dcsimg
Segurança do Trabalho: saiba mais sobre este curso

Segurança do Trabalho: saiba mais sobre este curso

Sabia que Segurança do Trabalho está com tudo no mercado brasileiro? Pois é: as vagas de emprego se multiplicam por empresas e indústrias de diversos portes, em todas as regiões do país.

O profissional de Segurança do Trabalho atua na prevenção de acidentes e doenças ocupacionais. É uma figura estratégica para todas as organizações que buscam aumentar a produtividade e garantir a saúde dos seus trabalhadores.

Se você está cogitando entrar nessa área, não pode perder o texto que preparamos para você. Nele, a gente fala dos diferentes formatos e níveis em que o curso é oferecido, o que se estuda, as modalidades de ensino e, claro, as instituições de ensino que oferecem a formação.

Tudo isso a seguir.

Sobre o curso de Segurança do Trabalho

O curso de Segurança do Trabalho pode ser encontrado com mais frequência em dois níveis de formação: o técnico e o tecnólogo.

As diferenças básicas entre eles são:

  • Técnico: curso mais rápido, de nível médio.
  • Tecnólogo: formação um pouco mais longa, de nível superior.

Existem algumas poucas opções de cursos de bacharelado em Engenharia de Segurança do Trabalho, que forma profissionais com possibilidades atuação ainda mais amplas.

Em qualquer uma delas, os aluno vai conhecer os fundamentos da área de Segurança do Trabalho e aprender as principais técnicas da profissão.

Mas há algumas diferenças importantes entre elas, que você vai conhecer a seguir.

Curso técnico em Segurança do Trabalho

O curso técnico em Segurança do Trabalho dura aproximadamente um ano e meio e pode ser encontrado com facilidade em instituições de formação profissionalizante e até em algumas faculdades.

Os estudos podem ser feitos tanto na modalidade a distância como no formato presencial tradicional.

É uma formação que, mesmo sendo de nível médio, tem alta empregabilidade e ainda oferece aos técnicos uma oportunidade real de ganhar bons salários.

O ensino técnico permite uma entrada mais rápida no mercado, além de geralmente custar menos do que um curso superior.

Mas, em relação a uma graduação, o técnico tem algumas limitações. Veja a seguir as vantagens de fazer um curso superior na área.

Curso de tecnólogo em Segurança do Trabalho

O curso de tecnólogo em Segurança do Trabalho é de nível superior e tem duração média de três anos.

É o dobro do tempo do curso técnico, mas vale a pena.

O profissional sai faculdade com um diploma de nível superior e isso abre portas para ocupar vagas mais qualificadas, fazer pós-graduações e participar de concursos públicos.

O curso é bem popular, com opções em mais de 60 faculdades pelo país.

É possível também estudar no formato a distância, com mais flexibilidade de tempo e economia.

Descubra a seguir o que se estuda no curso de Segurança do Trabalho nos dois tipos de formação.

O que se estuda em Segurança do Trabalho

Grande parte da grade curricular do curso de Segurança do Trabalho é voltada ao aprendizado das principais técnicas e procedimentos da área.

Mas há também matérias sobre Administração, Saúde, Ergonomia, Direito e Psicologia.

É uma área para quem gosta de trabalhar com pessoas, o tempo todo.

A gente separou alguns exemplos de grade curricular de cursos técnicos e tecnólogos.

Confira as diferenças e semelhanças a seguir.

Curso técnico em Segurança do Trabalho

  • Administração Aplicada
  • Ergonomia
  • Ética e Cidadania
  • Informática Aplicada
  • Matemática e Estatística
  • Saúde do Trabalhador
  • Tópicos de Segurança do Trabalho
  • Empreendedorismo
  • Gerenciamento de Riscos
  • Higiene e Segurança no Trabalho
  • Normas e Legislação
  • Organização Industrial
  • Segurança em Instalações Industriais
  • Investigação de Acidentes
  • Prevenção e Combate A Incêndios
  • Proteção ao Meio Ambiente
  • Saúde e Segurança em Setores Específicos
  • Sistemas de Gestão

Curso de tecnólogo em Segurança do Trabalho

  • Auditoria
  • Computação e Informática
  • Controle da Qualidade
  • Desenho Técnico
  • Doenças Ocupacionais
  • Ergonomia e Segurança do Trabalho
  • Gerenciamento de Riscos
  • Gestão Ambiental e Responsabilidade Social
  • Gestão de Pessoas
  • Gestão e Segurança na Construção Civil
  • Gestão e Segurança no Ambiente Hospitalar
  • Higiene e Segurança no Trabalho
  • Investigação de Acidentes
  • Laudos e Perícias
  • Legislação e Ética Profissional
  • Metodologia de Pesquisa
  • Normas e Legislação
  • Organização Industrial
  • Prevenção e Combate a Incêndios
  • Primeiros Socorros
  • Probabilidade e Estatística
  • Projeto Integrado de Segurança em Ambientes Laborais
  • Psicologia do Trabalho
  • Química Aplicada
  • Saúde do Trabalhador
  • Segurança e Medicina do Trabalho
  • Segurança em Instalações Industriais

Lembre-se sempre de que a grade curricular pode mudar de faculdade para faculdade. O ideal é consultar as disciplinas na instituição onde você quer estudar.

O que faz o profissional de Segurança do Trabalho

O profissional de Segurança do Trabalho, seja ele técnico ou tecnólogo, tem a missão de inspecionar as instalações físicas e equipamentos de uma empresa a fim de certificar de que está tudo dentro das normas e leis brasileiras de segurança.

Ele também está sempre de olho em fatores de risco, especialmente em locais mais perigosos – como chão de fábrica, laboratórios, hospitais e canteiros de obra, por exemplo – e propõe ações para evitar acidentes e problemas de saúde.

O profissional de Segurança do Trabalho pode ainda:

  • Implementar e gerenciar modelos de segurança do trabalho
  • Desenvolver pesquisas e testes na área
  • Coordenar equipes
  • Propor políticas de segurança no espaço de trabalho
  • Acompanhar vistorias, perícias e auditorias

Hoje o Brasil conta com mais de 340 mil profissionais na área, mas esse número ainda não é suficiente para suprir toda a demanda que se abriu com a expansão do parque industrial e comercial no país.

As vagas de emprego se multiplicam em empresas e indústrias de diversos campos de atuação, como:

  • Hospitais
  • Empresas públicas e privadas da construção civil, aviação, mineradoras, petrolíferas, etc.
  • Instituições de ensino
  • Aeroportos
  • Portos
  • Consultorias
  • Comércio

Onde estudar Segurança do Trabalho

Como a gente já disse, os cursos técnicos de Segurança do Trabalho podem ser facilmente encontrados em instituições de ensino profissionalizante, como o Senac. Dê uma olhada nas opções próximas a você.

Os superiores também são fáceis de serem encontrados, especialmente nas faculdades particulares.

O segredo, nesse caso, é verificar se a faculdade escolhida é reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC).

Isso assegura que o seu diploma será bem visto e bem aceito no mercado de trabalho.

Para não ter erro, listamos algumas faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC onde você encontra o curso em diversos formatos e com toda a infraestrutura necessária para turbinar a carreira.

Conheça:

Nas faculdades que listamos acima você encontra facilidades como ProUni, FIES, parcelamentos, descontos e convênios variados.

Veja também:

Qual é o salário de Segurança do Trabalho?

Está pensando em entrar na área de Segurança do Trabalho? Vai de curso técnico ou de tecnólogo? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin