dcsimg

As 10 especialidades médicas mais bem pagas

Descubra as áreas da Medicina que oferecem os maiores salários!

Medicina

Que médicos costumam ganhar bem, todo mundo sabe. A profissão ocupa o topo do ranking das mais bem pagas no Brasil, de acordo com levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

Em praticamente toda carreira, há uma variação de salário natural entre diferentes profissionais. Experiência, formação, capacidade, dedicação e região do País influenciam bastante na remuneração.

Na Medicina não é diferente. Com um detalhe: médicos com a mesma formação, experiência, capacidade, dedicação e região podem ganhar salários bem diferentes, dependendo da especialidade.

Existem mais de 50 especialidades médicas reconhecidas pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) brasileiro, que vão desde Acupuntura até Urologia.

Conheça agora as 10 especialidades médicas mais bem pagas do Brasil!

1. Cirurgião plástico         

Corrige deformidades e lesões que comprometem funções dos órgãos através de cirurgias reparadoras. Atua também em procedimentos de caráter estético.

Média salarial: R$ 18.564

2. Cirurgião

Pode ser Cirurgião Geral ou especializado em determinadas estruturas (mão, tórax, vascular) ou tipo de paciente (pediátrica).

Média salarial: R$ 15.975

3. Ortopedista

Estuda e trata enfermidades do sistema locomotor e fraturas.

Média salarial: R$ 14.353

4. Médico Auditor Sênior

Avalia a adequação e o custo de serviços médicos prestados por entidades públicas ou privadas.

Média salarial: R$ 9.909

5. Médico Anestesista

Estuda a dor, como aliviar o sofrimento de pacientes e é responsável por aplicar anestesia em procedimentos diversos.

Média salarial: R$ 9.849

6. Dermatologista

Estuda a pele e suas doenças.

Média salarial: R$ 9.058

7. Hematologista

Estuda os elementos do sangue e a produção deles pelo corpo humano.

Média salarial: R$ 9.025

8. Mastologista

Estuda doenças das mamas.

Média salarial: R$ 8.999

9. Oncologista (Cancerologista)

Estuda e trata tumores malignos ou câncer.

Média salarial: R$ 8.912

10. Colonoscopista

Avalia a situação do intestino do paciente por meio de exames de diagnóstico por imagem.

Média salarial: R$ 8.820

Fonte: Catho/Exame

 

Importante ressaltar que muitos médicos têm mais de uma fonte de renda. Sendo assim, a remuneração real pode ser superior ao valor apresentado no ranking.

Como é a carreira em Medicina?

Para ingressar na carreira de Medicina é preciso esforço e dedicação. A primeira grande barreira a ultrapassar é o processo seletivo para entrar na faculdade. Seja no Vestibular, no Programa Universidade para Todos (ProUni) ou no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o curso está sempre entre os mais disputados.

Em seguida, o estudante precisa encarar seis anos de graduação em período integral. A rotina é pesada e nos últimos anos do curso o estudante entra em regime de internato, quando passa a maior parte do tempo praticando em hospitais o que aprendeu nas disciplinas do curso.

Ao se formar em Medicina, o profissional ganha o título de Clínico Geral. Para exercer a profissão, além de ter um diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), o médico precisa obter o registro junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM) de seu estado.

O título de especialista só vem depois de pelo menos dois anos de residência médica ou pós-graduação reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). Ou seja, para exercer uma especialidade médica, são pelo menos oito anos de estudo.

O esforço, no entanto, vale a pena. Além de ter a maior média salarial do País, Medicina também é o curso com maior índice de empregabilidade.

Onde estudar Medicina

O curso de Medicina pode ser encontrado em instituições públicas e privadas de todas as regiões do Brasil.

Conheça algumas das principais faculdades de Medicina reconhecidas pelo MEC:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Infográfico

Veja também:

Qual é o salário de Medicina?

O que achou das especialidades médicas mais bem pagas? Pretende seguir alguma? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin