Veja tudo sobre fazer uma faculdade de Gestão Hospitalar EAD

Saiba como funciona uma faculdade de Gestão Hospitalar EAD e outras informações importantes sobre esse curso que forma tecnólogos!

De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia do Ministério da Educação (MEC), a graduação de Gestão Hospitalar se encontra no eixo tecnológico de Ambiente e Saúde, junto a outros oito cursos.

É uma opção de formação bastante popular por aqueles que se interessam pela área da saúde e da administração, podendo juntar esses dois campos durante a atividade profissional.

A escolha pelo curso de ensino a distância (EAD) vai do perfil e das necessidades de cada aluno, mas essa modalidade tem se tornado cada vez mais popular e procurada dentro das faculdades do Brasil. Segundo o Censo da Educação Superior de 2018, publicado pelo MEC em 2019, o número de vagas para os cursos EAD pela primeira vez foi maior que a oferta para cursos presenciais no ensino superior do país.

Por isso, conheça o curso de Gestão Hospitalar EAD, veja vantagens dessa modalidade e algumas dicas para começar a carreira.

Como é o curso de Gestão Hospitalar EAD?

A graduação de Gestão Hospitalar EAD faz parte dos cursos de tecnologia oferecidos no ensino superior brasileiro. Essa graduação forma profissionais de nível tecnólogo para ingressarem no mercado de trabalho em áreas específicas, como no caso da gestão da Saúde.

As disciplinas de Gestão Hospitalar costumam ser focadas para a prática profissional de administração na área da saúde, como é característica dos cursos tecnológicos. A graduação tem uma carga horária de 2400h, que costuma ser dividida em uma duração média que varia entre dois e três anos para ser concluído.

Quem opta pelo ensino a distância, vai encontrar duas possibilidades de cursos nessa modalidade. Conheça cada uma e entenda as suas diferenças:

  • EAD online: Nesse tipo de ensino a distância, o estudante tem praticamente todo o conteúdo do curso online, no ambiente virtual de aprendizagem (AVA). É por ele que as aulas e atividades acontecem. No máximo 20% da carga horária é cumprida nos polos de apoio presenciais, que geralmente recebem os alunos para as atividades de final de semestre.
  • Semipresencial: Este é um modelo híbrido de educação, que junta o EAD com o ensino presencial. Nele, os encontros das turmas são mais frequentes, com uma periodicidade que varia de cada curso ou disciplina e pode ser semanal, quinzenal ou mensal. Nos polos, as atividades presenciais costumam ser a parte prática do curso, enquanto boa parte das aulas segue sendo oferecida virtualmente.

Nessas duas modalidades, há a possibilidade de interação entre alunos, professores e tutores nos fóruns do AVA, por onde a comunicação online acontece.

Grade Curricular

Os cursos tecnológicos possuem grades curriculares com grande parte das disciplinas voltadas para as atividades do dia a dia profissional da área de formação. E não é diferente para os alunos de Gestão Hospitalar.

Veja parte das disciplinas do curso, segundo a plataforma Quero Bolsa:

  • Bioestatística
  • Epidemiologia
  • Estrutura e Arquitetura Hospitalar
  • Estrutura e Funcionamento do Sistema de Saúde Pública e Privada
  • Fundamentos da Administração na Área da Saúde
  • Gerenciamento de Pessoas;
  • Higiene, Segurança e Qualidade de Vida no Trabalho
  • Marketing
  • Planejamento Estratégico em Saúde
  • Planejamento Financeiro e Orçamento
  • Saúde Pública
  • Serviços em Enfermagem, Farmácia e Nutrição Hospitalar

Áreas de atuação de Gestão Hospitalar

Depois de formado, o tecnólogo em Gestão Hospitalar será capaz de ingressar diretamente no campo profissional, onde vai trabalhar principalmente com  planejamento e gerência de instituições prestadoras de serviços de saúde e organização do dia a dia de trabalho no local.

O Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia apresenta alguns campos de atuação mais comuns desse profissional. Veja quais são:

  • Clínicas, consultórios, hospitais, laboratórios e outras empresas de saúde;
  • Empresas de serviços de apoio e logística hospitalar;
  • Empresas operadoras de serviços de saúde;
  • Empresas que comercializam insumos médico-hospitalares;
  • Institutos e centros de pesquisa;
  • Instituições de ensino.

Qual o valor do curso de Gestão Hospitalar?

As mensalidades do curso de Gestão Hospitalar mudam de acordo com as instituições, seus tamanhos e localidades. O que dá para cravar é que o curso EAD aparece com mensalidades mais baixas, variando entre cerca de R$ 250 e R$ 450.

Os cursos presenciais apresentam valores mais altos, que costumam variar entre R$ 500 e R$ 1.200 por mês.

Mais vantagens do EAD

A modalidade EAD também tem outros atrativos que chamam a atenção de estudantes na hora de decidir começar uma faculdade. Veja alguns deles:

  • O aluno consegue conciliar com mais facilidade um emprego e o curso na faculdade, otimizando seus horários de estudo e trabalho;
  • Com os horários flexíveis, há a possibilidade do estudante realizar as atividades do curso no momento em que for melhor em sua agenda semanal;
  • Muitas faculdades que oferecem os cursos EAD possuem polos de apoio presencial em municípios longe dos grandes centros, o que possibilita uma alternativa para que muitas pessoas que vivem fora dessas regiões maiores possam ingressar no ensino superior.

Onde estudar Gestão Hospitalar?

Além das vantagens acima, há outro benefício do curso de Gestão Hospitalar EAD: o diploma possui a mesma validade do curso presencial para o mercado de trabalho, sem nenhuma distinção.

Mas, para isso, a faculdade que emitir o certificado deve ser reconhecida pelo MEC. Por isso, para te ajudar na pesquisa por onde estudar, selecionamos cinco universidades credenciadas pelo ministério.

Veja a lista:

As instituições oferecem bolsas de estudo para estudantes nos cursos das unidades espalhadas por todo o país.

Veja também:

Confira 4 profissões em alta na área da saúde

Acha que uma faculdade de Gestão Hospitalar é uma boa opção? Conte para a gente nos comentários abaixo!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin