Saiba tudo sobre o curso Design de Interiores EaD

Entenda como funciona o curso Design de Interiores EaD e conheça o mercado de trabalho do profissional dessa área!

A graduação em Design de Interiores é oferecida nos graus bacharelado (quatro anos) e tecnológico (dois anos). Além do tempo de duração, a principal diferença entre os dois tipos de formação está no enfoque obtido por cada um pois o curso de tecnólogo é voltado para atender as demandas no mercado de trabalho de forma rápida, enquanto o bacharelado aborda de forma mais aprofundada conteúdos teóricos e práticos.

Ambos capacitam profissionais para trabalhar com a ambientação de espaços, sejam eles residenciais ou comerciais.

Ao final do curso, algumas instituições podem exigir horas de estágio e apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para obter o diploma.

Como funciona a graduação EaD

A modalidade de ensino a distância existe no Brasil desde 1996, quando foi regulamentada pela lei 9.394. Trata-se de um tipo de curso em que o ensino e aprendizagem são feitos de forma remota, por meio do uso de equipamentos tecnológicos.

Ao invés de salas de aula, os alunos possuem aulas em plataformas online também conhecidas como Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Com o login e uma senha de acesso, os estudantes acessam a plataforma e podem encontrar atividades, materiais de estudo, aulas gravadas, avaliações, fóruns e espaços de interação com o professor.

Algumas instituições oferecem apenas aulas gravadas, mas também é comum que as aulas aconteçam ao vivo e sejam gravadas, para que os alunos possam assistir no momento em que tiverem disponibilidade. Além disso, os cursos EaD contam com tutores online e presenciais para tirar dúvidas e prestar auxílios.

Embora esse tipo de curso tenha permissão para ser ofertado 100% online, normalmente as instituições também oferecem atividades e avaliações presenciais, com uma carga horária significativamente menor que nos cursos presenciais que pode variar entre as faculdades.

Vantagens do EaD

No período entre 2009 e 2018, o número de matrículas em cursos EaD cresceu 145%, de acordo com dados do Mapa do Ensino Superior de 2020, da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação (Semesp).

A seguir, é possível conferir as principais vantagens de fazer uma graduação EaD:

  • Maior flexibilidade para estudar e assistir aulas no local e horário que o estudante achar melhor
  • Mais facilidade para conciliar estudos e trabalho, já que não há horários determinados ou rígidos para cumprir a grade horária do curso
  • É mais econômico, pois as mensalidades costumam ser mais baratas
  • O diploma de um curso EaD é igual ao do curso presencial, pois o documento não especifica qual foi a modalidade cursada pelo profissional

Grade curricular do curso

A graduação de Design de Interiores possui uma forte carga horária prática, voltada para o desenvolvimento de projetos e técnicas de iluminação, materiais ou móveis. Confira abaixo as principais matérias da grade curricular desse curso:

  • História da Arte
  • História do Design
  • Maquete
  • Linguagem visual
  • Materiais de acabamento e construção
  • Empreendedorismo
  • Cenografia
  • Instalações e iluminação
  • Marketing
  • Desenho técnico
  • Computação gráfica

Os alunos também possuem conteúdos relacionados à ferramentas, programas e aplicativos que auxiliam na simulação de ambientes.

Mercado de trabalho

O designer de interiores pode trabalhar em construtoras, empresas ou lojas de decoração, mobília e materiais, órgãos públicos ou até mesmo como autônomo.

Áreas de atuação

O designer de interiores cria projetos, define materiais e acompanha o arranjamento de ambientes. Além de organizar espaços, o profissional também identifica problemas e propõe melhorias.Para isso ele trabalha com arquitetos, pedreiros, pintores, eletricistas e até mesmo engenheiros.

De acordo com a Academia Brasileira de Arte (ABRA), esse designer possui 7 principais áreas de atuação. São elas:

  • Decoração de ambientes residenciais
  • Decoração de ambientes comerciais
  • Decoração de eventos
  • Montagem de cenário para estúdios de televisão, vídeo ou fotografia
  • Produção de ambientes de desfiles ou vitrines de lojas
  • Criação de móveis
  • Ensino e pesquisa em universidades

Onde estudar?

O diploma de um curso superior pode aumentar as chances de conseguir um emprego, ser promovido ou até mesmo receber um aumento salarial.

Porém, é importante ressaltar que para o diploma ser válido em todo território nacional, a graduação ofertada pela instituição de ensino deve ser autorizada e reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Por meio de uma avaliação, o órgão garante que as faculdades, universidades e centros universitários possuem a estrutura necessária para ofertar um curso.

Veja a seguir algumas opções de instituições que oferecem cursos de graduação nas modalidades presencial e a distância, de acordo com as diretrizes do MEC:

Leia também:
Quando ganha um designer de interiores?
Arquitetura ou Design de Interiores: qual a melhor opção?

Tirou suas dúvidas sobre o curso de Design de Interiores na modalidade a distância? Responda nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin