dcsimg

Descubra quais são as diferenças dos cursos de Engenharia

Está pensando em seguir carreira na Engenharia? Conheça as opções disponíveis e faça a escolha certa!

Quem vê de fora pode pensar que a carreira de Engenharia é uma só.

Esse é um engano muito comum, mas que é facilmente desfeito quando a gente passa a conhecer melhor a diversidade de atuações que a área de Engenharia oferece.

Sabia, por exemplo, que dá para ser engenheiro e trabalhar com alimentação, software e até com acústica?

Pois pode acreditar: tem Engenharia para quase tudo nessa vida!

A seguir, descubra quais são as diferenças dos cursos de Engenharia, escolha aquele que mais tem a ver com você e veja onde estudar!

As diferenças dos cursos de Engenharia

Existe mais de 100 cursos diferentes de Engenharia no país.

Como ficaria extenso listar todos, a gente escolheu alguns dos principais e ainda dividiu a lista em cinco grandes áreas para você localizar a Engenharia ideal para suas aspirações de carreira.

Dê uma olhada:

 Agricultura e Veterinária

  • Engenharia Agrícola
  • Engenharia Agroindustrial Agroquímica
  • Engenharia Agronômica (Agronomia)
  • Engenharia de Agrimensura
  • Engenharia de Agronegócios
  • Engenharia de Aquicultura
  • Engenharia de Pesca
  • Engenharia Florestal

Computação, Robótica e Telecomunicações

  • Engenharia Acústica
  • Engenharia Computacional
  • Engenharia da Computação
  • Engenharia de Comunicações
  • Engenharia de Informação
  • Engenharia de Redes de Comunicação
  • Engenharia de Robôs
  • Engenharia de Software
  • Engenharia de Telecomunicações
  • Engenharia em Sistemas Digitais
  • Engenharia Matemática

Saúde e Meio Ambiente

  • Engenharia Agroindustrial Indústrias Alimentícias
  • Engenharia Ambiental
  • Engenharia Biomédica
  • Engenharia Bioquímica
  • Engenharia de Bioprocessos
  • Engenharia de Biossistemas
  • Engenharia de Biotecnologia
  • Engenharia de Recursos Hídricos
  • Engenharia Sanitária

Energias

  • Engenharia Bioenergética
  • Engenharia de Energias Renováveis
  • Engenharia de Exploração e Produção de Petróleo
  • Engenharia de Gestão de Energia
  • Engenharia de Petróleo e Gás

Produção, Indústria e Construção

  • Engenharia Aeroespacial
  • Engenharia Aeronáutica
  • Engenharia Automotiva
  • Engenharia Cartográfica
  • Engenharia Cerâmica
  • Engenharia Civil
  • Engenharia da Mobilidade
  • Engenharia de Alimentos
  • Engenharia de Automação
  • Engenharia de Controle e Automação
  • Engenharia de Fortificação e Construção
  • Engenharia de Gestão
  • Engenharia de Inovação
  • Engenharia de Manufatura
  • Engenharia de Materiais
  • Engenharia de Mecatrônica
  • Engenharia de Minas
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia de Serviços
  • Engenharia de Sistemas
  • Engenharia de Transporte e Logística
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Eletrônica
  • Engenharia Ferroviária e Metroviária
  • Engenharia Física
  • Engenharia Geológica
  • Engenharia Hídrica
  • Engenharia Industrial
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Mecatrônica
  • Engenharia Metalúrgica
  • Engenharia Naval e Oceânica
  • Engenharia Nuclear
  • Engenharia Química
  • Engenharia Têxtil
  • Engenharia Urbana

As diferentes formas de fazer um curso de Engenharia

Todo curso de Engenharia deve ter duração de cinco anos. A formação é oferecida em nível de bacharelado em mais de 1.200 faculdades pelo Brasil – boa parte na rede particular de ensino.

Com uma oferta tão expressiva, é provável que você encontre o curso numa faculdade aí perto de você.

Além da alta disponibilidade, Engenharia é uma área com muito apelo no mercado de trabalho, muitas vezes com salários bem interessantes.

O melhor de tudo é que existe a alternativa de estudar de casa, pela modalidade a distância.

Mais de 120 faculdades oferecem cursos de Engenharia a distância pelo Brasil. É um jeito mais flexível de encarar essa graduação, que normalmente exige tanta dedicação do aluno.

Os estudantes podem fazer o curso boa parte de casa, com ajuda de um ambiente virtual de aprendizagem – uma plataforma onde está todo tipo de conteúdo e dinâmicas pedagógicas necessárias para concluir as disciplinas.

O processo é acompanhado de perto por professores e tutores.

Periodicamente, os alunos precisam frequentar os polos de apoio para aulas presenciais. Qualquer curso de Engenharia demanda muitas aulas em laboratório, e essa prática não se perde no modelo a distância.

Os polos que recebem alunos de Engenharia são equipados com todo o material necessário para realização das aulas e atividades presenciais.

Os cursos de Engenharia EAD feitos em faculdades reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) rendem um diploma de nível superior válido no mercado de trabalho.

Dessa forma, o profissional pode atuar como engenheiro (depois de se inscrever no CREA – Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), fazer pós-graduações ou tentar concursos públicos de nível superior.

Bolsas e financiamentos para fazer um curso de Engenharia

Por mais que tenha uma excelente oferta no Brasil, os cursos de Engenharia ainda custam caro.

No presencial, variam entre R$ 1.200 e R$ 2.000 por mês, em média.

No EAD saem um pouco mais em conta: a partir de R$ 490, aproximadamente.

De uma forma ou de outra, estudar Engenharia requer um certo investimento.

Para não estourar o orçamento, os interessados podem recorrer a bolsas e financiamentos. Os caminhos mais conhecidos são o ProUni e o FIES.

Com o ProUni dá para fazer diversos tipos de Engenharia, presencial ou a distância, com bolsa de estudos parcial ou integral.

Para participar é necessário ter feio Enem (o mais recente) e obtido desempenho de pelo menos 450 na média das provas, com nota acima de zero na redação. É preciso ainda se encaixar em critérios socioeconômicos determinados pelo MEC e passar pela seleção, quase sempre bastante concorrida. São duas chances por ano.

O FIES, por sua vez, financia cursos superiores presenciais a juros baixos e prazo longo para quitar a dívida. Os interessados também precisam passar por uma seleção que leva em conta a nota do Enem (qualquer um a partir de 2010) e a condição socioeconômica do candidato.

Muitas faculdades privadas também distribuem bolsas e têm sistemas próprios de financiamento, com menos burocracia que o Enem ou o ProUni. Vale a pena dar uma olhada.

Onde fazer um curso de Engenharia

Se você vai fazer um curso de Engenharia, certifique-se de escolher uma faculdade reconhecida e bem avaliada pelo MEC. Isso garante um diploma valorizado no mercado e muito mais chances de crescer na profissão.

A gente escolheu abaixo algumas faculdades que oferecem cursos de Engenharia presenciais e a distância. Todas oferecem facilidades como bolsas de estudos, descontos e convênios.

Conheça:

Veja também:

Quanto ganha um Engenheiro?

O que achou dos diferentes cursos de Engenharia? Vai tentar vaga em qual deles? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin