Faculdade de Design de Interiores Preço

Existem opções para todos os bolsos. Veja agora mesmo quanto custa uma boa faculdade de Design de Interiores!

Muita gente pensa que Design de Interiores é só decoração de ambientes.

Nada! É uma atividade muito mais complexa, que envolve a compreensão do ser humano, do seu modo de vida, sua bagagem cultural, suas referências e, claro, os aspectos técnicos do ambiente a ser trabalhado.

Há um mercado interessante para designers de interiores, por isso as salas de aula das faculdades brasileiras estão cada vez mais cheias.

Mas será que entrar numa área que mistura técnica e criatividade requer muito investimento?

A seguir, descubra qual é o preço de uma faculdade de Design de Interiores!

O preço da faculdade de Design de Interiores

Mais de 90% das faculdades de Design de Interiores estão na rede privada de ensino.

As faculdades particulares também concentram a grande maioria das vagas disponíveis todos os anos: mais de 99%, por incrível que pareça.

Por isso, quem tem interesse em entrar num curso de Design de Interiores provavelmente terá de assumir um investimento mensal.

Ainda bem que, por ser um curso muito popular, há opção em todo tipo de faculdade, em diferentes faixas de preços.

Os valores mudam de acordo com o tipo de curso – se presencial ou a distância – , o turno (noturnos geralmente são mais caros) e, claro, a própria faculdade.

Entenda melhor:

Preço de Design de Interiores presencial

O preço médio de uma faculdade presencial de Design de Interiores é de R$ 1.250 por mês.

É um valor salgado, mas não desanime. Nas faculdades mais baratas é possível encontrar mensalidades que vão de R$ 750 a R$ 900.

Nas mais caras, o valor médio sobe para R$ 1.700, mas naquelas instituições mais badaladas pode superar incríveis R$ 3.000 por mês!

Preço de Design de Interiores a distância

Estudar a distância é uma alternativa econômica e prática, ideal para quem tem disciplina para acompanhar as disciplinas de casa.

Há duas formas de fazer Design de Interiores EAD: semipresencial, que mistura aulas remotas e presenciais, e totalmente a distância.

O formato tem impacto no preço das mensalidades.

O curso totalmente a distância é mais barato porque o estudante quase não precisa ter aula presencial. Aqui as mensalidades oscilam entre R$ 250 e R$ 350 – bem menos que os presenciais.

Os semipresenciais, por ter mais encontros, custam mais que os totalmente a distância, mas ainda menos que os presenciais. Nesse caso, as mensalidades começam em R$ 380 e podem chegar a R$ 850.

Se ainda está salgado para o seu bolso, conheça algumas maneiras de baixar o valor das mensalidades ou, melhor ainda, estudar Design de Interiores sem pagar nada!

Bolsas e financiamentos para a faculdade de Design de Interiores

É possível conseguir bolsas e financiamentos para estudar Design de Interiores.

Dentre todos, o programa mais procurado é o ProUni, que todos os semestres concede bolsas de estudos integrais e parciais em cursos presenciais e EAD. Design de Interiores, claro, está na lista.

Para conseguir uma bolsa do ProUni é preciso ter uma boa nota no Enem recente e driblar a concorrência, que é sempre alta.

Por isso, muita gente acaba também recorrendo ao FIES, um programa de financiamento a juros baixos que permite fazer um curso superior sem pagar nada. As mensalidades só vêm depois da formatura, em parcelas divididas em vários anos.

Para participar do FIES também é necessário ter feito o Enem.

Quem prefere um jeito mais tranquilo de obter benefícios pode recorrer às faculdades, que com frequência oferecem bolsas parciais e têm sistemas simplificados de parcelamento das mensalidades.

Como é o curso de Design de Interiores

Design de Interiores é um curso superior de tecnologia com cerca de dois anos e meio de duração.

Nesse breve período os alunos vão aprender a elaborar projetos para diferentes tipos de espaços, levando em conta beleza, ergonomia, iluminação, ventilação, sustentabilidade e bem-estar do cliente.

Esses espaços podem ser residenciais ou comerciais, escritórios, instalações públicas, escolas, bancos, hospitais e vários outros.

É um curso que mistura arquitetura, design, engenharia e arte. Por isso, ao longo dos estudos os alunos desenvolvem maquetes, fazem pesquisas de referência e passam por temas como:

  • História da arte
  • Instalações prediais
  • Desenho técnico e arquitetônico
  • Design de interiores residencial
  • Design de interiores comercial e de serviço
  • Desenho de expressão
  • Metodologia de projeto
  • Processo criativo
  • Ergonomia
  • Design de móveis
  • Conforto ambiental
  • Materiais, acabamentos e revestimentos

O forte da área está na atividade autônoma, com os designers de interiores trabalhando por conta ou montando seus próprios escritórios.

Os que preferem a segurança de um vínculo empregatício encontram trabalho em escritórios de arquitetura e design, empreiteiras, indústria moveleira e lojas.

Boas faculdades de Design de Interiores

O Brasil contabiliza mais de 200 faculdades de Design de Interiores.

Embora a grande maioria das opções esteja disponível na modalidade presencial, cerca de 45 faculdades já aderiram ao EAD.

Estudar presencialmente ou a distância não faz diferença para o mercado de trabalho. O que importa mesmo é a qualidade de ensino e o talento de cada profissional.

Por isso a gente recomenda investir apenas em faculdades que reconhecidamente formam bons designers de interiores.

A área é cheia de oportunidades, mas para conseguir se destacar no mercado é necessário jogo de cintura e uma sólida base teórica e prática

Pensando nisso, a gente pesquisou algumas boas faculdades de Design de Interiores que farão você entrar com tudo na profissão.

Conheça:

Veja também:

Quanto ganha um Designer de Interiores?

Conte para a gente, aqui nos comentários, o que você achou do preço da faculdade de Design de Interiores!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin