dcsimg

Museologia

Conheça a profissão de Museologia, entenda o que faz um especialista nesta área e saiba onde estudar para se tornar um museólogo!

Artes Plásticas

A Museologia estuda as relações entre a sociedade e seu patrimônio. É a ciência que se ocupa da conservação, organização e promoção de acervos, que podem ser artísticos, históricos, científicos, culturais e até mesmo coleções particulares.

O museólogo é um profissional que atua na área de cultura e patrimônio e tem suas atividades voltadas à investigação, preservação e comunicação dos bens culturais materiais (como pinturas, esculturas ou construções) e imateriais (como tradições ou folclore).

Entenda um pouco mais sobre a profissão em Museologia, qual o perfil deste profissional e saiba onde estudar para se especializar nesta área!

Sobre Museologia

Ao contrário do que muitos possam pensar, o museólogo não trabalha apenas em museus. Suas atividades estão ligadas ao patrimônio cultural produzido pelo homem, como por exemplo: obras arquitetônicas, tradições populares, monumentos, manifestações artísticas, folclore, etc.

O museólogo tem como principais objetivos preservar e expor peças de valor histórico, cultural ou científico, e transmitir conhecimentos através de ações culturais envolvendo o acervo destas peças.

O curso de Museologia ainda não é muito conhecido. São poucas as instituições de ensino no Brasil que oferecem esta graduação e também são poucos os profissionais formados por ano nesta área.

A formação de nível superior em Museologia prepara profissionais com uma boa base de conhecimentos em História da Arte e História Geral. Além disso, o estudante aprende sobre a gestão de museus, conservação de acervos, documentação museológica, catalogação de peças e muito mais. É imprescindível que um profissional especializado em Museologia tenha interesse por história, cultura e artes, seja meticuloso e organizado.

Dentre as possíveis áreas de atuação de um museólogo, destacamos as seguintes:

Aquisição de obras

O museólogo é responsável por estabelecer políticas de aquisição de obras para compor o acervo de uma instituição ou para montar uma exposição.

Ele entra em contato com outros museus, empresas, instituições ou colecionadores particulares e cuida da documentação necessária para o empréstimo, venda ou permuta de obras.

Administração de Espaços Culturais

O museólogo se envolve em todas as questões relacionadas com o planejamento, execução e coordenação das atividades realizadas nestes espaços. Algumas de suas principais atividades são:

  • Planejar e gerenciar os serviços educativos e atividades culturais da instituição.
  • Executar todas as atividades necessárias para o funcionamento do museu.
  • Definir o espaço adequado à apresentação ou armazenamento das coleções.

Organização de Exposições

O museólogo seleciona as peças que farão parte da exposição, coleta informações relacionadas a elas e determina a melhor maneira de dispor e apresentar as obras.  Para isto ele leva em consideração o perfil do público, o local e o tipo de instalação onde a exposição ocorrerá.

Conservação e Restauração

O museólogo preocupa-se com a conservação das obras quando estão guardadas, expostas ou sendo transportadas. Ele define e controla as condições do ambiente (como a incidência de luz, temperatura e umidade), a maneira como as obras são armazenadas e o tipo de embalagem adequada para o transporte seguro das peças.

Ele também avalia as obras e identifica quais necessitam de restauração.

Documentação e Catalogação

A organização do acervo é a principal atividade desta área da Museologia. Aqui o museólogo identifica, numera e fotografa as peças, controla a entrada e saída de cada item, realiza perícias para identificar o valor histórico, científico ou artístico de bens e averigua sua autenticidade.

Também faz parte de seu trabalho solicitar o tombamento de bens culturais, ou seja, o reconhecimento do valor histórico ou cultural desses bens e transformação deles em patrimônio.

Memória Empresarial

O museólogo pode trabalhar em empresas públicas ou privadas organizando seus acervos. Ele atua pesquisando e recuperando documentos e a história da instituição. Suas atividades englobam realizar um levantamento do acervo para então catalogar e inventariar cada peça ou documento.

Mercado de trabalho para Profissionais de Museologia

A profissão de museólogo é regulamentada e, para exercer suas atividades, o profissional deve se cadastrar no Conselho Regional de Museologia (COREM) do estado onde trabalha.

Além de atuar em museus de diversos tipos, como arqueológicos, etnográficos, de história e arte, de ciência e tecnologia ou comunitários, o museólogo encontra oportunidades de emprego junto a órgãos culturais e educacionais. Veja alguns exemplos:

  • Centros de memória
  • Fundações culturais
  • Galerias de arte
  • Universidades
  • Planetários
  • Institutos de pesquisa
  • Centros de documentação e informação
  • Antiquários
  • Parques e reservas ambientais
  • Bibliotecas
  • Coleções públicas e particulares
  • Sítios históricos e arqueológicos

Algumas instituições públicas realizam concursos para museólogos, como é o caso do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e de algumas universidades.

Como se especializar em Museologia

O curso superior em Museologia é do tipo bacharelado e tem duração média de 4 anos. São poucas as instituições de ensino credenciadas pelo MEC que oferecem esta graduação. Ao todo, no País, existem apenas 16 universidades que possuem o bacharelado em Museologia. Confira algumas delas:

Profissionais com diploma de curso superior em áreas afins podem optar por cursos de pós-graduação em Museologia.

Também é possível ingressar nesta carreira através de um curso técnico em Museologia que é oferecido por instituições de ensino públicas e privadas de todo País.

Veja também:

Quanto ganha um historiador?

Você acha importante preservar a história e a cultura de nossa sociedade? Gostaria de seguir carreira na área da Museologia? Compartilhe suas ideias conosco aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin