dcsimg

Veja se é possível fazer o curso de Gestão Financeira grátis

Descubra se dá para fazer uma faculdade de Gestão Financeira sem pagar mensalidades. Veja também como é o curso e o mercado de trabalho

Se você quer descobrir se é possível fazer uma faculdade de Gestão Financeira gratuita e saber mais sobre o curso, veio ao lugar certo!

Neste artigo, vamos explicar se a graduação é oferecida por instituições públicas, o que se estuda no curso e como é o mercado de trabalho na área. Acompanhe!

Existe curso de Gestão Financeira grátis?

Sim, mas a oferta de vagas é bem pequena. De acordo com informações do Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior (e-MEC), apenas 4 instituições públicas têm o curso no País. Veja quais são:

  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Faculdade de Tecnologia de Guaratinguetá (FATEC GT)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG)
  • Faculdade de Tecnologia de Bragança Paulista

Se nenhuma dessas faculdades fica na sua região, isso não é motivo para desistir de fazer o curso — sabe por quê?

Porque dá para estudar em uma boa faculdade particular pagando bem pouco ou até de graça, como explicaremos no próximo tópico.

Como estudar pagando pouco

Na rede privada, há uma boa oferta de vagas em cursos de Gestão Financeira espalhados por todas as regiões do País.

Porém, antes de escolher onde estudar, é preciso verificar se a faculdade é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), pois só isso garante um diploma válido após a formatura.

Mesmo quem tem um orçamento apertado pode aproveitar facilidades como bolsas de estudos, programas de crédito educativos e vários tipos de descontos oferecidos pelas próprias faculdades.

Várias instituições concedem bolsas de até 100%, de acordo com o desempenho do candidato no vestibular interno ou nota do Enem. E mesmo com uma bolsa parcial, o valor da mensalidade pode ficar bem reduzido.

Já o crédito educativo permite que o estudante financie uma parte do valor das mensalidades (em geral, até 70%) a juros baixos, para começar a quitar só depois que estiver formado.

Existem ainda os descontos oferecidos pela pontualidade no pagamento das mensalidades e aqueles decorrentes de convênios com empresas e associações.

FIES e ProUni

Os programas do governo ProUni e FIES também são alternativas para estudar Gestão Financeira pagando pouco ou de graça.

O ProUni concede bolsas de 100 e 50% em instituições privadas a estudantes sem diploma de nível superior.

Para participar, é preciso ter feito a última edição do Enem e cumprir certos requisitos de renda e formação escolar.

Já o FIES permite que o aluno financie a faculdade particular para começar a pagar a dívida somente depois da formatura.

Também é preciso ter feito o Enem (a partir de 2010) para participar, além de atender aos critérios socioeconômicos do programa.

Saiba mais sobre a faculdade de Gestão Financeira

Gestão Financeira é um curso superior de grau tecnológico com duração média entre dois e três anos, que existe tanto na modalidade presencial quanto a distância (EAD).

Os cursos tecnológicos são mais curtos, pois focam nos aspectos práticos de determinada área e preparam o aluno para ingressar logo no mercado de trabalho.

Mas, afinal, o que se estuda em Gestão Financeira? Podemos dizer que o curso combina uma formação básica em Gestão e disciplinas ligadas à área de Finanças, o que inclui noções de Contabilidade e Direito.

Grade curricular

Para que você tenha uma noção melhor do que se estuda na graduação, trouxemos as principais matérias do currículo de Gestão Financeira da ANHANGUERA:

  • Análise de Crédito, Cobrança e Risco
  • Análise de Custos
  • Análise de Investimento e Fontes de Financiamento
  • Auditoria e Controladoria
  • Capital de Giro e Análise de Demonstrações Financeiras
  • Empreendedorismo
  • Gestão de Pessoas
  • Gestão de Projetos
  • Gestão Financeira
  • Legislação Social e Trabalhista
  • Matemática Financeira
  • Modelos de Gestão
  • Modelos de Precificação de Ativos Financeiros
  • Planejamento Financeiro e Orçamentário
  • Planejamento Tributário
  • Raciocinio Lógico Matemático
  • Responsabilidade Social e Ambiental

Mercado de trabalho

Além de possibilitar que o aluno ingresse rapidamente no mercado de trabalho, a formação em Gestão Financeira garante alta empregabilidade aos profissionais.

Isso porque todas as empresas, de qualquer porte ou segmento, precisam de pelo menos um gestor financeiro para realizar atividades como:

  • Administrar pagamentos e recebimentos
  • Analisar demonstrativos financeiros
  • Controlar o fluxo de caixa e orçamentos
  • Gerenciar o capital de giro
  • Avaliar, implantar e acompanhar novos negócios

Um tecnólogo em Gestão Financeira pode assumir cargos como de assistente, assessor e analista do mercado financeiro no setor privado e também prestar concurso para se tornar funcionário público.

É possível ainda atuar como autônomo, prestando consultoria financeira.

Salário Médio

De acordo com o site salario.com.br, o salário médio de um tecnológo em Gestão Financeira no Brasil é de R$ 5.917 e pode chegar a R$ 19.059.

Onde estudar

Pesquisamos para você algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC que oferecem o curso de Gestão Financeira.

Essas instituições garantem uma série de facilidades a seus alunos, como bolsas de estudo, crédito educativo e convênios de descontos, além de participarem do ProUni e FIES. Clique nos links abaixo para maiores informações:

Veja também:

O que se estuda em Recursos Humanos?
Confira quais cursos de tecnólogo existem

Como vimos, é possível sim fazer uma faculdade de Gestão Financeira gratuita, mas a oferta de vagas em instituições públicas é bem pequena. Felizmente, existem formas de estudar pagando pouco ou até de graça em uma universidade particular.

O curso é uma ótima escolha para quem se identifica com as áreas de Gestão e Finanças, além de ser uma profissão com alta empregabilidade e salários atraentes.

E você, quer fazer Gestão Financeira? Vai começar seus estudos quando? Conte aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin