Entenda tudo sobre a área da fisioterapia dermatofuncional

fisioterapia dermatofuncionalO curso de fisioterapia abrange muitos conhecimentos e permite que o aluno escolha diversas carreiras ao longo do curso e após a formatura. Dentre elas, podemos mencionar a área de fisioterapia dermatofuncional, mais voltada aos tratamentos estéticos e que envolve principalmente os cuidados de beleza com a pele. Confira mais detalhes no texto a seguir.

O que é fisioterapia dermatofuncional?

A área de fisioterapia geralmente diz respeito aos cuidados com o corpo humano e suas funcionalidades. Comumente, imaginamos fisioterapeutas cuidando de pacientes com mobilidade reduzida, traumas físicos múltiplos, dificuldades respiratórias e de deglutição, entre outras.

O que muita gente se esquece é que o curso de fisioterapia é super amplo e confere diversas possibilidades aos seus alunos. Dentre elas, podemos citar a área de fisioterapia dermatofuncional. O fisioterapeuta que decide por seguir nesta área se compromete a seguir uma carreira que lembra muito a área da dermatologia, afinal, ele estará quase que completamente voltado aos cuidados com pele, cabelos, glândulas, pelos e receptores sensoriais dos pacientes.

O que um fisioterapeuta dermatofuncional faz?

O segmento dermatofuncional dentro da fisioterapia é reconhecido pela área desde 2009 aqui no Brasil. Por isso, saiba que ao escolher esta carreira existem sim possibilidades de atuação para você!

Como dissemos acima, esta vertente se aproxima muito aos cuidados dermatológicos. Portanto, pode se dizer que se assemelha também à estética! Dessa forma, quem atua como fisioterapeuta dermatofuncional faz tratamentos estéticos de saúde visando o bem-estar dos pacientes de maneira física e também de autoestima. 

Quer saber um pouco sobre o relato de um profissional da área dando detalhes a respeito da rotina e das competências de um dermatofuncional? Assista o vídeo a seguir, feito pela fisioterapeuta Carla Peppe Leone (CREFITO 214866-F).

Como me especializar em fisioterapia dermatofuncional?

Bom, para atuar no ramo é primeiro preciso ser formado em fisioterapia – e nós te daremos mais detalhes do curso ainda neste texto. Em seguida, é necessário fazer curso de pós-graduação voltado para a área para poder atuar como fisioterapeuta em dermatofuncional. 

A pós na área abrange conhecimentos sobre:

  • Limpeza de pele 
  • Peelings de Cristal e Diamante/Peelings Químicos
  • Eletroestimulação Facial 
  • Ultrassom 
  • Bandagem Fria 
  • Massagem Modeladora 
  • Endermologia 
  • Massoterapia

Algumas das disciplinas são voltadas para tratamentos que envolvem:

  • Anatomia
  • Flacidez
  • Carboxiterapia
  • Ultrassom Focado
  • Terapia combinada
  • Crioterapia

Quanto um terapeuta dermatofuncional ganha?

De acordo com o site vagas.com, no cargo de Fisioterapeuta Dermatofuncional se inicia ganhando R$ 2.143,00 de salário e pode vir a ganhar até R$ 3.374,00. A média salarial para Fisioterapeuta Dermatofuncional no Brasil é de R$ 2.747,00. A formação mais comum é de Graduação em Fisioterapia.

Como é o curso de fisioterapia?

O curso de fisioterapia é na modalidade de bacharelado e costuma levar de 04 a 05 anos para sua conclusão. O curso possui em sua grade curricular, disciplinas que transitam entre as mais teóricas e outras mais práticas. 

Que tal dar uma olhada na grade curricular de um curso de fisioterapia? Acompanhe como costumam ser cinco anos de faculdade de fisioterapia.

O primeiro ano traz matérias como:

  • Anatomia Sistêmica
  • Anatomia do Aparelho Locomotor
  • Biologia Celular
  • Fundamentos da Bioquímica
  • Fundamentos da Imunologia
  • Fundamentos da Microbiologia
  • Histologia e Embriologia

No currículo do início do curso começam os primeiros conteúdos específicos, como por exemplo:

  • História e Fundamentos da Fisioterapia
  • Fisioterapia na Saúde da Família

No segundo ano as disciplinas ainda são mais voltadas para a área de biológicas, oferecendo mais conhecimentos de base sobre o funcionamento do corpo humano e suas estruturas.

  • Avaliação Cinético-Funcional
  • Cinesioterapia
  • Eletrotermofototerapia
  • Recursos Terapêuticos Manuais
  • Anatomia Palpatória
  • Biofísica
  • Cinesiologia e Biomecânica
  • Fisiologia do Exercício
  • Fisiologia Humana
  • Genética
  • Neurofisiologia
  • Patologia Básica
  • Psicomotricidade

No terceiro ano, temos o estudo de matérias de Humanas, Biológicas e Biotecnólogicas, como:

  • Fisioterapia Aquática
  • Fisioterapia em Ortopedia e Traumatologia
  • Fisioterapia na Saúde do Idoso
  • Fisioterapia Neurofuncional
  • Fisioterapia Respiratória
  • Estudos de Exames por Imagem
  • Ética na Saúde
  • Farmacologia
  • Fundamentos Socioantropológicos da Saúde

Agora, as disciplinas do quatro ano envolvem certo nível de complexidade, incluindo conhecimentos voltados a pacientes em estado grave, como os internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

  • Fisioterapia Cardiovascular
  • Fisioterapia Dermato-Funcional
  • Fisioterapia em Dor
  • Fisioterapia em UTI
  • Fisioterapia Esportiva
  • Fisioterapia na Saúde da Criança
  • Fisioterapia na Saúde da Mulher
  • Fisioterapia na Saúde do Homem
  • Fundamentos da Epidemiologia
  • Fundamentos da Estatística
  • Órteses e Próteses

O último ano de Fisioterapia é bastante prático, com mais horas dedicadas ao estágio supervisionado. Neste período o estudante irá elaborar seu projeto de pesquisa, que dará origem ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), requisito para se formar.

Onde cursar fisioterapia?

A graduação em Fisioterapia é do tipo bacharelado, dura de 4 a 5 anos e é oferecida apenas na modalidade presencial ou semipresencial. Por ser um curso da área da saúde que exige diversas aulas práticas e laboratoriais, é inviável ter um curso de fisioterapia completamente na modalidade a distância.

Ao escolher a instituição de ensino onde quer estudar, é importante que você verifique se ela é autorizada e reconhecida pelo MEC. Selecionamos algumas para indicar a você:

O ingresso nessas instituições pode acontecer por meio de programas e financiamentos do governo, como ProUni e FIES, prova tradicional (vestibular) ou acesso direto com a nota do Enem.

Apesar de serem universidades privadas, você pode ter uma mensalidade que caiba em seu orçamento, pois elas oferecem descontos, bolsas e até financiamento próprio.

Você certamente não deixará de fazer um bom curso de Fisioterapia por causa de valores exorbitantes. Por isso, visite o site dessas universidades e conheça todas as possibilidades.

Você também pode gostar de ler:

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Grade curricular de Fisioterapia

Viu só como é bem ampla a área de atuação em Fisioterapia? A área de fisioterapia dermato funcional chamou a sua atenção? Já decidiu pelo curso e pela universidade? Conte-nos tudo nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin
Descubra a faculdade certa para você!