dcsimg

Técnico em Tecnologia da Informação: Como é e onde fazer

Tem muitas opções de curso técnico para entrar no mercado de TI. Conheça todas elas e descubra agora mesmo como turbinar ainda mais a carreira!

Dez entre dez pesquisas sobre profissões mais valorizadas, profissionais mais disputados e salários mais interessantes incluem a Tecnologia da Informação (TI).

Essa área, que não para de crescer, é aposta certeira para quem quer se dar bem – agora e no futuro profissional. Tem sempre ótimas oportunidades até mesmo para quem faz uma formação mais básica, de nível técnico.

Se você tem vontade de saber mais sobre como aproveitar as oportunidades na área de TI, veio ao lugar certo.

Vamos contar tudo sobre os cursos técnicos (sim, são vários!) em Tecnologia da Informação e como você pode se qualificar ainda mais para manter sua carreira no topo!

O curso técnico em Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação é tão vasta que não existe apenas um curso técnico na área, mas vários!

O Catálogo Nacional de Cursos Técnicos (CNCT), um guia super completo desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC), lista nada menos que dez opções. Espia só:

  • Técnico em Computação Gráfica
  • Técnico em Desenvolvimento de Sistemas
  • Técnico em Informática
  • Técnico em Informática para Internet
  • Técnico em Manutenção e Suporte em Informática
  • Técnico em Programação de Jogos Digitais
  • Técnico em Redes de Computadores
  • Técnico em Sistemas de Comutação
  • Técnico em Sistemas de Transmissão
  • Técnico em Telecomunicações

A duração média é de um ano e meio, tempo suficiente para dominar conhecimentos básicos e chegar rapidamente ao mercado de trabalho.

Todos eles abordam tecnologias ligadas a processamento de dados e informações, infraestrutura e processos de comunicação

O que se estuda no curso técnico em Tecnologia da Informação

São muitos os cursos técnicos em Tecnologia da Informação disponíveis no Brasil e cada um enfoca determinados aspectos, sistemas e conhecimentos.

Dependo do foco, o currículo pode envolver:

  • Concepção, desenvolvimento, implantação, operação, avaliação e manutenção de sistemas e tecnologias
  • Desenvolvimento de sistemas informatizados
  • Desenvolvimento de tecnologias de comutação, transmissão e recepção de dados
  • Especificação de componentes ou equipamentos
  • Identificação de meios físicos e padrões de comunicação
  • Procedimentos de instalação e configuração
  • Realização de testes e medições
  • Suporte técnico
  • Utilização de protocolos e arquitetura de redes

Além dos aspectos específicos, encontramos diversas disciplinas em comum entre eles. Veja alguns temas recorrentes:

  • Ciência, tecnologia e inovação
  • Desenvolvimento interpessoal
  • Empreendedorismo
  • Estatística
  • Gestão da qualidade
  • Investigação tecnológica
  • Legislação e ética profissional
  • Leitura e produção de textos técnicos
  • Normas técnicas
  • Qualidade de vida
  • Raciocínio lógico
  • Responsabilidade e sustentabilidade social e ambiental
  • Saúde e segurança no trabalho

O que faz um técnico em Tecnologia da Informação

Dependendo de sua formação, o técnico em tecnologia da informação pode realizar atividades como:

  • Desenvolver projetos gráficos em CAD, 3D e vídeo
  • Desenvolver sistemas diversos
  • Elaborar documentação de sistemas
  • Executar manutenção de programas de computador
  • Instalar sistemas operacionais, aplicativos e periféricos para desktops e servidores
  • Instalar e configurar redes de computadores (locais e de pequeno porte)
  • Desenvolver sites e portais
  • Montar, instalar e configurar equipamentos de informática
  • Fazer manutenção preventiva e corretiva e equipamentos de informática
  • Realizar atendimento em help-desk
  • Desenvolver jogos digitais
  • Implementar políticas de segurança para acesso a dados e serviços
  • Operar, instalar, configurar e realizar manutenção de redes de computadores
  • Projetar, instalar, operar, testar e realizar manutenções em equipamentos de telefonia fixa e móvel
  • Elaborar projetos de telecomunicação

Onde um técnico em Tecnologia da Informação pode trabalhar

Podemos dizer que hoje em dia um técnico em Tecnologia da Informação encontra trabalho em qualquer instituição pública, privada ou do terceiro setor, de todos os portes e em todos os setores da economia.

Mais especificamente, alguns dos maiores empregadores para esses profissionais são:

  • Empresas de telefonia fixa e móvel
  • Empresas de radiodifusão
  • Indústrias de telecomunicações
  • Agências reguladoras
  • Provedores de acesso a redes
  • Empresas de prestação de serviços
  • Serviços de telefonia fixa, móvel e transmissão de dados, comutação de dados e rádio comunicação
  • Empresas de desenvolvimento de jogos
  • Instituições de educação
  • Agências de publicidade e propaganda
  • Estúdios de animação
  • Empresas de assistência técnica
  • Indústrias em geral
  • Empresas de desenvolvimento de sites
  • Consultorias
  • Centros de pesquisa
  • Empresas de automação industrial
  • Centros públicos de acesso à internet
  • Escritórios de arquitetura e engenharia
  • Produtoras de vídeo e de cinema

Isso sem falar que o técnico em TI pode trabalhar em qualquer instituição que tenha um departamento de tecnologia e tem a opção de atuar como autônomo.

Como turbinar a carreira em Tecnologia da Informação

A área de TI tem uma característica bem peculiar. Com a falta de mão de obra qualificada para atender à alta demanda, muitas vezes o profissional consegue um salário bem interessante já de cara, mesmo em um cargo inicial.

Isso é ótimo, mas pode se transformar numa armadilha: a de se acomodar.

Por ser também uma área muito dinâmica, não é interessante apostar todas as fichas em uma única habilidade ou sistema. É importante pensar no longo prazo, mesmo que no momento seu cargo e salário pareçam muito bons.

A saída é investir em educação. Há cursos técnicos de especialização, mas eles ficam restritos a uma qualificação de nível médio. Nossa dica: faça uma boa faculdade (e não pare por aí!).

Assim como há muitos cursos técnicos na área de TI, há também diversas opções de formação superior. Desde os bacharelados mais tradicionais: Ciências da Computação, Engenharia da Computação, Engenharia de Telecomunicações e Engenharia de Software, por exemplo, até os superiores de tecnologia, que duram entre 2 e 3 anos e são focados em temas como:

  • Agrocomputação
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Banco de Dados
  • Defesa Cibernética
  • Gestão da Tecnologia da Informação
  • Gestão de Telecomunicações
  • Jogos Digitais
  • Redes de Computadores
  • Redes de Telecomunicações
  • Sistemas Embarcados
  • Sistemas para Internet
  • Telemática

Onde estudar Tecnologia da Informação

Para fazer um curso técnico em Tecnologia da Informação, procure escolas profissionalizantes e técnicas, institutos federais e escolas como o Senac, por exemplo.

Já para fazer um curso superior na área, fique bem ligado na qualidade da instituição para que seu esforço seja recompensado. A dica é só se matricular se a faculdade tiver nota 3 a 5 na avaliação do Ministério da Educação (MEC).

Selecionamos algumas para você conhecer. Todas elas oferecem facilidades como bolsas de estudos, convênios e financiamentos sem burocracia, para que você possa se qualificar sem apertar o bolso.

Confira:

Veja também:

Descubra quais são os melhores cursos técnicos 

Vai fazer o técnico em Tecnologia da Informação ou vai apostar num curso superior? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin