dcsimg

Quanto ganha um Hoteleiro?

Você sabe quanto ganha um Hoteleiro? Conheça mais sobre a profissão, o mercado de trabalho e a média salarial!

hotel

O Hoteleiro trabalha com a operação e administração de hotéis, pousadas,  resorts, SPAs e estabelecimentos similares. Também pode atuar com promoção de eventos, hotelaria hospitalar, atenção ao cliente em shopping centers e consultoria em projetos.

O crescimento da atividade turística e a realização de grandes eventos internacionais no Brasil mantêm a profissão de Hoteleiro em alta. Há empregos em praticamente todas as regiões do País, impulsionados também por fatores como a expansão da rede de hotéis, o aumento da malha de transporte aéreo e a exploração de novas atividades de lazer.

Descubra a seguir quanto ganha um Hoteleiro, quais são os mercados mais atrativos e como se tornar um profissional da área.

Piso Salarial do Hoteleiro

Os hoteleiros não possuem um piso salarial único em todo o Brasil. Os pisos salariais são definidos de acordo com a região onde o profissional trabalha. Cada uma tem um sindicato correspondente e os valores mudam conforme as convenções coletivas e acordos definidos junto aos empregadores.

Veja alguns exemplos de piso salarial para Hoteleiro no Brasil de acordo com os sindicatos correspondentes:

  • Região do ABC Paulista: R$ 1.060
  • Goiânia (GO): R$ 868
  • Florianópolis (SC): R$ 875
  • Salvador (BA): R$ 858
  • Manaus (AM): R$ 800
  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 900

Salário Médio de um Hoteleiro

O salário médio do Hoteleiro varia de acordo com o cargo ocupado e o tempo de experiência. Essa variação pode ir de R$ 830 a R$ 11.200!

Veja alguns exemplos a seguir, extraídos do Guia de Profissões e Salários da Catho:

Gerente de Hotel

  • Mínimo: R$ 2.800
  • Média: R$ 5.148
  • Máximo: R$ 11.235

Supervisor de Hotelaria

  • Mínimo: R$ 1.400
  • Média: R$ 1.767
  • Máximo: R$ 2.800

Coordenador de Hotelaria Hospitalar

  • Mínimo: R$ 2.600
  • Média: R$ 3.738
  • Máximo: R$ 5.600

Auxiliar de Hotelaria

  • Mínimo: R$ 830
  • Média: R$ 1.169
  • Máximo: R$ 1.600

Recepcionista de Hotel

  • Mínimo: R$ 1.204
  • Média: R$ 1.226
  • Máximo: R$ 1.639

Onde estão os melhores salários para Hoteleiro

Os melhores salários para o Hoteleiro estão nas grandes redes de hotéis, no segmento de luxo e em hospitais.

Nas grandes redes hoteleiras que operam no Brasil, como Accor e Blue Tree, temos o seguinte cenário:

  • Gerente de Hotel: média de R$ 9.136
  • Gerente Geral: média de R$ 7.333
  • Coordenador: média de R$ 4.195
  • Chefe de Recepção: média de R$ 3.265
  • Gerente de Contas: média de R$ 3.248
  • Supervisor: média de R$ 2.892
  • Recepcionista Bilíngue: média de R$ 2.210
  • Atendente: média de R$1.450

Nos últimos anos os hospitais passaram a investir extensivamente em serviços similares aos de hotelaria, como acomodação e atendimento. Nesses estabelecimentos, as médias salariais são:

  • Coordenador de Hotelaria Hospitalar: de R$ 3.000 a R$ 4.000
  • Supervisor de Hotelaria Hospitalar: média de R$ 3.600
  • Assistente de Hotelaria Hospitalar: de R$ 1.000 a R$ 2.000
  • Recepcionista Bilíngue: média de R$ 1.820

No setor de eventos – outro grande empregador do hoteleiro – a média salarial é a seguinte:

  • Coordenação de Eventos: entre R$ 2.600 e R$ 4.800
  • Produção de Eventos: entre R$ 1.500 e R$ 3.500
  • Consultoria de Eventos: entre R$ 1.600 e R$ 3.700
  • Recepção de Eventos: entre R$ 900 e R$ 1.960

Concursos Públicos para Hoteleiro

Os melhores salários para hoteleiros interessados na carreira pública estão na docência de nível superior. Nas universidades públicas, os salários variam de R$ 4.177 a R$ 8.717, dependendo da titulação e experiência do candidato.

Em empresas públicas, como a Embratur e São Paulo Turismo, as vagas  oferecidas têm salários entre R$ 4.800 a R$ 5.500 para técnicos, gerentes e analistas.

Nas prefeituras de diversas cidades brasileiras, os valores vão de R$ 900 a R$ 2.500.

O Mercado de Trabalho para o Hoteleiro

O mercado de trabalho para Hoteleiro acompanha o crescimento da já consolidada indústria de turismo, negócios e receptividade no País.

A Copa do Mundo da FIFA de 2014 e as Olimpíadas de 2016 tiveram um papel fundamental na atual evolução e internacionalização do setor hoteleiro no Brasil.  No período da Copa, por exemplo, quase um milhão de diárias foram comercializadas somente nas cidades-sede do evento.

O Estado de São Paulo concentra hoje o maior volume de hotéis executivos no País, enquanto Rio de Janeiro e Bahia têm mais estabelecimentos voltados ao turismo tradicional.

O número de estabelecimentos hoteleiros também tem crescido nas regiões Sul, Nordeste e Norte, ampliando as oportunidades para os profissionais da área.

A modernização dos hospitais e a “humanização” das instalações médicas abriram novos campos de trabalho para o hoteleiro, que passou a atuar também na operação desses estabelecimentos.

Outros setores importantes para o hoteleiros:

  • Organização de eventos de negócios, feiras, exposições e convenções
  • Desenvolvimento de projetos de hotelaria
  • Cruzeiros marítimos
  • Consultoria hoteleira
  • Agências de turismo

Como se tornar um Hoteleiro

Para se tornar um Hoteleiro, há dois caminhos. O primeiro é fazer um curso de bacharelado em Hotelaria e Turismo, com duração média de 4 anos. O segundo é optar por um curso tecnológico, que dura em média 2 anos. Ambos conferem diploma de nível superior

A diferença entre eles é que o bacharelado apresenta uma visão mais ampla da profissão, enquanto o curso de tecnólogo é mais focado nas necessidades do mercado de trabalho, como contratação e coordenação de funcionários.

Os cursos podem ser feitos de forma presencial ou a distância. Como é uma área muito internacionalizada, é recomendável que o Hoteleiro fale pelo menos dois idiomas além do português, como inglês e espanhol.

Confira algumas das principais faculdades de Hotelaria e Turismo reconhecidas pelo MEC:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Curso de Hotelaria e Turismo

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin