dcsimg

Quanto ganha um Piloto de avião?

Descubra o salário inicial do piloto de avião e até quanto esse profissional pode ganhar

engenharia-aeronautica

O piloto de avião pode optar por seguir a carreira civil ou militar. Na aviação civil, o piloto pode atuar no comando de aeronaves privadas ou comerciais e na aviação desportiva. Para seguir a carreira militar, é possível cursar a Escola Preparatória de Cadetes do Ar ou entrar na Academia da Força Aérea.

Não é necessário ter formação superior para seguir a carreira de piloto de avião, mas há uma série de treinamentos teóricos e práticos exigidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para obter a licença.

Salário Mínimo Profissional do Piloto de Avião

Segundo o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), o piso salarial dos pilotos de avião varia de acordo com a função e o ramo de atividade (aviação regular, aviação agrícola ou táxi aéreo):

Piso salarial de Pilotos da Aviação Regular:
Copiloto: R$ 3.484
Comandante: R$ 4.119

Piso salarial do Piloto da Aviação Agrícola: R$ 1.833,11

Piso salarial de Pilotos de Táxi Aéreo
Comandante bi-motor: R$ 2.950
Comandante mono-motor: R$ 1.966
Co-piloto: R$ 1.378

O salário dos pilotos de avião, na prática, pode ser bem maior do que o fixo definido no piso salarial, mesmo para profissionais iniciantes. Isso porque esses profissionais podem receber uma série de extras em seu rendimento. Adicional noturno, periculosidade, horas de voo, horas de reserva, diárias e adicionais para voos em domingos e feriados são alguns dos fatores que podem incrementar o salário de um piloto de avião.

Considerando os adicionais da categoria, o salário inicial de um piloto de avião de linha aérea que atua em voos nacionais é de aproximadamente R$ 5.000 e pode chegar a mais de R$ 25.000 para comandantes de voos internacionais.

Média salarial do Piloto de avião

O salário de um piloto de avião varia de acordo com o porte da empresa aérea onde trabalha, o tempo de experiência, o tipo de voo (nacional ou internacional) e o tipo de aeronave (helicóptero, avião comercial, avião agrícola, táxi aéreo).

De acordo com levantamento feito pelo site de empregos Catho, um piloto de avião no Brasil ganha entre R$ 2.500 e R$ 12.000, com média salarial nacional de R$ 3.899 na aviação comercial.

Já os profissionais da aviação executiva, que pilotam jatos privados de pessoas físicas ou empresas, pode receber um salário de até R$ 30.000.

Sobre a carreira de Piloto de avião

Entre as principais atividades do piloto de avião, podemos citar:

  • Realizar voos domésticos ou internacionais
  • Realizar pousos e decolagens
  • Participar de treinamentos e submeter-se a exames regulares
  • Zelar pela segurança dos passageiros, tripulantes e/ou carga
  • Receber e seguir as orientações da torre de comando

O piloto de avião pode seguir carreira militar ou civil:

  • Piloto militar: tem formação em academias militares e geralmente pilota aeronaves de uso militar, como caças, aviões de transporte de tropas e bombardeiros, por exemplo. Também pode ser recrutado para pilotar aeronaves civis, como aviões presidenciais.
  • Piloto civil: pode ser comandante ou copiloto de companhia aérea nacional ou internacional, piloto de avião de carga internacional ou doméstico, piloto de táxi aéreo, piloto da aviação executiva, piloto de aviação agrícola, instrutor de voo, piloto de ensaio, piloto lançador de paraquedistas, ou rebocador de planador.

A profissão de piloto de avião não exige diploma de nível superior (faculdade), mas é necessário passar por uma série de treinamentos teóricos e práticos e exames específicos para cada uma das categorias determinadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).  Saber outros idiomas é fundamental para quem pretende seguir a carreira internacional.

Para seguir carreira como piloto de avião comercial é preciso ter no mínimo 18 anos, ensino médico completo e já ter uma licença de piloto de avião privado. Em seguida, o profissional passa por uma formação para pilotos comerciais, que inclui uma parte teórica e uma parte prática. O curso teórico de piloto comercial dura em média quatro meses e, depois disso, é preciso completar 150 horas de voo em escola homologada, passar nos exames médicos e provas da Anac  para obter a licença de voo comercial.

Para obter a licença de piloto de linha aérea, é necessário ter no mínimo 21 anos, licença de piloto comercial e pelo menos 1.500 horas de voo.

Tanto os cursos como a prática de voo costumam ser caros e muitas vezes o profissional leva anos para cumprir todas as exigências para pilotos de linhas aéreas. Ao passar pelas primeiras categorias de piloto privado e piloto comercial, o profissional já pode atuar em determinados segmentos.

Apesar da alta concentração da aviação comercial brasileira, com 4 empresas (TAM, Gol, Avianca de Azul) representando 99,29% do mercado, a carreira de pilotos de avião está em alta e os salários são atrativos, principalmente no ramo da aviação executiva.
Segundo estudos da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), até 2020 serão construídos mais 73 aeroportos no país e criados mais 660 mil empregos no setor da aviação, incluindo novas vagas para piloto de avião.

Veja também:

Engenharia Aeronáutica

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin