dcsimg

Saiba como virar escritor

O trabalho de escritor exige disciplina, criatividade e conhecimento. Veja como construir sua carreira para aumentar as chances de sucesso no mercado!

Cursos para quem gosta de escrever

A possibilidade de conquistar o reconhecimento do público com uma obra de sucesso atrai muita gente para a carreira de escritor.

A profissão não é regulamentada. Qualquer pessoa, mesmo sem ter feito uma faculdade, pode escrever textos ou livros e obter renda a partir da venda ou do uso destes materiais.
A perspectiva é tentadora, mas a concorrência por um lugar ao sol neste setor é grande!

Por isso é importante conhecer de perto a realidade da profissão e qual a melhor forma de se preparar para garantir seus diferenciais no mercado.

Entenda melhor o trabalho de escritor e saiba quais faculdades você pode cursar para turbinar sua carreira!

A profissão de escritor

A profissão de escritor é reconhecida no Brasil e integra a Classificação Brasileira das Ocupações (CBO). No entanto, não é uma profissão regulamentada. A diferença é que as profissões regulamentadas podem contar com direitos e garantias estabelecidas por lei, como piso salarial e jornada de trabalho definidos. Existe um projeto tramitando no Senado, desde 2011, que pede a regulamentação desta carreira.

Os escritores profissionais podem produzir obras literárias (romances, contos, poesias), peças de teatro ou até mesmo roteiros para cinema e TV. Estas obras podem ser de ficção ou documentais (que retratam acontecimentos reais). Os escritores podem trabalhar ainda com adaptação de textos para diferentes formatos e tradução de obras escritas em outros idiomas. Outro segmento que contrata escritores é o de produção de materiais didáticos.

Como virar escritor

Não é tão simples assim entrar nesta profissão. Gostar de ler e escrever, saber compor um texto de forma correta e criativa são requisitos básicos. Mas é preciso muito mais para se dar bem nesta carreira.

Experiência, domínio da Língua Portuguesa e conhecimento do mercado literário são diferenciais super importantes para quem pretende viver como escritor.

Por isso, se você está pensando em investir nesse ramo, é importante fazer algumas reflexões: Qual gênero pretende seguir? Qual público pretende atingir? E as suas ideias, já colocou no papel? Há um longo caminho entre o desejo de ser escritor e o primeiro passo oficial desta carreira, que é quando você tem uma obra pronta para submeter à avaliação de uma editora, por exemplo.

O estudo e a prática fazem toda a diferença pra quem quer virar um escritor. E apesar de não ser requisito obrigatório, cursar uma faculdade garante uma base de conhecimento fundamental para chegar com mais segurança ao mercado e exercer esta profissão com sucesso!

Os cursos que formam escritores

Os cursos superiores de Letras e Jornalismo são os mais indicados para quem quer se tornar escritor profissional. Eles proporcionam o estudo de disciplinas teóricas ligadas à literatura e o exercício prático do trabalho de redação, com diferentes tipos de texto. Conheça as principais características destes cursos superiores que podem alavancar sua carreira de escritor:

Letras

O Bacharelado em Letras tem duração média de 3 a 4 anos. É uma formação muito acessível. O curso é oferecido por centenas de universidades no Brasil nas modalidades de ensino presencial ou a distância. Esta graduação é bastante teórica, exige muita leitura, interpretação e análise de obras literárias de estilos variados.

Existem diferentes tipos de graduação em Letras. É possível estudar apenas a Língua Portuguesa ou se especializar em outro idioma. Seja qual for o tipo de curso que você escolher, é preciso fazer estágio e apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) ao final da graduação.

Vejas algumas das disciplinas mais comuns do curso de Letras:

  • Estudo da Língua Portuguesa
  • Estudos Literários
  • Fonologia
  • Gramática
  • Língua e Cultura
  • Literatura
  • Poesia
  • Prosa
  • Semântica
  • Tópicos de Escrita
  • Tópicos do Romance

Jornalismo

O Bacharelado em Jornalismo dura, em média, quatro anos. As universidades oferecem esta graduação de forma presencial. O curso prepara o profissional para transmitir informações em diferentes meios de comunicação. Os alunos aprendem a escrever textos em diversos formatos e também adquirem uma visão mais crítica da sociedade e dos acontecimentos. É uma formação que mistura teoria e prática e proporciona experiências importantes para quem pretende escrever de forma profissional.

No curso de Jornalismo o estágio geralmente não é obrigatório, mas é necessário defender um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para se formar.

Confira algumas disciplinas oferecidas nesta formação:

  • Comunicação e Expressão Oral
  • Fotografia
  • Leitura e Produção de Texto
  • Linguística
  • Metodologia de Pesquisa
  • Tecnologias em Comunicação
  • Telejornalismo
  • Teoria da Comunicação
  • Radiojornalismo
  • Redação Jornalística
  • Reportagem, Pesquisa e Entrevista

Onde estudar

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Letras:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Jornalismo:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também

Curso de Letras

Você pretende seguir a profissão de escritor? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin