Portuguesa (que inclui também Literatura) e uma prova de Redação.

No segundo, 8 de janeiro, 16 perguntas sobre disciplinas variadas do ensino médio.

O terceiro e último, no dia 9 de janeiro, trará 12 questões que variam de acordo com o curso escolhido pelo candidato.

Cada participante terá no máximo quatro horas para fazer cada prova.

Quando será divulgado o resultado final das provas da Fuvest 2018

Para a grande maioria dos participantes, o resultado final das provas da Fuvest 2018 já será conhecido no dia 18 de dezembro de 2017, quando sai a lista de quem continua para a segunda fase. Isso porque apenas uma pequena parte dos candidatos – pouco mais de 20% – conseguirá ser chamada para a segunda etapa.

Essa é, na realidade, a função da primeira fase: “peneirar” os candidatos que apresentarem melhor desempenho nas provas.

Quem tiver o mérito de aparecer na lista dos aprovados na primeira fase vai enfrentar a segunda, que normalmente é ainda mais difícil e mais tensa.

Os que superarem este obstáculo final garantem vaga na USP ou na FCMSC-SP.

Os aprovados serão conhecidos no dia 2 de fevereiro de 2018.

A boa notícia aqui é a seguinte: quem não encontrar seu nome na primeira lista não precisa perder as esperanças. A Fuvest 2018 terá pelo menos seis chamadas.

Isso ocorre porque muitos candidatos não fazem a matrícula no curso onde conseguiram vaga, seja por não terem obedecido ao prazo, por desistência ou porque não apresentaram a documentação necessária.

Esse processo pode se arrastar até março. Para acompanhar as chamadas é preciso ficar bem ligado no site da Fuvest.

E ainda tem mais!

Se acontecer de ainda assim sobrarem vagas, mesmo depois das seis chamadas, a Fuvest abre o que chama de “reescolha”. Fique ligado nas datas.

O que cai nas provas da Fuvest 2018

A verdade é que nem o vidente mais experiente consegue prever o que vai cair na edição de 2018 do vestibular da Fuvest.

O que a gente faz então para direcionar os estudos nesse caso? Confia nas estatísticas!

E as estatísticas revelam que existem alguns assuntos que a Fuvest adora, e deve trabalhar com eles novamente, seja na primeira ou na segunda fase do concurso.

Separamos uma listinha bem resumida só para você ter ideia. A relação completa vem na sequência.

Vamos lá:

Física

  • Magnetismo
  • Eletrodinâmica
  • Dinâmica
  • Trabalho e energia
  • Ondulatória

Biologia

  • Ecologia
  • Biologia celular
  • Bioquímica
  • Genética e Evolução
  • Embriologia

Química

  • Eletroquímica
  • Cálculos estequiométricos
  • Termoquímica
  • Atomística
  • Química orgânica

Matemática

  • Triângulos
  • Geometria
  • Progressão Aritmética
  • Progressão Geométrica
  • Polinômios

Língua Portuguesa e Literatura

  • Regência
  • Concordância
  • Romantismo
  • Realismo-Naturalismo
  • Modernismo

Geografia

  • A questão urbana e social
  • Cartografia
  • Clima
  • Ecossistemas brasileiros
  • Situação política brasileira

História

  • Guerras mundiais
  • Globalização
  • Período Vargas
  • Golpe militar

Inglês

  • Leitura e interpretação de textos

A relação completa dos assuntos mais frequentes você encontra aqui:

O que cai na Fuvest 2018 que você precisa estudar agora

Veja o que é preciso para fazer uma boa prova na Fuvest 2018

Fique atento ao que a organização da Fuvest 2018 permite ou proíbe levar e fazer durante as provas. Seguir atentamente o que diz o edital do exame é fundamental para quem quer fazer uma prova com toda tranquilidade do mundo.

Vamos começar pelos itens que você tem que levar, obrigatoriamente, no dia das provas:

  • Documento de identidade recente, original, com foto. Pode ser o RG tradicional, carteira de motorista, documentos emitidos pelas Forças Armadas, Polícia Militar, Carteira de Trabalho e Previdência Social ou identidades expedidas por ordens ou conselhos profissionais. Estrangeiros devem levar o RNE. Refugiados, o Protocolo de Refúgio.
  • Caneta esferográfica azul ou preta.
  • Somente na segunda fase é preciso levar uma foto 3×4 recente.

Itens facultativos:

  • O candidato pode usar lápis ou lapiseira, borracha, apontador, régua e compasso somente nos rascunhos das provas. O caderno de respostas deve ser preenchido com caneta azul ou preta.
  • A Fuvest permite que os candidatos levem água, sucos e lanches leves para consumir durante as provas.

Alguns itens e atitudes são absolutamente proibidos pela Fuvest 2018. Quem desrespeitar vai ser desclassificado. Portanto, deixe em casa:

  • Notebook
  • Tablet
  • Tocadores de mp3 ou similares
  • Telefone celular
  • Óculos eletrônicos
  • Fones de ouvido
  • Relógio
  • Calculadora
  • Qualquer tipo de material impresso
  • Chapéu, boné, gorro e similares
  • Canetas hidrográficas ou marca-texto

As atitudes que podem desclassificar os candidatos são várias, entre elas:

  • Acessar a internet na sala da prova
  • Publicar trechos ou imagens das provas nas redes sociais
  • Falar com qualquer pessoa que não seja o fiscal de sala
  • Causar qualquer espécie de tumulto em sala
  • Filmar ou fotografar as provas
  • Tirar selfies na sala de aplicação da prova
  • Levar embora o caderno de questões ou a folha com o cartão-resposta

Plano B: boas faculdades reconhecidas pelo MEC

Não passou na Fuvest 2018? Não está a fim de disputar esse vestibular? Não tem problema. O mercado brasileiro tem algumas instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC onde dá para fazer seu curso superior com a tranquilidade de saber que o diploma será bem visto no momento de buscar um emprego na área.

Além de oferecerem cursos em todas as áreas do conhecimento, as faculdades que listamos a seguir também contam com uma boa variedade de formatos de estudos (presencial, a distância, semipresencial…) – o que pode ser ótimo para você adaptar os estudos à sua rotina.

Confira nossas sugestões:

Veja também:

Calendário Fuvest 2018: anote todas as datas

Está confiante de que vai conseguir se dar bem nas provas da Fuvest 2018? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin