dcsimg

4 profissões em alta na área da saúde

Conheça quatro carreiras da área da saúde com grandes chances de garantir um futuro promissor!

Medicina

Os profissionais da Saúde costumam ter bons salários e um alto índice de empregabilidade.

Se por um lado o mercado de trabalho para algumas áreas está saturado nos grandes centros, no interior do País existe uma enorme carência de especialistas dos mais diversos ramos.

Além disso, pesquisas apontam algumas carreiras promissoras para quem quer trabalhar com Saúde, seja pelo potencial do mercado, aumento da expectativa de vida da população, surgimento de novas áreas do conhecimento ou mesmo falta de mão-de-obra especializada.

Se você está pensando em fazer um curso na área da Saúde, confira estas quatro profissões que estão em alta!

Biomédico

A Biomedicina é uma das áreas da Saúde mais promissoras hoje em dia. É uma profissão que se adapta bem ao futuro devido à variedade de áreas de atuação de um biomédico e da necessidade que a Medicina tem de obter respostas para o diagnóstico e tratamento de doenças.

Existem mais de 30 diferentes áreas de atuação para um biomédico reconhecidas pelo Conselho Federal de Biomedicina (CFBM). Dentre elas, a que concentra mais profissionais é a de Análises Clínicas, mas quem se forma em Biomedicina pode trabalhar ainda com banco de sangue, diagnóstico por imagem, reprodução humana, genética, radiologia e muito mais.

Esta profissão tem ganhado muito destaque no mercado de trabalho, principalmente no que diz respeito ao estudo de células-tronco e genética. A área da Biomedicina Estética tem crescido bastante nos últimos anos e clínicas, SPAs, salões e outros estabelecimentos voltados à beleza têm contratado biomédicos.

Segundo um levantamento realizado pelo site de empregos Catho, o salário do Biomédico cresceu 12% em 2015 se comparado com o ano anterior. A procura por este profissional também aumentou e, conforme informações do Conselho Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o aumento nas admissões de biomédicos é da ordem de 19%.

Cirurgião Plástico

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o Brasil é o segundo país do mundo em número de cirurgias plásticas. São realizados mais de 900 mil procedimentos por ano! Este número fica abaixo apenas dos Estados Unidos.

A estimativa é que exista um cirurgião plástico para cada 44.000 habitantes. Apesar de especialistas considerarem esse número elevado, a busca por cirurgias estéticas tem aumentado muito e não falta emprego para este médico.

Além disso, o cirurgião plástico tem a maior média salarial do país, em torno de R$ 18 mil mensais.

Gerontólogo

O aumento da expectativa de vida dos brasileiros faz com que a população de idosos seja cada vez maior. Com isto, o mercado de trabalho para profissionais que se dedicam a melhorar a qualidade de vida da terceira idade é bastante promissor.

A Gerontologia é apontada como uma das profissões do futuro e, aos poucos, vem atraindo cada vez mais a atenção de jovens estudantes.

É importante não confundir o trabalho do gerontólogo com o do médico geriatra. Enquanto o geriatra estuda e trata as doenças presentes em idosos, quem faz a faculdade de Gerontologia lida com os processos de envelhecimento e busca atender às necessidades físicas, emocionais e sociais de quem já chegou à terceira idade.

O profissional desta área pode vir de outros segmentos da Saúde. Existem médicos e fisioterapeutas, por exemplo, que fazem especialização em Gerontologia para atuarem em espaços que cuidam de idosos.

As projeções para o futuro são otimistas para profissionais desta área. A previsão é que até 2025 o Brasil será o sexto país em população idosa. Isto faz com que o mercado de trabalho para os gerontólogos cresça ainda mais.

Enfermeiro

A carreira em Enfermagem é promissora devido à alta taxa de empregabilidade de quem se forma na área. Muitos dos profissionais em atuação hoje não possuem formação superior e trabalham como técnicos e auxiliares. Isto faz com que os enfermeiros graduados sejam bastante disputados no mercado de trabalho.

Para um bom atendimento à população, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda pelo menos dois enfermeiros para cada mil habitantes. Segundo o último censo realizado pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), o coeficiente de enfermeiros por habitantes no Brasil ainda é de 1,43.

Um dos setores que contrata muitos enfermeiros é o de home care. Os serviços de atendimento domiciliar para pacientes crescem cerca de 5% ao ano em todo o País. Um levantamento realizado pelo Núcleo Nacional das Empresas de Serviços de Atenção Domiciliar (Nead), aponta que o número de empresas que oferecem o serviço de home care vem aumentando e o faturamento do setor já ultrapassa os R$ 10 bilhões.

A previsão é de que o setor continue crescendo devido ao aumento da expectativa de vida da população.

Onde estudar

Além de escolher uma carreira que está em alta, uma das formas de garantir um bom emprego é fazer uma faculdade de qualidade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Confira algumas universidades credenciadas pelo MEC que oferecem cursos que estão em alta na área da Saúde:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Veja 9 profissões para quem gosta de ajudar as pessoas.

Você está buscando uma carreira na área da Saúde? Ficou interessado em alguma das profissões apresentadas neste artigo? Compartilhe suas opiniões conosco aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin