dcsimg

Veja qual é o preço da faculdade de Estética e onde estudar

Está pensando em entrar num dos mercados mais vibrantes do Brasil? Saiba quanto será necessário investir para se formar em Estética!

Chova ou faça sol, na riqueza ou na crise, o brasileiro nunca descuida da aparência.

Não é por acaso que já somos um dos maiores mercados consumidores de produtos de beleza do mundo.

A área, muito próspera e concorrida, não para de crescer em todas as camadas sociais.

E essa concorrência traz aspecto positivo: a qualificação da mão de obra. Hoje, para continuar no mercado não basta ter talento para as tesouras, para massagens ou para a maquiagem: é preciso saber exatamente o que está fazendo, analisar os tratamentos caso a caso, entender as características dos clientes, prestar um atendimento nota mil e cuidar bem das contas.

Por isso, o curso superior de Estética tem feito tanto sucesso. Já são mais de 40 mil matriculados em todo o país, com previsão de crescimento.

Quer fazer parte desse grupo que irá entrar com tudo no mercado e trabalho nos próximos anos? Se liga aqui que a gente revela o preço da faculdade de Estética e onde estudar!

O preço da faculdade de Estética

Antes de saber quanto custa fazer um curso superior de Estética, é preciso saber que essa graduação é oferecida em dois formatos diferentes: o presencial e o online.

O formato presencial tem um volume maior de aulas em laboratórios especializados, com a presença de professores e tutores todos os dias. Ou seja: demanda mais infraestrutura. E se demanda mais estrutura, é natural que custe um pouco mais.

Em uma pesquisa que fizemos entre as faculdades brasileiras que oferecem o curso, encontramos opções de tudo quanto é preço – algumas com mensalidades próximas de R$ 1.000.

Entre as que oferecem qualidade e têm mensalidades mais em conta, a Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) cobra R$ 620 por mês.

A Universidade Estácio de Sá, cerca de R$ 750.

Esses valores podem variar de acordo com a cidade onde a graduação é oferecida, o turno ou a unidade.

O curso de Estética online oferece mais economia porque demanda bem menos infraestrutura do que o presencial. Na mesma Cruzeiro de Sul, estudar a distância custa menos da metade do preço do tradicional: apenas R$ 300 por mês.

Aqui os alunos aprendem as principais técnicas e procedimentos por meio de videoaulas e com a presença constante de professores e tutores online, que não vão deixar ficar qualquer dúvida no ar. É ideal para quem trabalha e quer estudar ao mesmo tempo ou tem uma rotina corrida.

E vale lembrar: o curso online rende um diploma de nível superior reconhecido no mercado de trabalho e pode, sim, abrir portas importantes para o crescimento de sua carreira.

Como obter bolsas e financiamentos para o curso de Estética

Existem algumas opções interessantes para quem busca um incentivo para estudar Estética.

O ProUni, por exemplo, dispõe de bolsas parciais e integrais para quem quer fazer este curso.

Para concorrer, é necessário ter feito o Enem mais recente e atender a algumas exigências de renda, formação escolar e desempenho nas provas. A concorrência às vezes é alta, especialmente nas opções presenciais, mas vale a pena: com o programa, o aluno pode fazer todo o curso sem desembolsar um centavo sequer – e nas melhores faculdades particulares do Brasil!

A outra alternativa é o FIES, o programa de financiamento do governo federal. Com ele, o estudante de Estética poderá financiar seu curso (só vale o presencial) em muitos anos, com juros baixos e só depois da formatura. Para usufruir do benefício é necessário passar por um processo seletivo que leva em conta a nota do Enem (vale qualquer edição a partir de 2010) e o perfil socioeconômico do candidato.

Quem não fez o Enem pode tentar os financiamentos oferecidos pelas próprias faculdades: alguns são bem interessantes, com juros baixos e sem burocracia para contratação.

Como é a faculdade de Estética

Para quem é ligado na área, a faculdade de Estética vai ser um período de descobertas e empolgação.

Durante o curso os alunos vão ter a oportunidade de colocar a mão na massa e aprender os principais procedimentos de beleza conhecidos: corte de cabelo, tratamentos faciais e capilares, massagens, maquiagem para fins diversos, etc.

Mais de 130 faculdades já contam com o curso em todo o país. Dos mais de 40 mil estudantes matriculados atualmente, 10 mil estão fazendo a graduação no formato a distância.

Estética pode ser encontrada em dois níveis distintos de formação: o bacharelado e o tecnólogo.

Os tecnólogos são cursos superiores mais curtos e focados. A duração varia de dois a três anos, dependendo da faculdade. Seu objetivo é munir os profissionais com o conhecimento necessário para entrar imediatamente no mercado de trabalho. Essa é a opção mais comum encontrada hoje em dia.

Os bacharelados são mais longos, com até quatro anos de duração. Assim como os tecnólogos, também habilitam os profissionais com as principais técnicas estéticas, mas boa parte trata com mais ênfase da questão de administração de empreendimentos.

Ah, o curso também pode se apresentar com diferentes nomes. Veja alguns que encontramos:

  • Cosmetologia e Estética
  • Estética, Beleza e Imagem Pessoal
  • Estética e Cosmética
  • Estética e Cosmetologia
  • Estética e Imagem Pessoal

O que se estuda em Estética

Quem faz Estética termina a faculdade com pleno domínio das principais técnicas de beleza conhecidas.

Veja alguns dos conhecimentos que você vai adquirir ao longo do curso:

  • Anatomia Humana
  • Bioquímica
  • Corte de cabelo
  • Cosmetologia
  • Depilação
  • Epilação
  • Estética Capilar
  • Estética Corporal
  • Estética Facial
  • Farmacologia
  • Fisiologia
  • Gestão de Negócios
  • Hidratação
  • Limpeza de pele
  • Maquiagem
  • Massagens
  • Penteados
  • Técnicas Alternativas
  • Visagismo

Onde estudar Estética

O segredo para fazer um bom curso de Estética é optar por uma faculdade que seja reconhecida e bem avaliada pelo MEC.

Quer conhecer algumas? Dê uma olhada abaixo:

Veja também:

Quanto ganha um Esteticista?

Pretende estudar Estética no modelo presencial ou a distância? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin