Conheça tudo sobre o curso técnico em Automação Industrial

Saiba por que a formação de técnico em Automação Industrial está indo tão bem no mercado de trabalho e veja onde estudar para turbinar a carreira!

O parque industrial brasileiro é gigantesco, sólido e se expande rapidamente.

As empresas já entenderam que, para seguir crescendo, devem investir pra valer em tecnologia e em pessoal qualificado.

Nesse cenário, percebemos claramente a importância de quem trabalha com Automação Industrial – pessoas que têm um papel decisivo na modernização e ampliação da capacidade produtiva de uma empresa.

Para quem tem interesse em participar desse mercado tão aquecido, uma boa notícia: há diversos formatos de cursos, todos com curta duração.

A seguir, conheça tudo sobre o curso técnico em Automação Industrial e as alternativas mais interessantes para quem quer se dar bem nesse mercado!

O curso técnico em Automação Industrial

O curso técnico Automação Industrial é bastante popular em centros de formação profissionalizante voltados à indústria, como o Senai.

A duração é de um ano e meio, aproximadamente, tempo que os estudantes precisam para dominar habilidades como eletrotécnica, mecânica, processamento de sinais, dispositivos, instrumentação e controle, sistemas lógicos programáveis, técnicas de controle e manutenção de equipamentos.

A formação tem foco na geração de mão de obra qualificada para encarar o mercado industrial, cada vez mais tecnológico e competitivo.

Vale lembrar que cursos técnicos são de nível médio e a tendência para os próximos anos é que as empresas contratem profissionais com formação superior – principalmente para ocupar cargos com melhor remuneração e mais possibilidades de crescimento.

E agora? Tem alguma alternativa para quem quer fazer Automação Industrial?

Veja a seguir!

Alternativa: curso superior em Automação Industrial

Automação Industrial tem opção de nível superior, igualmente apreciada no mercado de trabalho.

Trata-se de um curso superior em grau de tecnologia – ou tecnólogo – que tem três anos de duração. A disponibilidade é boa: pode ser encontrado em quase 100 faculdades pelo país.

A graduação mostra como, por meio de conhecimentos de robótica, sistemas digitais, eletrônicos e mecânicos, a automação é decisiva para que as indústrias aumentem sua produtividade, otimizem seus processos, reduzam seus custos operacionais e se mantenham competitivas por muitos e muitos anos.

No dia a dia, o profissional trabalha no desenvolvimento de sistemas automatizados (inclusive robôs), estuda melhorias nos fluxos de produção, faz manutenção e instala equipamentos industriais, atende aos requisitos e normas de segurança, integra tecnologias e pesquisa o que há de novo na área.

O tecnólogo aborda conceitos em alta no mercado de trabalho atual, como gestão de processos, projetos e pessoas – um diferencial importante para quem pretende alcançar cargos de gerência e direção mais adiante.

A oferta de trabalho é maior na indústria – automobilística, mineração, construção civil, petroquímica, etc. – mas também dá para usar os conhecimentos em setores como comércio, bancos, prestação de serviço e até no serviço público.

Qual é o ideal para você? Técnico ou tecnólogo em Automação Industrial?

Antes de escolher entre um técnico ou um tecnólogo em Automação Industrial, o candidato precisa pesar os diferenciais.

Embora tenha duração mais longa e exija um investimento maior, o curso de tecnólogo é uma formação bem mais aprofundada – um esforço que se paga mais adiante. O profissional pode, inclusive, assumir cargos que exijam maior responsabilidade e, consequentemente, receber salários mais interessantes.

A principal vantagem do curso técnico formação mais rápida, que permite entrar no mercado em pouco tempo, obter renda a curto prazo e ainda fazer o curso integrado ao ensino médio. O investimento total também é mais baixo, já que a formação é mais curta.

Para quem busca a facilidade de estudar a distância, uma notícia não tão boa assim: a maioria dos cursos técnicos e tecnólogos em Automação Industrial é oferecida na modalidade presencial. Há apenas uma faculdade e alguns centros de formação que têm oferta EAD.

O motivo é o forte apelo prático da profissão, que demanda aulas em laboratórios especializados de alta tecnologia.

Compare o que se estuda no técnico e no tecnólogo em Automação Industrial

Repare como o tecnólogo tem uma grade curricular mais extensa do que a do curso técnico!

O que se estuda no curso técnico em Automação Industrial

  • Mecânica Técnica
  • Desenho Técnico
  • Tecnologia dos Materiais
  • Segurança do Trabalho
  • Sistemas de Manutenção
  • Comandos e Acionamentos Elétricos
  • Sistemas Digitais
  • Eletrônica
  • Instalações Elétricas
  • Máquinas Elétricas
  • Hidráulica e Pneumática
  • Instrumentação Industrial
  • Robótica Industrial

O que se estuda no tecnólogo em Automação Industrial

  • Desenho técnico
  • Física mecânica
  • Mecânica dos fluídos e hidráulica
  • Álgebra linear e cálculo diferencial e integral
  • Algoritmo e linguagem de programação
  • Eletricidade
  • Sistemas pneumáticos
  • Eletrônica analógica
  • Eletrônica digital
  • Sistemas de controle
  • Automação e controle programável
  • Eletrotécnica e eletrônica de potência
  • Sistemas com microprocessadores e microcontroladores
  • Instalações elétricas industriais
  • Métodos de pesquisa e documentação técnica
  • Metrologia e estatística
  • Redes industriais e supervisão
  • Processos produtivos e gestão da produção
  • Robótica e inteligência artificial aplicada à automação
  • Automação e métodos de pesquisa

Onde fazer um curso de Automação Industrial

Tanto os técnicos quanto os tecnólogos em Automação Industrial são fáceis de encontrar em faculdades (públicas e privadas) ou centros de formação técnico-profissionalizantes.

Agora a sua missão é escolher instituições conceituadas no mercado. Isso pode ajudá-lo a conseguir um emprego mais rapidamente e dar um passo importante na consolidação da carreira.

Fazer o curso superior em faculdades de grande porte, como o Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA), pode dar uma turbinada no currículo.

Veja outras faculdades que contam com o curso superior em Automação Industrial:

  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB)
  • Faculdade de Tecnologia Senai (SENAI)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP)
  • Faculdade de Tecnologia Senai Mato Grosso (FATEC SENAI MT)
  • Universidade do Estado do Amazonas (UEA)

Veja também:

Engenharia Mecânica: curso, profissão e faculdades

E aí, já se decidiu entre o técnico e o tecnólogo em Automação Industrial? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin