dcsimg

Saiba tudo sobre o técnico em Nutrição e veja onde estudar

A gente mostra como entrar na área de Nutrição em menos tempo e as alternativas disponíveis!

Sem dúvidas, o que melhor define o curso de Nutrição é a busca por saúde alimentar e qualidade de vida.

Se você gosta de ambos, pode ter certeza de que está no caminho certo.

O curso técnico em Nutrição é uma forma mais rápida e objetiva de entrar na área, que é bastante concorrida por aqui.

É isso que você procura?

Então saiba tudo sobre o técnico em Nutrição e veja onde estudar!

O técnico em Nutrição

O técnico em Nutrição e Dietética tem dois anos de duração e é uma formação de nível médio.

O curso prepara profissionais para atuar em algumas áreas operacionais da Nutrição, o que envolve:

  • Cuidar de serviços de produção de refeições que atendam a determinados critérios.
  • Observar a higienização de alimentos e utensílios.
  • Fazer controle sanitário em ambientes alimentares.
  • Contribuir na elaboração de cardápios.
  • Elaborar relatórios técnicos.
  • Verificar a qualidade e procedência dos alimentos junto a fornecedores.
  • Cuidar do recebimento, armazenamento e destinação de alimentos.
  • Ajudar no desenvolvimento de preparações culinárias e elaboração de fichas técnicas de preparações.
  • Controlar sobras e criar maneiras de evitar o desperdício de alimentos.
  • Contribuir com o desenvolvimento de ações de educação alimentar e nutricional.
  • Verificar o cumprimento do cardápio elaborado pelo nutricionista.
  • Colaborar na identificação de pessoas com necessidades nutricionais específicas.
  • Ajudar o produtor rural na melhor forma de acondicionar e transportar alimentos.

O curso técnico pode ser encontrado em centros de formação profissional por todo o país.

A formação é bastante focada nas necessidades do mercado de trabalho. Há um bom campo de atuação à disposição, com oportunidades, na indústria e no comércio de alimentos, açougues, supermercados, hospitais, clínicas, spas, lares para idosos, ambulatórios, agroindústria, espaços que vendem comidas congeladas, sorveterias e lojas de conveniência.

O técnico precisa estar filiado ao Conselho Regional de Nutrição do estado onde atua para poder trabalhar regularmente.

Ainda assim, o técnico em Nutrição tem uma atuação bem mais limitada que o nutricionista. Entenda o porquê no próximo tópico.

Técnico em Nutrição ou Superior em Nutrição? Qual o ideal?

Enquanto o técnico em Nutrição é uma profissão de nível médio, a graduação em Nutrição é de nível superior e muito mais abrangente.

O curso é mais longo, tem quatro anos de duração. Mas o esforço vale a pena, dado que o campo de atuação e as possibilidades de crescimento são muito maiores.

Você sabe: no Brasil, profissionais de nível superior têm muito mais chances de se dar bem no mercado de trabalho – inclusive na parte financeira.

O bacharel em Nutrição é o único que, por lei, pode prescrever dietas, fazer acompanhamento completo de pacientes, diagnósticos alimentares, além de estudar a fundo as propriedades de cada alimento.

É uma atividade em alta no Brasil, que conta com quase 130 mil alunos matriculados em mais de 400 instituições de ensino.

O curso ainda tem a vantagem de poder ser feito a distância com aval do MEC – o que rende um diploma de nível superior válido no mercado de trabalho.

O tipo de formação ideal para você depende dos seus objetivos: quer entrar mais rapidamente no mercado? Vá de técnico. Quer se aprofundar nos estudos e ter mais oportunidades lá na frente? Vá de superior.

Vamos entender melhor a diferença entre os dois tipos de curso observando o que se estuda em cada um deles.

O que se estuda no técnico e no superior em Nutrição

A gente trouxe a grade curricular de um curso de técnico em Nutrição e comparou a um curso superior.

Repare a seguir como a graduação em Nutrição tem uma abordagem muito mais ampla.

Grade curricular do técnico em Nutrição (2 anos) do Senac:

  • Orientação nutricional
  • Planejamento e execução de programas de educação alimentar e nutricional
  • Recebimento, armazenamento e retirada de insumos, produtos e gêneros alimentícios
  • Pré-preparo e preparo de alimentos in natura
  • Alimentos e bebidas processados
  • Racionamento, transporte e distribuição de refeições e alimentos
  • Controle de qualidade
  • Treinamento de equipes de trabalho
  • Prevenção e controle da contaminação em ambiente hospitalar ou clínico
  • Preparações dietéticas
  • Desenvolvimento de produtos alimentícios e estratégias de comercialização

Curso Superior de Nutrição (4 anos) do Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA):

  • Análise Sensorial
  • Assistência Nutricional na Obesidade e Doenças Cardiovasculares
  • Assistência Nutricional nas Patologias do Sistema Digestório e Órgãos Anexos
  • Assistência Nutricional para Gravemente Enfermos
  • Avaliação Nutricional
  • Bases da Dietoterapia
  • Bases da Nutrição e Dietética
  • Vigilância Sanitária de Alimentos
  • Bromatologia
  • Ciências Moleculares e Celulares
  • Educação Alimentar e Nutricional
  • Epidemiologia Nutricional
  • Gastronomia Aplicada a Nutrição
  • Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição
  • Nutrição, Exercício Físico e Estética
  • Políticas e Programas Aplicados a Saúde e Nutrição
  • Técnica Dietética
  • Tecnologia de Alimentos
  • Alimentos Funcionais

Onde estudar o técnico e o superior em Nutrição

É difícil dizer quantas instituições pelo Brasil oferecem o técnico em Nutrição. O fato é que podem ser encontrados com relativa facilidade em centros de formação para o mercado de trabalho, como Senac e escolas técnicas.

Já o curso superior de Nutrição não tem mistério algum. São centenas e centenas de instituições de ensino com portas abertas para você – a imensa maioria na rede particular de ensino.

A gente inclusive separou algumas boas faculdades onde você pode tentar vaga sem pensar duas vezes:

Veja também:

Saiba qual a mensalidade de Nutrição nas principais faculdades

E agora, vai de técnico ou superior em Nutrição? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin