dcsimg

Qual é o salário de Serviço Social?

Você sabe qual o salário de Serviço Social? Veja quanto ganha um profissional desta área e como está o mercado de trabalho!

ciencias-sociais-1

O Serviço Social atua em defesa dos direitos humanos e procura garantir o acesso igualitário da população à saúde básica, educação, previdência social, assistência e cultura.

A profissão cresceu muito nos últimos anos, impulsionada pelo fortalecimento de programas de assistência básica à população e a criação de metas de redução da pobreza. Órgãos públicos municipais, estaduais e federais das áreas de saúde, assistência e previdência social são os que mais empregam assistentes sociais no Brasil.

A demanda por este profissional também cresce em organizações não governamentais, hospitais, instituições de ensino e grandes empresas privadas.

Confira a seguir qual é o salário de Serviço Social, onde estão as melhores oportunidades e as dicas para quem quer seguir esta carreira!

Piso Salarial de Serviço Social

Embora o Serviço Social seja uma profissão regulamentada desde 1957, os profissionais da área ainda não têm um piso salarial unificado no Brasil.

Há um Projeto de Lei em tramitação na Câmara dos Deputados (PL 5278/2009)  que, se aprovado, irá estabelecer o salário mínimo do assistente social em R$ 3.720 por uma jornada de 30 horas semanais .

Para os profissionais que trabalham de forma autônoma, o Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) oferece uma tabela de referência com os valores que devem ser cobrados pelos assistentes sociais na prestação de serviços:

  • Assistente Social com Graduação: R$ 105  (a hora técnica)
  • Assistente Social com Especialização: R$ 118 (a hora técnica)
  • Assistente Social com Mestrado: R$ 149 (a hora técnica)
  • Assistente Social com Doutorado: R$ 169 (a hora técnica)

Salário Médio de Serviço Social

No Brasil, o salário médio de um assistente social é de R$ 2.245, de acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho. A remuneração para os profissionais varia entre R$ 1.485 e R$ 3.586.

Pelo Brasil, a média salarial do assistente social é bastante similar. Veja alguns exemplos:

  • Espírito Santo: R$ 2.420
  • São Paulo: R$ 2.273
  • Rio de Janeiro: R$ 2.206
  • Distrito Federal: R$ 2.128
  • Bahia: R$ 2.045
  • Paraná: R$ 2.006
  • Minas Gerais: R$ 1.915

Os setores que oferecem os melhores salários aos profissionais de Serviço Social são, nesta ordem:

  1. Saúde: média de R$ 2.407
  2. Área administrativa: média de R$ 2.211
  3. Engenharia: média de R$ 2.197
  4. Educação: média de R$ 2.110
  5. Sindicatos, associações e ONGs: média de R$ 2.108

Na lista acima há uma curiosidade: como um assistente social pode trabalhar em uma empresa de Engenharia?

Nas empresas privadas – especialmente as grandes – o assistente social atua no departamento de Recursos Humanos, em equipes de Responsabilidade Social, ajudando a definir e executar as políticas de relacionamento entre a instituição, os funcionários e a sociedade.

Outros cargos desempenhados por assistentes sociais no Brasil em empresas têm as seguintes médias salariais:

  • Gerente de Responsabilidade Social: R$ 6.368
  • Coordenador de Responsabilidade Social: R$ 5.677
  • Supervisor de Responsabilidade Social: R$ 4.767
  • Analista de Responsabilidade Social (com experiência): R$ 4.593
  • Coordenador de Projeto Social: R$ 3.335
  • Consultor de Responsabilidade Social: R$ 3.166
  • Analista de Serviço Social: R$ 3.030
  • Articulador Social: R$ 2.276

Melhores Oportunidades em Serviço Social

Os hospitais têm oferecido bons salários aos assistentes sociais. Neles, os profissionais trabalham no amparo aos doentes e seus familiares, orientando também sobre como obter tratamento e medicamentos junto ao Governo.

As grandes empresas também têm buscado cada vez mais profissionais de Serviço Social para atuarem no departamento de Recursos Humanos, oferecendo salários bem acima da média nacional.

Veja alguns exemplos retirados de sites de emprego com vagas para assistentes sociais:

  • Hospitais: entre  R$ 4.600 e R$ 8.100
  • Empresas de Engenharia: entre  R$ 5.200 e R$ 9.000
  • Empresas Públicas: média de R$ 4.100

Concursos Públicos para Profissionais de Serviço Social

A maioria dos assistentes sociais brasileiros trabalha no setor público. Os concursos oferecem remunerações variadas e são realizados com frequência na maioria das cidades brasileiras. Alguns têm vagas com valores mais altos do que as médias salariais de empresas privadas.

Veja exemplos de concursos realizados recentemente com vagas para assistentes sociais:

  • Prefeitura de Itaguajé (PR): R$ 4.925
  • Prefeitura de Lajes (RN): R$ 1.800
  • Instituto de Previdência do Município de Osasco (SP): R$ 3.500
  • Tribunal de Justiça de São Paulo: R$ 4.069
  • Prefeitura de Fraiburgo (SC): R$ 2.250
  • Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Estado da Bahia: R$ 2.281

Sobre a Carreira  de Serviço Social

O Brasil tem 120 mil profissionais de Serviço Social registrados no Conselho Federal de Serviço Social (CFESS). É o segundo país do mundo em número de assistentes sociais, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

O que explica esse número é a demanda por esses profissionais no País. Com um perfil multidisciplinar, o assistente social encontra trabalho nas áreas tradicionais de atuação – amparo às populações carentes, políticas públicas, assistência aos serviços básicos de cidadania – e, mais recentemente, na área de gestão de pessoas de grandes empresas privadas.

Mas não é só isso. O assistente social também pode trabalhar como consultor ou integrar equipes em ONGs, associações, movimentos sociais, universidades (como docente ou pesquisador), hospitais, creches, escolas, unidades de saúde e institutos técnicos.

Para atuar como assistente social, o profissional precisa fazer o curso de bacharel em Serviço Social em uma instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e obter o registro no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS).

Onde estudar Serviço Social

O curso de Serviço Social é oferecido nas principais universidades brasileiras e pode ser feito presencialmente ou a distância. A duração média é de quatro anos nas duas modalidades e o diploma obtido em um curso de Serviço Social EAD reconhecido pelo MEC vale tanto quanto o presencial.

Confira algumas das principais universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem o curso de Serviço Social:

Privadas:

Públicas:

Veja também:

Curso de Serviço Social

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin