dcsimg
Segurança do Trabalho: saiba mais sobre este curso

Segurança do Trabalho: saiba mais sobre este curso

O curso técnico em Segurança no Trabalho tem por objetivo formar profissionais para atuar na prevenção de acidentes e apoiar no cuidado da saúde das pessoas em seu dia a dia nas organizações.

Neste curso de nível médio, o estudante aprende sobre ações que buscam garantir a segurança e minimizar os riscos para os trabalhadores.

Entre os temas estudados, podemos citar:

  • Normas e leis sobre o segurança no trabalho.
  • Uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC).
  • Princípios de higiene e saúde do trabalho.
  • Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA).
  • Métodos e técnicas para identificar, avaliar e adotar medidas de controle de riscos ambientais.

Veja os pré-requisitos para ingressar nesta área e as principais características do curso.

Como funciona

O curso de Técnico em Segurança no Trabalho é oferecido em escolas em todo o país, na modalidade presencial e a distância.

O principal pré-requisito é ter concluído o ensino básico. Algumas escolas estabelecem uma idade mínima, que pode ser de 16 ou 17 anos. Há instituições que só aceitam alunos que estejam no 2º ano ou já tenham concluído o Ensino Médio.

O curso pode ser oferecido em três modalidades:

  • Integrada: o estudante realiza apenas uma matrícula no curso, que integra o conteúdo sobre Segurança no Trabalho com os demais conhecimentos do ensino médio.
  • Concomitante: neste formato, o curso técnico se complementa ao ensino médio. Requer a realização de duas matrículas.
  • Subsequente: é voltada para quem já se formou no ensino médio e busca uma nova qualificação para o mercado de trabalho.

A carga horária mínima é de 1.200 horas/aulas. Em algumas escolas, corresponde a três semestres de curso. Em outras, a três anos.

O currículo do curso técnico em Segurança no Trabalho apresenta aulas teóricas e atividades práticas. Por isso, ao pesquisar sobre a escola, verifique os recursos que ela oferece.

Além de biblioteca com acervo específico e atualizado, o Ministério da Educação recomenda que a escola tenha laboratórios de:

  • Informática com programas específicos
  • Combate a incêndio
  • Higiene e segurança do trabalho
  • Suporte básico à vida

Grade curricular

A grade curricular pode variar de acordo com as instituições. As disciplinas mais comuns são:

  • Desenho Técnico
  • Doenças Ocupacionais
  • Ergonomia
  • Legislação
  • Meio Ambiente e Qualidade de Vida
  • Prevenção e Controle de Riscos
  • Sistema de Segurança e Saúde no Trabalho
  • Tecnologias de Prevenção e Combate a Incêndio e Suporte Emergencial à Vida

Perfil profissional

Ao concluir o curso técnico em Segurança no Trabalho, o profissional estará preparado para:

  • Atuar em ações de prevenção, com base em métodos e técnicas indicados na legislação.
  • Identificar, avaliar e adotar medidas para minimizar riscos à saúde e segurança no trabalho.
  • Desenvolver ações educativas.
  • Orientar sobre o uso de equipamentos de proteção.
  • Coletar e organizar informações de saúde e de segurança no trabalho.
  • Executar o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais.
  • Investigar, analisar acidentes e recomendar medidas de prevenção e controle.

Mercado de trabalho

Uma das vantagens para quem se forma neste curso é que a legislação exige das empresas a contratação de técnicos de Segurança no Trabalho em número proporcional ao de funcionários.

As oportunidades de trabalho podem ser encontradas em:

  • Estabelecimentos comerciais e industriais (públicos e privados).
  • Fabricantes e representantes de equipamentos de segurança.
  • Sindicatos e entidades de classe.

Curso superior em Segurança do Trabalho

A formação em Segurança no Trabalho vai além do curso técnico em nível médio. Existem diversas faculdades que oferecem o curso superior em Tecnólogo em Segurança no Trabalho.

Conheça algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem esta graduação tecnológica:

Veja também:

Quanto ganha um técnico em segurança do trabalho?

Você tem interesse em fazer o curso técnico em Segurança no Trabalho? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin