dcsimg

Quanto ganha um Engenheiro Químico?

Descubra o salário inicial do engenheiro químico e até quanto esse profissional pode ganhar!

Quanto ganha um Engenheiro Químico?

A Engenharia Química é o ramo da Engenharia que combina conhecimentos de Química, Matemática, Computação, Física e Biologia, entre outras ciências, para elaborar projetos, implantar e operar plantas industriais, além de desenvolver novos processos químicos, biológicos ou físicos de transformação de matérias-primas.

O engenheiro químico tem um vasto campo de atuação, podendo exercer suas atividades em diversas indústrias, tais como: combustíveis, plásticos, alimentos, construção civil, medicamentos, limpeza, papel e celulose, fibras sintéticas e bebidas. Além da indústria, a formação do engenheiro químico permite que ele trabalhe em outros setores da economia, atuando em vendas, otimização de recursos, área ambiental, segurança, treinamento, gestão da qualidade e automação, só para citar alguns exemplos.

A Engenharia Química está entre as carreiras mais promissoras do Brasil, sendo que o salário de um engenheiro químico, mesmo em início de carreira, é um dos mais altos do país.

Salário Mínimo Profissional do Engenheiro Químico

De acordo a Lei 4.950-A/66, de 1966, que regulamenta a remuneração dos profissionais diplomados em Engenharia, Química, Arquitetura, Agronomia e Veterinária, a tabela salarial do profissional do engenheiro está vinculada ao valor do salário mínimo vigente e à jornada diária do profissional, independentemente do seu local de atuação.

  • Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos
  • Jornada de 7 horas: 7,25 salários mínimos
  • Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos

Média Salarial do Engenheiro Químico

A engenharia química está entre as profissões mais bem pagas do Brasil, com salários iniciais acima dos R$ 4.000,00.

A pesquisa salarial do Datafolha para a indústria lista remuneração média (na cidade de São Paulo e região metropolitana) para alguns cargos que podem ser ocupados por engenheiros químicos no setor industrial:

  • Chefia de controle de qualidade: R$ 7.599,20
  • Chefia de produção: R$ 7.220,30
  • Coordenador de projetos de sistemas: R$ 10.037,40
  • Supervisor de engenharia: R$ 9.639,60
  • Gerente de controle de qualidade: R$ 12.207,10
  • Gerente industrial: R$ 13.376,50
  • Gerente de planejamento e controle de produção: R$ 12.684,70
  • Gerente de engenharia e projetos: R$ 15.229,60
  • Diretor industrial: R$ 27.182,60

Já Tabela Salarial da consultoria Robert Half publicada na revista Exame, que leva em consideração o tempo de experiência do profissional e o porte da empresa contratante, temos os seguintes exemplos de salário médio para cargos ocupados por engenheiros químicos:

Engenheiros com 3 a 5 anos de experiência em empresas de pequeno e médio porte:

  • Diretor de Supply Chain: R$ 21.000,00 a R$ 30.000,00
  • Diretor de Operações/Industrial: R$ 20.000,00 a R$ 40.000,00
  • Gerente de Produção: R$ 7.000,00 a 14.000,00

A mesma tabela salarial da Exame indica salários acima dos R$ 40.000,00 para engenheiros químicos com mais de dez anos de experiência, sobretudo em cargos de diretoria.

De acordo com a pesquisa salarial do site de empregos Catho, um engenheiro químico ganha em média R$ 5.465,62 e um trainee em engenharia química tem média salarial nacional de R$ 3.068,71.

Sobre a Carreira de Engenharia Química

A profissão de engenheiro químico é regulamentada no Brasil desde 1933. Para exercê-la, é necessário concluir o curso superior de engenharia química (com duração média de cinco anos) em instituição reconhecida pelo MEC e obter registro no Conselho Regional de Química da sua região.

De maneira geral, toda indústria é um campo de trabalho em potencial para o engenheiro químico. Papel e celulose, biotecnologia, cosméticos, medicamentos, alimentos, química e petroquímica, fertilizantes e defensivos agrícolas, tintas e vernizes, polímeros, fibras e cimento são alguns exemplos. Mas o engenheiro químico também é um profissional capacitado a atuar em outros setores correlatos, como o meio ambiente, segurança, gestão de resíduos e reciclagem.

Por ter uma sólida formação em disciplinas exatas e em processos, os engenheiros químicos são bastante procurados para aplicar seus conhecimentos não apenas na produção química em si, mas também em outros departamentos como:

  • Automação
  • Gestão
  • Meio Ambiente
  • Otimização
  • Processos
  • Produção
  • Produtos
  • Segurança
  • Treinamento
  • Vendas

O engenheiro químico pode ainda trabalhar como autônomo (prestando consultorias, por exemplo); prestar concurso para cargos públicos em órgãos municipais, estaduais e federais e órgãos regulatórios; ou atuar na área acadêmica, como professor ou pesquisador.

As engenharias em geral são consideradas carreiras em alta no Brasil e pesquisas da área indicam que a demanda por engenheiros continuará intensa nos próximos anos. Apesar da grande quantidade de profissionais que se formam todo ano (cerca de 38 mil engenheiros por ano) ainda se fala em escassez de mão-de-obra qualificada para atender as necessidades do mercado brasileiro.

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) prevê que o Brasil precisará formar entre 70 mil e 95 mil engenheiros por ano até o ano de 2020, quando o mercado deve demandar entre 600 mil e 1,15 milhão de profissionais da engenharia.

A indústria petrolífera se destaca entre os setores que oferecem as melhores oportunidades e maiores salários para engenheiros químicos.

De acordo com o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea) existem cerca de 33 mil engenheiros químicos em atividade no país cadastrados na entidade.

Onde estudar Engenharia Química

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Engenharia Química:

Veja também:

Engenharia Química

O que achou da remuneração do engenheiro químico? Vai seguir esta carreira? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin