Descubra o que se estuda em Engenharia Ambiental

Interessado(a) em Engenharia Ambiental? Neste artigo, você confere como é o curso de Engenharia Ambiental e a atuação desse profissional no mercado. Acompanhe!

A engenharia ambiental ou engenharia do meio ambiente é a área que examina os problemas ambientais, em suas diversas dimensões, e projetam soluções, visando o desenvolvimento sustentável.

O engenheiro ambiental é o profissional responsável por elaborar e implantar projetos ambientais, gerenciar a implementação do sistema de Gestão Ambiental (SGA) nas empresas, implementar ações de controle de emissão de poluentes, administrar resíduos e procedimentos de remediação. Além disso, eles também podem prestar consultoria, assistência e assessoria na área.

Como é o curso de Engenharia Ambiental?

O curso de Engenharia Ambiental é de nível bacharelado e tem duração média de 5 anos. Ela pode ser feita na modalidade presencial ou a distância. A graduação aborda conteúdos relacionados a Ciências Exatas e Biológicas.

De acordo com Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de Engenharia, durante o curso, os alunos devem desenvolver diversas competências e habilidades para:

  • aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;
  • projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
  • conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;
  • planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia;
  • identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
  • supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;
  • avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;
  • comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;
  • atuar em equipes multidisciplinares;
  • compreender e aplicar a ética e responsabilidade profissionais;
  • avaliar o impacto das atividades da engenharia no contexto social e ambiental;
  • avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia.

Para se formar, o estudante precisa apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e cumprir uma carga horária de 160 horas de estágio obrigatório. Já para atuar como engenheiro ambiental no mercado de trabalho, também é necessário se cadastrar no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

O que se estuda em Engenharia Ambiental?

A grade curricular do curso de Engenharia Ambiental é divida entre um núcleo de conteúdos básicos, um núcleo de conteúdos profissionalizantes e um núcleo de conteúdos específicos da área ambiental.

Os conteúdos básico devem ocupar, no mínimo, 30% da carga horária total do curso. Entre as disciplinas do núcleo básico estão:

  • Metodologia Científica e Tecnológica;
  • Comunicação e Expressão;
  • Informática;
  • Expressão Gráfica;
  • Matemática;
  • Física;
  • Fenômenos de Transporte;
  • Mecânica dos Sólidos;
  • Eletricidade Aplicada;
  • Química;
  • Ciência e Tecnologia dos Materiais;
  • Administração;
  • Economia;
  • Ciências do Ambiente;
  • Humanidades, Ciências Sociais e Cidadania.

Já os conteúdos profissionalizantes devem estar presentes em, pelo menos, 15% da grade curricular, entre as disciplinas específicas para Engenharia Ambiental, estão:

  • Geologia;
  • Climatologia;
  • Hidrologia;
  • Ecologia Geral e Aplicada;
  • Hidráulica;
  • Cartografia;
  • Recursos Naturais;
  • Poluição Ambiental;
  • Impactos Ambientais;
  • Sistemas de Tratamento de Água e de Resíduos;
  • Legislação e Direito Ambiental;
  • Saúde Ambiental;
  • Planejamento Ambiental;
  • Sistemas Hidráulicos e Sanitários.

A graduação conta com aulas teóricas e laboratoriais. Algumas disciplinas básicas devem obrigatoriamente ter atividades em laboratório, como Física, Química e Informática.

Além disso, o estudante também pode realizar atividades complementares que visem desenvolver suas habilidades de cooperação, comunicação e liderança, como trabalhos de iniciação científica, projetos multidisciplinares, visitas teóricas, trabalhos em equipe, desenvolvimento de protótipos, monitorias, participação em empresas juniores e outras atividades empreendedoras.

Onde trabalha o engenheiro ambiental?

O engenheiro ambiental pode atuar em quatro principais áreas: Tecnologia Ambiental, Gestão Ambiental, Recursos Hídricos e Geotecnia Ambiental. Geralmente, esses profissionais trabalham em equipe e podem ser encontrados em laboratórios, escritórios ou no campos de ação.

Os engenheiros ambientais podem trabalhar em empresas públicas ou privadas de diversas atividades econômicas: eletricidade, gás, captação, reciclagem, purificação e distribuição de água, silvicultura e exploração florestal.

Eles também prestam consultoria na área ambiental, em projetos de abastecimento ou tratamento de água, tratamento de esgotos sanitários e industriais, resíduos sólidos urbanos e industriais, drenagem urbana, recuperação de áreas contaminadas e degradadas, estudos de impacto ambiental, certificação ambiental, entre outros.

Qual é o salário de um engenheiro ambiental?

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), a média salarial de um engenheiro ambiental no Brasil é de R$ 6.416,68 no mercado de trabalho brasileiro para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais.

Onde estudar Engenharia Ambiental?

Gostou de conhecer mais sobre a graduação em Engenharia Ambiental? Saiba que, além de escolher um curso, também é importante você pesquisar sobre a instituição de ensino que pretende ingressar e ver suas avaliações no Ministério da Educação (MEC).

Algumas instituições privadas oferecem bolsas de estudos, descontos nas mensalidades e ingresso sem burocracia. Se interessou? Então, confira estas faculdades bem reconhecidas pelo MEC para você estudar pagando pouco, no ensino presencial e a distância:

Leia mais: Conheça faculdades para trabalhar com o meio ambiente

Já decidiu onde você irá cursar Engenharia Ambiental? Compartilha com a gente nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin