dcsimg

Ciências Aeronáuticas

Descubra quais as possíveis áreas de atuação para quem se forma em Ciências Aeronáuticas e veja onde estudar!

engenharia-aeronautica

A aviação civil tem vivido um bom momento nos últimos anos. Segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), o Brasil deve se tornar o quinto maior mercado mundial em transporte aéreo até o final de 2030.

O poder aquisitivo da sociedade aumentou e utilizar aviões como meio de transporte ficou mais acessível para boa parte da população. O aumento da procura por este serviço tornou mais favorável o mercado de trabalho para quem se forma em  Ciências Aeronáuticas.

Profissionais especializados nesta área podem atuar na pilotagem de aeronaves e helicópteros, na gestão aeroportuária, na manutenção de aeronaves ou aeroportos, realização de inspeções e muito mais.

Saiba mais sobre a carreira de Ciências Aeronáuticas, as principais áreas de atuação destes profissionais e onde estudar esta graduação!

Áreas de atuação para profissionais especializados em Ciências Aeronáuticas

Quem faz o curso superior de Ciências Aeronáuticas pode seguir três principais caminhos de carreira:

1. Condução de Aeronaves

Para pilotar aviões ou helicópteros é preciso dominar conhecimentos técnicos relacionados ao tipo da aeronave e as características específicas de sua condução.

O comandante deve conhecer sobre os modernos sistemas de navegação, saber traçar o plano de voo e analisar as condições meteorológicas, assim como entender sobre a legislação do transporte aéreo.

Esse profissional encontra mercado em áreas como:

  • Companhia aérea nacional ou internacional
  • Transporte aéreo de cargas (doméstico ou internacional)
  • Táxi aéreo
  • Aviação executiva
  • Aviação agrícola
  • Piloto de ensaio
  • Piloto lançador de paraquedistas
  • Rebocador de planador

Quem se forma em Ciências Aeronáuticas pode atuar como piloto ou copiloto, desde que escolha um curso com esta habilitação e  conclua outras qualificações. Devido às exigências de órgãos como a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), para obter a licença de piloto é obrigatório passar por uma série testes específicos para esta função, além de comprovar horas de voo acumuladas.

Existe um curso superior de tecnólogo em Pilotagem Profissional de Aeronaves, com duração média de dois anos.

2. Administração de Empresas de Transporte Aéreo

Quem quiser trabalhar na área de transporte aéreo, principalmente em cargos de supervisão, coordenação e gestão, precisa conhecer a fundo aspectos técnicos, operacionais e de legislação. Afinal, trata-se de um segmento de imensa complexidade, no qual uma pequena falha pode impactar a vida de muitas pessoas.

Alguns dos cargos relacionados a essa área são:

  • Operador de atendimento aeroviário
  • Despachante operacional de voo
  • Gerente de Aeroporto
  • Supervisor de Aeroporto

Os profissionais das Ciências Aeronáuticas que trabalham na gestão de empresas de transporte aéreo podem realizar funções como:

  • Aprimorar condições de segurança e qualidade em processos de aviação civil.
  • Gerenciar recursos humanos e materiais em empresas do setor.
  • Promover mudanças tecnológicas ligadas aos serviços de aviação.
  • Planejar serviços e implementar atividades em aeroportos, companhias aéreas, fabricantes de aeronaves, etc.

É possível fazer uma faculdade em apenas dois anos para entrar neste mercado de trabalho: o curso de Tecnólogo em Transporte Aéreo. Para obter o diploma, o tecnólogo precisa cumprir as exigências da ANAC e demais órgãos reguladores.

3. Manutenção de Aeronaves

O setor de manutenção atua diretamente na reparação das aeronaves e controla todos os processos ligados ao funcionamento dessas máquinas.

É um campo muito complexo, pois cada aeronave possui milhares de sistemas que trabalham interligados e qualquer falha pode provocar a queda da aeronave. Isso significa que o controle das manutenções deve sempre ser realizado de maneira rígida cumprindo rigorosamente os padrões de qualidade.

Esses profissionais podem ser contratados por empresas aéreas, aeroportos ou oficinas homologadas e estão capacitados a gerenciar equipes que fazem a manutenção de materiais e equipamentos utilizados no setor, bem como trabalhar com diferentes tipos de motores de aviões e helicópteros.

Quem se interessa pela área pode fazer um curso superior de dois anos, o Tecnólogo em Manutenção de Aeronaves. Para obter o diploma, o tecnólogo precisa ser aprovado em testes específicos aplicados pelos órgãos reguladores da aviação civil, de acordo com a categoria em que pretende atuar.

Como se especializar em Ciências Aeronáuticas

Para obter uma formação completa em todas as áreas de atuação das Ciências Aeronáuticas existe a opção do bacharelado, que dura em média 4 anos e recebe os nomes de:

  • Aviação Civil
  • Ciências Aeronáuticas

Trata-se de um curso mais voltado para aspectos de gestão e segurança.

Se você já sabe em qual área das Ciências Aeronáuticas deseja atuar e tem pressa para entrar no mercado de trabalho, pode optar por um curso de tecnólogo, que possui uma duração menor que o bacharelado e é focado em uma área específica. No caso das Ciências Aeronáuticas é possível encontrar cursos tecnológicos em:

  • Manutenção de Aeronaves
  • Pilotagem Profissional de Aeronaves
  • Transporte Aéreo

Se você é militar, tem ainda a opção de realizar um dos cursos tecnológicos oferecidos exclusivamente pela Aeronáutica. São eles:

  • Comunicações Aeronáuticas
  • Gerenciamento de Tráfego Aéreo
  • Meteorologia Aeronáutica

Algumas das principais faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem cursos voltados às Ciências Aeronáuticas são:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Curso de Engenharia Aeronáutica

Você tem interesse em seguir carreira na área de Ciências Aeronáuticas? Pretende fazer um curso de bacharelado ou de tecnólogo? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin