dcsimg

Descubra o preço da faculdade de Radiologia e onde estudar

A gente mostra os diferentes valores das mensalidades de Radiologia e como conseguir uma bolsa para estudar tranquilo!

Radiologia tem atraído um número cada vez maior de estudantes às salas de aula presenciais e virtuais de todo o país.

Atualmente, mais de 20 mil alunos estão encarando três anos de estudos para entrar num mercado de trabalho em alta, que oferece oportunidades de sobra em clínicas, hospitais, laboratórios e até na indústria.

O curso de Radiologia pode ser encontrado em mais de uma centena de faculdades e tem mensalidades bastante diversas – uma delas certamente cabe no seu bolso.

A seguir, descubra o preço da faculdade de Radiologia, veja onde estudar, como ganhar bolsas e financiar a graduação!

Preço da faculdade de Radiologia

O curso superior de Radiologia pode custar muito ou pouco, dependendo da faculdade, do formato em que a graduação é oferecida, do turno, e da cidade.

Quem está pensando em estudar no formato presencial vai encontrar uma mensalidade média de R$ 800 na maioria das instituições.

Esse valor você acha inclusive em instituições bem reconhecidas no mercado de trabalho, como a Cruzeiro do Sul Educacional (presencial) e o Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA).

Mas no geral os preços variam bastante.

Nas faculdades mais caras, encontramos opções que chegam a custar R$ 2.000 mensais.

Nas mais acessíveis – e aqui também temos instituições bem interessantes, como a Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – o curso sai por R$ 600 mensais.

Para quem quer economizar ou achou os valores salgados, uma boa notícia: dá para buscar bolsas e financiamentos estudantis para fazer o curso, como vamos explicar mais adiante.

Como pagar menos para fazer uma faculdade de Radiologia

Quem quer fazer Radiologia encontra diversas maneiras de pagar menos pelo curso, seja por meio de bolsas ou por financiamentos estudantis.

A gente separou alguma dessas maneiras para você:

  • Com as bolsas parciais oferecidas pelas faculdades, os alunos chegam a economizar até 70% no valor da mensalidade. Elas podem ser distribuídas aos interessados de diferentes maneiras, seja por apresentar um bom desempenho no vestibular, ter obtido uma boa nota no Enem, ter aproveitado promoções pontuais, trabalhar em empresas conveniadas, pagar o boleto em dia e por aí vai.
  • Com as bolsas parciais oferecidas por programas parceiros: existem diversos sites especializados em bolsas de estudos que, em parceria com centenas de faculdades brasileiras, conseguem oferecer bolsas de estudos de até 75% no valor das mensalidades. É uma forma muito rápida e prática de conseguir um benefício desse tamanho. Basta fazer uma pesquisa, encontrar a que melhor se encaixa nos seus objetivos e se cadastrar. É rápido e sem burocracia. Para você ter ideia, com uma bolsa dessas, o curso oferecido pela Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) cai de R$ 870 para R$ 350, instantaneamente.
  • Bolsas de estudos bancadas pelo Governo: os futuros estudantes de Radiologia podem conseguir uma bolsa de estudos integral por meio do ProUni, o programa federal que distribui bolsas parciais integrais em faculdades particulares bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC). Para tanto é necessário participar de um concorrido processo seletivo que leva em conta as notas obtidas no Enem mais recente — quanto maior, mais chances. O programa também exige que o candidato se encaixe em determinado perfil socioeconômico. O ProUni distribui bolsas em cursos presenciais e EAD. São duas seleções todos os anos, no início dos semestres letivos.
  • Financiamentos estudantis: o maior programa de crédito estudantil do país é o FIES. Com ele, os alunos podem financiar o curso de Radiologia presencial a juros baixos e ainda obter um prazo longo para pagamento da dívida, que só começa a ser cobrada depois da formatura. A obtenção do benefício está sujeita a um processo seletivo, semelhante ao do ProUni, mas que leva em conta as notas do Enem a partir de 2010. O aluno também precisa atender a alguns requisitos de renda familiar. São duas seleções todos os anos. Como alternativa o FIES, aqueles que não se encaixam no perfil definido pelo MEC podem tentar financiar os estudos por meio de programas oferecidos pelas próprias faculdades. Muitos deles oferecem parcelamento das mensalidades a juros baixos sem qualquer burocracia. Os benefícios podem variar de acordo com a instituição. Pesquise as opções naquela onde você quer estudar.

Onde fazer uma faculdade de Radiologia

Disponível em 120 faculdade pelo Brasil, não vai ser difícil encontrar um curso de Radiologia perto de você. Mas a gente já avisa de antemão: a grande maioria das opções é de cursos presenciais.

O segredo para um bom curso consiste na escolha certa da faculdade. Busque sempre instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC – o que irá lhe garantir um diploma respeitado no mercado de trabalho.

A seguir a gente tem algumas sugestões pra vocês:

Veja também:

Qual o salário de Radiologia?

O que achou das mensalidades do curso de Radiologia? Pretende tentar alguma bolsa ou financiamento? Conte para gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin