dcsimg

Quanto ganha um Web Designer?

Descubra o salário inicial do web designer e até quanto esse profissional pode ganhar!

computador

O web designer é um profissional da área de design que atua na criação e no desenvolvimento de websites, interfaces para sistemas web e páginas na internet de todo tipo, desde redes sociais e páginas de empresas até lojas virtuais.

Para realizar seu trabalho, o web designer combina diversos conhecimentos. Esse profissional precisa entender de design, usabilidade, acessibilidade, linguagens de programação para a web e técnicas para melhorar o desempenho de páginas e sites em mecanismos de busca. Sua atuação é essencialmente multidisciplinar e a carreira exige atualização constante.

Portais, produtoras de internet, departamentos de comunicação e marketing de empresas, agências de publicidade, produtoras de vídeo e grupos de mídia são alguns exemplos de setores que contratam profissionais de web design.

O mercado para web designers está aquecido e em expansão, com grande abertura de novas vagas de emprego para esses profissionais.

Salário Mínimo Profissional do Web Designer

Os webdesigners não possuem um salário mínimo profissional definido ou sindicato específico para a categoria. Alguns sindicatos, federações e associações de profissionais de áreas correlatas (como trabalhadores de processamento de dados, agências digitais e de publicidade) têm acordos coletivos e recomendações que incluem a atividade de webdesign.

É o caso do Sindicato das Empresas de Informática de Goiás, que estipula um piso salarial de R$ 1.027,20 para web designers iniciantes e de R$ 1.283,00 para web designers com alguma experiência.

Existem dois projetos de lei em tramitação relacionados à regulamentação da profissão de web designer. O PL 5487/2013 pretende regulamentar a profissão de analista de sistemas e áreas correlatas e o PL 1391/2011 tem o objetivo de regulamentar a profissão de designer.

Média salarial do web designer

O salário do web designer varia de acordo com a qualificação e experiência do profissional, o porte da empresa (ou cliente, no caso de webdesigners autônomos) e a região do País onde ele atua.

A pesquisa do site de empregos Catho indica que um web designer ganha entre R$ 1.039 e R$ 3.000, com média salarial nacional de R$ 1.787. Seguem mais alguns cargos na área de web design e a média salarial de acordo com o site Catho:

  • Estágio em Web Design: R$ 849,42
  • Web Designer Trainee: R$ 1.587,55
  • Assistente de Web Design: R$ 1.015,59
  • Analista de Web Design: R$ 2.968,82

A pesquisa da revista Info, especializada no setor de tecnologia da informação, indica a média salarial de diversos profissionais de TI na região metropolitana de São Paulo, ponderando que em outras regiões do Brasil os valores podem ser até 30% mais baixos. Segundo o levantamento da Info, o salário médio dos web designers, de acordo com a experiência é:

  • Webdesigner Júnior: R$ 4.271,00
  • Webdesigner Pleno: R$ 5.166,00
  • Webdesigner Sênior: R$ 8.770,00

Já a Bolsa de Salários do Datafolha, um pesquisa mensal realizada com empresas privadas de médio e grande porte na cidade de São Paulo e região metropolitana, apresenta uma média salarial de R$ 3.584,10 para o cargo de webdesigner, podendo oscilar entre pouco mais de R$ 1,8 mil e quase R$ 6 mil mensais.

Sobre a carreira do web designer

Como a profissão de web designer não é regulamentada,  a formação específica, seja de nível técnico ou superior, não é obrigatória para trabalhar na área. Fazer um curso técnico ou superior na área, entretanto, aumenta muito a possibilidade de conseguir uma boa colocação no mercado, seja como autônomo ou como empregado.

Existe uma série de cursos técnicos de nível médio em web design com duração aproximada de um ano. O nome do curso pode ser diferente em cada escola. Além de web design e design para a web, podem receber o título de informática para a internet, comunicação visual e multimídia.

Entre as opções de formação para web designers em nível superior, há cursos de tecnólogo, com dois anos de duração e diferentes habilitações. Sistemas para a Internet, Desenvolvimento para Web e Comércio Eletrônico, Comunicação para a Web, Criação e Desenvolvimento de Websites e Tecnologia da Informação em Web Design são algumas das opções disponíveis.

Estar sempre atualizado, tanto nos aspectos gráficos como em linguagens de programação e tendências do mercado de internet, é fundamental para os profissionais que querem se diferenciar no mercado do design para a web.

Há alguns anos entre as carreiras mais promissoras, a área de tecnologia como um todo tem vagas sobrando e bons salários. O mercado para web designers, que se encaixa na área de tecnologia e ainda tem o crescimento da internet como mais um fator de aquecimento, apresenta alta empregabilidade e remuneração interessante.

Em teoria, qualquer empresa que tenha uma página na internet precisa dos serviços do web designer. Departamentos de comunicação e marketing de empresas de todos os setores da economia (indústria, comércio, serviços), órgãos públicos e terceiro setor (ONGs, associações, sindicatos, clubes, sociedades etc.), agências de comunicação e de publicidade, agências digitais, produtoras de conteúdo e de vídeo, portais e empresas de mídia (jornais, revistas, TV) contratam web designers.

Onde estudar para ser um Web Designer

O diploma de nível superior não é obrigatório para exercer a profissão de Web Designer, mas ter uma faculdade pode aumentar o valor de mercado desse profissional. Entre as opções de graduação para quem quer ser Web Designer existe o curso de Tecnólogo em Sistemas para a Internet. Confira algumas universidades reconhecidas pelo MEC que possuem cursos na área:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Quanto ganha um programador?

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin