Conheça o curso de confeitaria e como trabalhar nessa área

Quer seguir a profissão mais doce e saborosa do mundo? Veja tudo sobre o curso de confeitaria agora mesmo!

Que tal ganhar a vida fazendo doces, bolos, tortas, bombons e brigadeiros?

Parece um sonho, mas saiba que é um desejo perfeitamente possível de realizar.

A profissão de confeiteiro está crescendo inclusive entre a galera mais jovem e conquistando mercados cada vez mais qualificados.

Mas qual a formação ideal para quem quer seguir essa carreira? A seguir, conheça o curso de confeitaria e como trabalhar na área!

O curso de confeitaria

A confeitaria seguiu os passos da gastronomia e subiu de patamar. Hoje, nenhum restaurante estrelado abre mão de ter uma confeitaria de alto nível, para oferecer aos seus clientes uma experiência sensorial inesquecível.

Quem está se especializando na produção de chocolates gourmet, pães, bolos, bombons, pudins, biscoitos, tortas e doces está sendo cada vez mais demandado, seja em estabelecimentos comerciais ou pela internet.

Outra área que tem indicado grande crescimento é o da confeitaria funcional, que transforma delícias tradicionais em alimentos de baixa caloria e alta energia para quem pratica atividades físicas ou está de dieta.

É uma área ampla, repleta de possibilidades e bastante concorrida, que tem exigido mão de obra qualificada.

Para entrar nesse mercado com o pé direito, sem pesar a mão no açúcar, é fundamental investir em uma formação sólida, de qualidade.

O curso de confeitaria ajuda a desenvolver e aprimorar técnicas de confeitaria, manejar utensílios, explorar ingredientes e elaborar diferentes tipos de pratos doces.

As aulas são bastante práticas e os estudantes vão passar algumas horas por dia nas cozinhas dos centros de formação, aprendendo as técnicas adequadas de cada preparo, bem como os procedimentos de higiene.

Prepare-se também para aprender a fazer aquelas decorações e montagens incríveis de doces e tortas que tanto enchem os olhos!

Muitos cursos têm uma pegada voltada à gestão de empreendimentos, o que é importantíssimo na área de confeitaria. Veja mais detalhes nos próximos tópicos.

Qual o melhor curso de confeitaria

O melhor curso de confeitaria é aquele que atende a três critérios básicos:

  1. Tem uma grade curricular que atende às suas expectativas.
  2. Está disponível em uma instituição conceituada no mercado de trabalho.
  3. Oferece também disciplinas de administração e gestão.

Geralmente os cursos de base, aqueles que recebem alunos sem experiência, têm cerca de um ano de duração.

Há também aqueles mais específicos de aperfeiçoamento ou de desenvolvimento de novas técnicas, voltados a quem já tem experiência com confeitaria. Esses costumam ter duração variada, podendo ir de alguns dias a meses.

Esses cursos não são de nível superior e estão disponíveis em centenas e centenas de centros de formação profissional, em confeitarias ou em workshops oferecidos pelos profissionais do setor.

Quem quiser investir em um curso mais avançado, de nível superior, pode optar por uma graduação em Gastronomia.

O curso é mais generalista e trata tanto da preparação de pratos doces quanto salgados. A duração também é curta: apenas dois anos, em média.

A grande vantagem da graduação é oferecer mais possibilidades de mercado. Gastronomia ainda tem outro diferencial importante: ensina a gerir empreendimentos no setor culinário.

Isso é essencial para quem trabalha como empreendedor individual ou tem planos de abrir o próprio negócio.

Gastronomia está disponível em um bom número de faculdades (veja ao final deste artigo) e tem a possibilidade de ser feito na modalidade a distância.

Onde o confeiteiro trabalha

O confeiteiro tem algumas áreas de atuação à sua disposição.

Confeitarias, restaurantes, hotéis, padarias e serviços de bufês são alguns dos mais comuns.

Lá, eles trabalham como confeiteiro, colocando a mão na massa, ou coordenando a equipe de produção de doces.

A indústria de produção de alimentos é outro grande empregador de confeiteiros.

Hoje, no entanto, a área mais promissora para confeiteiro é a de eventos, que inclui a produção de doces para casamentos e festas.

Muitos confeiteiros com espírito empreendedor descobriram como trabalhar de suas próprias cozinhas, em casa ou em estúdios, vendendo suas guloseimas pela internet, dando cursos e consultorias e ganhando um bom dinheiro com isso!

O salário do confeiteiro

Em média, um confeiteiro que trabalha em padarias, fábricas e doceiras ganha cerca de R$ 2.200, podendo chegar a R$ 3.000 para quem tem mais experiência.

Profissionais em início de carreira ganham entre R$ 1.300 e R$ 2.000.

Os salários explicam, em parte, porque tanta gente prefere empreender na área.

As chances de ganhar bem mais que a média são altas, mas para chegar lá é necessário desenvolver uma visão ampla administração e gestão de negócios.

Sobre o curso de Gastronomia

Gastronomia é um curso superior de tecnologia. De curta duração, pode ser encontrado em cerca de 200 faculdades pelo país, a maioria delas na rede particular de ensino.

O curso é bastante focado nas necessidades de mercado, com alta carga de atividades práticas (preparação de alimentos, produção de eventos culinários, etc.) e teóricas – voltadas para gestão de empreendimentos no ramo gastronômico.

Outro diferencial importante é a opção de estudar a distância, o que permite fazer parte do curso de casa, com mais tranquilidade. As atividades práticas acontecem presencialmente nos polos de apoio.

O estudante termina a faculdade com um diploma de nível superior válido no mercado de trabalho.

Conheça algumas faculdades de qualidade que oferecem o curso de Gastronomia:

Veja também:

Saiba o que se estuda em Gastronomia

Pensando em entrar com tudo no delicioso mundo da confeitaria? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin