dcsimg

Quanto ganha um Mestre de Obras?

Descubra o salário inicial do mestre de obras e até quanto esse profissional pode ganhar!

civil

O mestre de obras é um profissional do ramo da construção civil e sua função é fiscalizar e supervisionar o andamento dos trabalhos no canteiro de obras, desde seu início até a conclusão.  Apesar de não ser obrigatório ter um curso para seguir a carreira de mestre de obras, é importante estar sempre atualizado e o mercado de trabalho valoriza quem tem formação na área.

O trabalho do mestre de obras é fundamental para qualquer empreendimento de construção, pois é ele quem garante o bom andamento da obra no dia a dia, recebendo e conferindo materiais, controlando o fluxo de serviços e a qualidade de todas as etapas da construção, além de acompanhar o cronograma de entrega do empreendimento.

Com o aquecimento do setor da construção civil, faltam mestres de obras para suprir a demanda e o mercado para esses profissionais está favorável, com salários que podem ultrapassar os 10 mil reais.

Piso salarial do mestre de obras

O salário base para mestres de obras varia bastante entre os estados brasileiros, podendo ir de 1,5 mil reais até mais de 3 mil reais. A quantidade de funcionários na obra também pode influenciar o piso salarial desse profissional.

Os sindicatos que representam trabalhadores da construção civil estabelecem o piso salarial do mestre de obras em cada estado ou região, definindo também itens como seguro de vida, auxílio alimentação, cesta básica, valor da hora extra, distribuição de lucros, períodos de descanso e carga horária.

Seguem exemplos de piso salarial para mestre de obras em alguns sindicatos:

Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas

  • Piso salarial do mestre de obras: R$ 2.311,42

Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará

  • Piso salarial do mestre de obras: R$ 2.005,00

Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio de Janeiro

  • Piso salarial do mestre de obras: R$ 3.300,00

Sindicato da Indústria da Construção Civil do Mato Grosso do Sul

  • Piso salarial do mestre de obras: R$ 1.664,00

Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio Grande do Sul

  • Mestre de obras com até 25 subordinados: R$ 15,11 por hora
  • Mestre de obras com mais de 25 subordinados: R$ 20,36 por hora

Sindicato dos Trabalhadores na Indústrias da Construção Civil de São Paulo

  • Piso salarial para trabalhadores qualificados: R$ 1.393,01

Média salarial do mestre de obras

A média salarial do mestre de obras varia em cada estado. Em São Paulo, segundo pesquisa salarial do Datafolha para o setor de construção civil, um mestre de obras ganha entre R$ 2.791 e R$ 10.655, com média salarial de R$ 5.871 na cidade de São Paulo e Região Metropolitana.

De acordo com o site de empregos Catho, as vagas para mestres de obras pagam salário fixo entre R$ 2.865 e R$ 7.034, com média salarial nacional de R$ 4.727.

Com os adicionais da categoria, o mestre de obras pode chegar a receber um salário de mais de 11 mil reais, mais benefícios como seguro de vida, horas extras, adicional de periculosidade, vale refeição e participação nos lucros, dependendo da empresa onde trabalha, da quantidade de subordinados e do porte da obra.

O mestre de obras também pode trabalhar em órgãos públicos. A maior quantidade de vagas em concursos públicos para mestres de obras está nas prefeituras e a média salarial do mestre de obras concursado varia muito de cidade para cidade. Em Caiuá (SP), por exemplo, o concurso para mestre de obras exige ensino médio completo e paga o salário base de R$ 2.500,00, mais gratificações e adicionais, para jornada de 40 horas semanais.

Sobre a carreira do mestre de obras

Não é preciso fazer faculdade para se tornar um mestre de obras. A maior parte das vagas de emprego exige ensino fundamental ou ensino médio completo e os cursos de formação de mestre de obras são importantes para conseguir uma boa colocação, mas não obrigatórios.

Existem cursos técnicos para a formação, aperfeiçoamento e atualização de mestre de obras. Por existir uma carência grande desses profissionais no mercado, programas do governo, como o Pronatec, oferecem qualificação profissional gratuita para mestre de obras em instituições como o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). No Senai, o curso dura aproximadamente um ano e tem disciplinas de controle de produção no canteiro de obras, planejamento de serviços em obras e interpretação de projetos de edificações, entre outros.

Saber interpretar um projeto de edificações, ter facilidade com os cálculos necessários para a obra, atenção ao detalhe, senso de organização, flexibilidade, liderança, trabalho de equipe, gestão do tempo, boa comunicação, responsabilidade, conhecer as funções de todos os trabalhadores necessários para a conclusão da empreitada e experiência nas etapas que compõem uma obra são algumas das características de um bom mestre de obras.

Entre as atividades do mestre de obras, podemos citar:

  • Analisa o projeto e discute detalhes e instruções com seu superior.
  • Acompanha a execução do cronograma, controlando o trabalho da equipe.
  • Participa da instalação do canteiro de obras.
  • Controla o recebimento e o estoque dos materiais.
  • Faz a gestão dos resíduos da obra.
  • Controla a qualidade da construção em cada uma das etapas.
  • Gerencia os trabalhadores do canteiro de obras, distribuindo tarefas, remanejando o pessoal e controlando a qualidade do trabalho.
  • Faz solicitação de material necessário para o andamento da obra.
  • Soluciona problemas de execução que possam ocorrer durante a obra.

Com o aquecimento do setor de construção civil e programas do governo como PAC e Minha Casa Minha Vida, o mercado de trabalho para mestres de obras está favorável, com vagas sobrando e carência de profissionais qualificados .

Veja também:

Quanto ganha um técnico em edificações?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin