Saiba tudo sobre o curso de Secretariado Executivo

Está pensando em ingressar nessa carreira? Veja como tudo funciona!

Em uma pesquisa recente, conduzida pela consultoria ManpowerGroup, ficou constatado que empresas de todo o mundo – especialmente as brasileiras, japonesas e peruanas – enfrentam dificuldades para preencher posições em cargos de apoio.

Encontrar um bom secretário executivo, portanto, tem sido uma tarefa árdua.

Isso abre uma oportunidade interessante de se dar bem numa área que cresce bastante, especialmente entre empresas de médio e grande porte.

A seguir, saiba tudo sobre o curso de Secretariado Executivo e onde encontrar as melhores faculdades para fazer seu curso o quanto antes!

O curso de Secretariado Executivo

Secretariado Executivo pode ser encontrado em grau de bacharelado ou tecnológico e tem duração que vai de três a quatro anos, dependendo da faculdade.

O curso está disponível no modelo presencial, semipresencial e a distância, todos com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

A graduação pode ser encontrada em mais de 100 faculdades pelo país, a maioria delas na rede privada de ensino.

Os nomes também podem variar: Secretariado, Secretariado Executivo Bilíngue e até Secretariado Executivo Trilíngue.

Em todos eles, no entanto, os alunos serão preparados para enfrentar o dinâmico cenário do universo corporativo.

Ao longo dos semestres, vão adquirir conhecimentos sobre gestão estratégica, negócios, direito, eventos, rotinas secretariais, administração, economia e muito mais.

Ao mesmo tempo, aprendem a gerenciar informações, agendas, correspondências, planejamento de viagens (e tudo que elas envolvem), eventos corporativos, reuniões, processos administrativos, comunicação com clientes e fornecedores e muito mais.

A ideia é formar um secretário executivo com pensamento global, capaz de antecipar-se aos fatos e estar preparado para lidar com pressões e situações inusitadas – além de, claro, tirar a rotina de letra.

Perfil de quem faz Secretariado Executivo

Que tipos de habilidades um bom aluno de Secretariado Executivo precisa desenvolver para se dar bem na profissão?

O secretário executivo é praticamente um diplomata: um profissional que transita por diversas áreas, sabe lidar e se relacionar bem com diferentes níveis hierárquicos, sempre muito bem informado sobre sua área.

Pelo perfil do mercado de hoje, podemos dizer seguramente que essa pessoa precisa ter as seguintes características:

  • Ter boas habilidades de comunicação.
  • Ter avançado senso de organização.
  • Ter familiaridade com tecnologias da informação.
  • Ter atenção aos detalhes.
  • Ser capaz de tomar decisões.
  • Trabalhar bem sob pressão.
  • Cultivar uma boa rede de contatos.
  • Escrever corretamente, com organização lógica das ideias.
  • Dominar línguas estrangeiras.

Esse último item, alias, é determinante para o sucesso do profissional. Por isso, não hesite em investir no domínio do português e de outros idiomas antes, durante e depois da graduação. Inglês e espanhol são apenas o começo – o ideal para ampliar suas possibilidades é dominar línguas que estão em alta, como o mandarim, o alemão e as línguas árabes.

Quanto maior o domínio, mais chances de descolar um trabalho bem remunerado!

O que se estuda em Secretariado Executivo

O curso de Secretariado Executivo é bastante focado na atuação profissional.

Dê uma olhada em algumas das disciplinas oferecidas pelo curso da Cruzeiro do Sul Virtual (a distância):

  • Empreendedorismo
  • Espanhol Instrumental
  • Gestão da Qualidade
  • Matemática Financeira
  • Psicologia do Trabalho
  • Assessoramento de Eventos
  • Gerenciamento de Rotinas Secretariais
  • Gerenciamento do Processo de Documentação
  • Inglês Instrumental
  • Administração de Recursos Humanos
  • Contabilidade e Finanças
  • Direito Aplicado aos Negócios
  • Gestão Estratégica de Negócios
  • Economia
  • Interpretação e Produção de Textos
  • Princípios de Administração e Marketing
  • Tecnologias da Informação e da Comunicação Aplicadas aos Negócios

Mercado de trabalho para Secretariado Executivo

Há um bom mercado para quem faz Secretariado Executivo, especialmente nos grandes centros urbanos que têm uma concentração maior de empresas e indústrias.

Dá para conseguir trabalho em locais como:

  • Multinacionais
  • Fábricas
  • Indústrias
  • Comércio
  • Instituições financeiras
  • Organizações Não-Governamentais
  • Órgãos públicos
  • Assessorias e consultorias
  • Empresas de todos os ramos de atuação, de diferentes portes

Como entrar no curso de Secretariado Executivo

Existem diferentes maneiras de conseguir vaga em Secretariado Executivo.

A mais comum é pelo vestibular oferecido pelas próprias faculdades, considerando que a maioria das vagas está disponível em faculdades da rede privada. Tem a opção de fazer a prova tradicional ou a agendada.

Também dá para entrar com a nota do Enem.

  • Pelo Sisu, para quem quer disputar vaga nas poucas instituições públicas que oferecem o curso (especialmente nos institutos federais de educação). O programa está aberto a quem fez o exame mais recente e tirou nota acima de zero na redação.
  • ProUni, para quem quer fazer Secretariado com bolsa de estudos. Embora seja bastante concorrido, o programa trabalha com cursos presenciais e a distância, o que aumenta suas chances. Para participar é preciso ter feito o Enem mais recente e se encaixar nos critérios de desempenho, renda e formação escolar determinados pelo MEC.
  • FIES, para quem quer financiar a longo prazo um curso presencial de Secretariado. O programa exige que o candidato tenha feito qualquer Enem a partir de 2010 e atenda aos requisitos de desempenho e renda.
  • Ingresso Direto, para quem quer conseguir vaga rapidamente, sem precisar vestibular, só com a pontuação obtida em qualquer Enem a partir de 2010.

Onde fazer o curso de Secretariado Executivo

Com boa disponibilidade pelo Brasil, não vai ser difícil encontrar um curso de Secretariado Executivo perto de você.

Mas é preciso estar atento a um detalhe: somente as faculdades conceituadas vão render um diploma diferenciado.

Se você quer fazer bonito no mercado, precisa garantir os estudos em uma faculdade reconhecida e bem avaliada pelo MEC – como, por exemplo, a Cruzeiro do Sul Virtual (a distância) e a Universidade Cidade de São Paulo (UNICID), cujos cursos obtiveram conceito 4 junto ao MEC.

Ensino de qualidade faz bastante diferença nesses casos.

Ah, e não se esqueça de se matricular num curso de idiomas hoje mesmo.

Veja também:

Administração de Empresas: profissão e mercado 

E aí, vai se jogar na área de Secretariado Executivo? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin