Conheça tudo sobre o curso de História EAD e veja onde estudar

Se você pretende fazer o curso de História EAD, deve ficar atento a alguns detalhes importantes sobre como é essa graduação e estar preparado para entrar na faculdade.

A organização Todos Pela Educação publicou um estudo que mostra que 61% dos estudantes que entram em cursos de Licenciatura nos últimos anos optaram por fazer o curso a distância (EAD).

O Ministério da Educação (MEC) também mostra como as matrículas no ensino superior têm aumentado a cada ano para cursos EAD, sendo que a oferta por vagas já é maioria no ensino a distância em relação ao presencial.

O curso de História segue essa tendência. Como é também bastante procurado por quem quer se formar na Licenciatura e dar aulas, muitas vagas são ofertadas no EAD. Conheça mais sobre como é esse curso e veja algumas dicas para entrar na faculdade!

Como é o curso de História EAD?

O curso de História está na lista dos mais populares entre aqueles estudantes que têm afinidade com as Ciências Humanas. Afinal, quem “é de humanas” tem a História como uma das disciplinas favoritas durante o ensino fundamental e médio. Essa influência leva muitos alunos a buscar a carreira no ensino superior.

Por isso, a graduação de História chama atenção de muitos. O curso tem duração de, em média, quatro anos e pode ser oferecido em dois tipos: Licenciatura e Bacharelado.

Na Licenciatura, estudantes serão preparados para lecionar a matéria no ensino básico (fundamental e médio), com disciplinas mais específicas para formar um professor de História. O Bacharelado vai formar profissionais para atuar como pesquisadores em História e gestores de patrimônios, além de outras atuações como historiadores.

Se o estudantes pretende no futuro dar aulas no ensino superior, ele deve fazer um mestrado ou um doutorado depois de se formar na graduação. Nesse caso, não faz diferença se formar como bacharel ou licenciado.

Nas duas opções, o curso é oferecido EAD e também apresenta duas modalidades: online e semipresencial. Essas duas formas oferecem a maior parte do conteúdo das disciplinas nos ambientes virtuais das faculdades, mas possuem diferenças na frequência de encontros presenciais nos polos de apoio presencial das instituições.

Veja algumas diferenças:

    • EAD Online: Nessa modalidade, os alunos possuem em média 80% de todo o conteúdo da graduação de forma virtual. Por instruções do MEC, pelo menos 20% do curso deve acontecer de forma presencial, por isso encontros nos polos ao longo do semestre acontecem para a realização de atividades e provas.
  • Semipresencial: A modalidade semipresencial possui uma flexibilização maior entre as aulas presenciais e a distância. Os encontros nos polos são mais rotineiros e têm uma periodicidade maior, como aulas semanais, quinzenais ou mensais (dependendo da instituição). Boa parte das provas e trabalhos acontecem nas unidades da faculdade, enquanto as aulas são ministradas virtualmente.

Grade curricular do curso

Apesar das diferenças entre o Bacharelado e a Licenciatura, os dois cursos apresentam uma matriz curricular que seguem a mesma linha de conteúdo para formar os estudantes.

Veja algumas das principais disciplinas do curso de História:

  • Diversidade e Inclusão;
  • Formação Docente (Licenciatura);
  • Introdução ao Estudo de História;
  • Antropologia;
  • Arqueologia;
  • Cartografia no Ensino;
  • História Antiga Ocidental;
  • História Antiga Oriental;
  • História Contemporânea;
  • História da América;
  • História da Ásia;
  • História da Idade Média Ocidental;
  • História da Idade Média Oriental;
  • História do Brasil Colonial;
  • História do Brasil Contemporâneo;
  • História do Brasil Imperial;
  • História do Brasil Republicano;
  • História Moderna;
  • Patrimônio Histórico e Cultural;
  • Pesquisa Histórica.

Apesar de seguirem as mesmas diretrizes, as grades podem variar entre as instituições.

Quanto custa a mensalidade do curso de História EAD?

Algo que costuma atrair bastante os estudantes que pensam em fazer um curso de História EAD é o baixo preço das mensalidades. Um curso a distância fica em média R$ 250 por mês para o aluno, podendo variar entre R$ 200 e R$ 500 dependendo do local de oferta.

Para cursos presenciais, o valor é um pouco mais alto: as mensalidades oscilam entre R$ 450 e R$ 800.

Outras vantagens do EAD

Além dos preços mais baixos, há outras vantagens que costumam atrair cada vez mais os estudantes para o EAD:

  • Polos de apoio presencial estão espalhados por todo o país, facilitando o acesso de quem não tinha condição nem estrutura para fazer uma faculdade perto de casa;
  • Os diplomas de cursos EAD são exatamente os mesmos que os presenciais. O único requisito é que a faculdade e o curso sejam credenciados junto ao MEC;
  • Os estudantes podem criar seus próprios horários de estudo, de acordo com sua preferência;
  • Alunos que já possuem uma rotina profissional vão conciliar com mais facilidade os estudos e as tarefas do dia a dia no emprego.

A depender do perfil do estudante, esses pontos podem ser valiosos na hora de tomar uma decisão pelo curso.

Onde estudar?

Depois de definir estudar História, agora é preciso escolher por uma boa faculdade que forme profissionais prontos para a carreira. Como foi dito acima, essa faculdade deve ser reconhecida pelo MEC para emitir diplomas válidos para o mercado de trabalho.

Na lista abaixo, há cinco universidades com esse perfil que oferecem o curso de História.

Nessas instituições, alunos podem ainda reduzir os preços das mensalidades com programas do governo ou bolsas de estudo.

Veja também:

História: profissão, carreira e mercado de trabalho

Então, você prefere o curso de História EAD ou presencial? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin