Técnico em Redes: saiba como é e onde fazer

A formação técnica em Redes de Computadores tem um perfil prático e é bastante alinhada às tendências do mercado global. Conheça um pouco mais sobre o curso!

Quem quer trabalhar na área de TI pode escolher diferentes portas de entrada para dar início à sua carreira. Uma dessas portas é o curso técnico em Redes de Computadores.

Ele é capaz de inserir o aluno com rapidez no mercado de trabalho, pois é uma área que não para de crescer. Isso se deve às necessidades das empresas em implantar novos sistemas de computação.

Se você está cogitando fazer esse curso técnico, nós vamos ajudar no seu processo de decisão. Aqui explicaremos como é a formação, o que se estuda, as áreas de atuação desse profissional e onde estudar para entrar com tudo nessa carreira!

O curso técnico em Redes de Computadores

O curso técnico em Redes de Computadores é uma formação de nível médio, com até dois anos de duração aproximadamente.

O objetivo do curso é habilitar o profissional a instalar e configurar dispositivos de comunicação digital e programas de computadores em equipamentos conectados a uma rede. 

O curso é desenhado para atender às necessidades do mercado. Por isso, os recém-formados encontram boas oportunidades de trabalho. Muita gente já sai do técnico empregado!

Além disso, o aluno se torna capaz de montar, configurar e fazer manutenção de microcomputadores, bem como a instalação e configuração de sistemas operacionais e dispositivos de redes e também aprende sobre cabeamento estruturado e tecnologia wireless. 

Com essa formação técnica, você também vai aprender a administrar redes e realizar controles de tráfego, além de implementar tecnologias de segurança para garantir o bom funcionamento dos sistemas de comunicação de dados.

Conteúdo do curso técnico em Redes de Computadores

Assim como a maioria das formações relacionadas à tecnologia, a organização da grade curricular do técnico em Redes é baseada fortemente na área de exatas e também na área de gestão. Veja como é a grade do curso oferecido pela Cruzeiro do Sul:

  • Fundamentos De Informática
  • Redes De Computadores
  • Técnicas De Treinamento E Suporte
  • Sistemas Operacionais: Teoria
  • Inglês Técnico
  • Empreendedorismo
  • Comunicação De Dados
  • Protocolos E Equipamentos De Redes
  • Interconexão De Redes I
  • Sistemas Operacionais: Prática
  • Segurança De Informática
  • Instalação E Manutenção De Redes
  • Projeto De Redes
  • Supervisão De Redes
  • Interconexão De Redes II

Aqui vale um aviso: o currículo programático pode variar de acordo com a região onde a instituição de ensino está localizada e o direcionamento do curso. 

Assim, nem todos seguem esse mesmo esquema de disciplinas. Por isso, é superimportante verificar a grade curricular do local onde você está pensando em estudar antes de fazer a matrícula.

Atividades que o técnico em Redes pode realizar

Segundo a empresa de consultoria Gartner, as dez tendências sobre tecnologia que poderão emplacar em 2020 são: 

  • Aprendizagem Avançada das Máquinas
  • Apps Inteligentes
  • Objetivos Inteligentes
  • Realidade Virtual e Aumentada
  • Twin Digital
  • Blockchain
  • Sistemas Conversacionais
  • Arquitetura de Aplicativos e Serviços de Malha
  • Plataformas de Tecnologia Digital
  • Arquitetura de Segurança Adaptativa

Desse conjunto, a área de redes está ligada direta e indiretamente a 50% dessas tecnologias, pelo menos. Isso nos permite dizer que uma das profissões do futuro está na área de redes de computadores.

Mercado de trabalho para o profissional de Redes

O profissional que trabalha com redes de computadores é muito flexível no que diz respeito às opções de atuação no mercado de trabalho. Os conhecimentos adquiridos na carreira e em cursos e certificações abre um leque enorme de opções de atuação. O profissional pode se tornar desde arquiteto de soluções até um administrador local de uma rede de computadores…

Veja, por exemplo, alguns dos lugares em que o formado na área poderá atuar:

  • Empresas privadas 
  • Condomínios residenciais
  • Órgãos públicos
  • Consultorias 
  • Indústrias

Isso acontece porque a maioria trabalha com sistemas informatizados que compartilham dispositivos periféricos, impressoras, scanners, fazem interação com outros usuários na rede, enviam e recebem e-mails internamente e treinam pessoal a distância.

Outros cursos na área de T.I.

Você não precisa necessariamente fazer o técnico em Redes Computadores para entrar na área.

Existem alternativas interessantes, algumas ainda mais específicas, como os tecnólogos, sendo a maioria com duração de três anos:

  • Tecnologia em Redes
  • Tecnologia em T.I.

Mas pode ser que você esteja se perguntando se vale a pena fazer um curso de bacharelado, que dura entre 4 e 5 anos. A vantagem aqui é que essas graduações preparam o profissional para uma atuação mais ampla no mercado de trabalho. Alguns dos cursos mais famosos são:

  • Engenharia da Computação
  • Ciência da Computação
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Vantagens de apostar no nível superior

Investir numa graduação superior pode ser o melhor caminho a longo prazo para você que quer atuar na área de TI.

Se escolher um curso bacharelado, saiba que ele é ideal nos seguintes casos:

  • O aluno consegue dispor de quatro anos de estudos (dá para conciliar a faculdade com o trabalho).
  • Quer ter uma atuação mais ampla no mercado de trabalho, podendo ocupar cargos em diferentes setores da área de finanças.
  • Tem ambição de ocupar posições mais elevadas na profissão.
  • Está disposto a arcar com os custos dos estudos (dá para conseguir bolsa!).

Já os tecnólogos são a opção certa nos seguintes casos:

  • O aluno tem pressa de entrar no mercado de trabalho com um diploma de nível superior.
  • Não se importa em ter uma atuação mais focada na área de finanças.
  • Quer pagar ainda menos pelos estudos.

A boa notícia é que, independentemente de sua escolha, a área de tecnologia está sempre à procura de bons profissionais.

O importante é optar por uma faculdade de qualidade reconhecida, que irá render um diploma valorizado nessa área tão concorrida.

É crucial escolher uma instituição credenciada pelo MEC e com qualidade de ensino comprovada.

Pensando nisso, separamos algumas opções que podem ajudar você durante sua trajetória profissional:

Chegou a hora de iniciar sua carreira no mercado de tecnologia!

Veja também:

Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Ciência da Computação: curso, carreira e mercado

O que achou da formação de técnico em Redes de Computadores? Pretende seguir essa carreira? Compartilhe nos comentários.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin