10 livros para estudantes de Direito ter em casa

livros para estudantes de direitoO Direito é uma área bastante almejada no Brasil. Se você está interessado em ingressar em uma faculdade ou acabou de ser aprovado, saiba que o curso exige bastante leitura. Mas, você sabia que essa leitura não precisa ser apenas técnica? Existem diversos livros sem o famoso juridiquês que vão te ajudar durante a sua formação.

Encontre bolsas de estudo de até 80%

Os  livros de literatura, históricos e com em linguagem acessível para quem não é da área ainda vão te ensinar lições valiosas. Confira a lista com 10 livros para quem tem interesse em estudar Direito.

O Processo – Franz Kafka

Publicado em 1925, um ano após a morte do autor, o livro conta a história de um respeitável bancário que é preso de repente e sem explicações. Para ser livre, o protagonista deve se defender de uma acusação que ele não faz ideia sobre o que se trata.

Crime e Castigo – Fiódor Dostoiévski

O livro se passa na Rússia e acompanha os relatos de Raskolnikov, um homem  desesperado que comete um assassinato aleatório em São Petersburgo. O assassino demonstra nenhum remorso ou arrependimento e suas ações refletem a falta de apreço pelas leis morais e pela ética convencional.

O Sol é Para Todos – Harper Lee

O romance é um clássico da literatura mundial e traz reflexões para os estudantes de Direito sobre a natureza humana, inocência, experiência, bondade e crueldade, amor e ódio. Desde 1965, a publicação vendeu mais de 18 milhões de cópias e ganhou o prêmio Pulitzer.

Os grandes julgamentos da história – José Roberto de Castro Neves

Esse é o livro ideal para quem é apaixonado pelo Direito. Diversos profissionais como juízes, advogados e promotores se reuniram para comentar os bastidores de alguns julgamentos que tiveram ampla repercussão midiática. Além disso, o livro é importante para aprender lições de condutas jurídicas que os estudantes de Direito devem evitar no futuro.

Como os advogados salvaram o mundo – José Roberto de Castro Neves

Os advogados são profissionais que estiveram em grandes momentos históricos que mudaram o rumo da humanidade. Neste livro, o autor brasileiro nos convida para uma viagem à história para destacar o papel imprescindível dos advogados. O livro serve como inspiração para você fazer a diferença no ramo!

Justiça: o que é fazer a coisa certa – Michael J. Sandel

Esse livro é para quem gosta de assuntos que geram bastante discussões na sociedade: O autor Michael J. Sandel escreve sobre como o Direito influencia questões como cotas, casamento entre pessoas do mesmo sexo, eutanásia, aborto, guerras e diversos outros tópicos. O autor utiliza a Filosofia para propor reflexões sobre a pergunta do milênio: o que é justiça?

Coisas que ninguém conta a um estudante de direito – Pedro Paulos Manu, Ruth Olivier Manu

Já imaginou receber conselhos de alguém que já foi ministro do Tribunal Superior do Trabalho, advogado, professor e diretor da Faculdade de Direito da PUC-SP? Nesse livro você consegue! O autor passa informações valiosas que vão facilitar a sua vida no Direito.

O Enfermeiro – Machado de Assis

Está sem tempo para ler um livro inteiro? Um dos maiores autores do Brasil escreveu um texto curto que vai testar as suas percepções sobre justiça e punição. Ele conta a história de um enfermeiro que vai cuidar de um coronel chato, rabugento e ranzinza. Em uma certa noite, um crime brutal acontece. E você vai ficar refletindo por horas sobre o acontecimento.

A invenção dos direitos humanos – Lynn Hunt

Para a justiça brasileira, a tortura é um ato inadmissível.. Mas, a humanidade nem sempre pensou dessa forma. A autora Lynn Hunt conta como os seres humanos começaram a definir o que são os direitos fundamentais e quem poderia usufruí-los.

O Caso Evandro: Sete acusados, duas polícias, o corpo e uma trama diabólica – Ivan Mizanzuk

Um crime chocante: uma criança de 6 anos foi encontrada sem vida e com sinais de tortura extrema. A tragédia ocorreu em 1992, em Guaratuba, e o jornalista Ivan Mizanzuk realizou um trabalho de apuração sobre o crime, dando ênfase à conduta dos policiais, investigadores, advogados e testemunhas envolvidas. Um ótimo livro para quem gosta de investigação policial.

Como funciona o curso de Direito?

A maioria das faculdades de direito compartilham uma abordagem comum para a formação dos futuros advogados. Na maior parte do tempo você estará em aulas expositivas com o professor e será necessária a sua participação em debates, dinâmicas e exposição de dúvidas com os colegas.

A faculdade de direito dura quanto tempo?

O Ministério da Educação determina que o curso de Direito deve ser ofertado na modalidade Bacharelado e a carga horária obrigatória é de 3.700 horas. Ou seja, irá estudar durante 5 anos (10 semestres). Geralmente, é ofertado em apenas um turno (manhã ou noite).

A faculdade de Direito é difícil?

Todo curso superior tem dificuldades. E a faculdade de Direito não seria diferente: a quantidade de textos para leitura é grande, você terá contato com uma linguagem totalmente nova e o raciocínio e interpretação serão testados todos os dias. Portanto, sim: a faculdade de Direito é difícil e exigente. 

Mas, isso não significa que seja impossível. Afinal, milhares de pessoas obtêm o diploma todos os anos. Todas as pessoas têm capacidade para concluir a graduação em Direito. Para isso acontecer, você precisa se esforçar e, principalmente, ter organização para realizar as leituras e entregar os trabalhos no prazo.

Como são os professores de Direito?

A maioria utiliza o método socrático para ensinar. Em vez de uma aula em que apenas o professor explica, os alunos também têm uma grande participação. Eles podem pedir que você explique uma lei específica e adapte sua resposta com base em novos fatos. Os professores vão te ensinar a defender sua resposta e ser contundente nas afirmações.

As faculdades de Direito empregam esse método de aprendizado ativo para reforçar as habilidades de oratória dos alunos e incentivar o pensamento crítico. Isso vai te ajudar a identificar os argumentos mais convincentes em ambos os lados das questões jurídicas. Saber adaptar seu argumento com base em regras jurídicas ao lado de teorias e presunções te prepara para exercer a advocacia.

O que eu vou estudar na Faculdade de Direito?

O currículo das faculdades não muda tanto de uma para a outra. Saiba o que você vai estudar no Direito: 

Estudos de caso

O método de estudo de caso é uma novidade para a maioria dos estudantes de Direito no primeiro ano. Até então, no ensino médio, você estava acostumado a estudar pela memorização e prática de exercícios. Porém, essa nova forma de estudo consiste no exame detalhado de alguma medida judicial, aplicação da lei em algum caso difícil, conduta das instituições, enfim, há inúmeros documentos e processos que os professores vão passar para você analisar.

Essa abordagem permite que os alunos analisem criticamente os pareceres judiciais que resultam em normas jurídicas. Durante a aula, os professores podem envolver todos em discussões sobre o porquê e como os juízes tomaram suas decisões. 

Você pode responder perguntas com o objetivo de explorar os fatos apresentados, determinar os princípios jurídicos aplicados na tomada de uma decisão ou analisar o método de raciocínio utilizado. Dessa forma, os professores o incentivam a relacionar o caso com outros documentados, encontrar princípios da literatura jurídica e distinguir daqueles com precedentes semelhantes, mas com consequências diferentes.

Além de assistir às aulas, você pode participar de um exercício de simulação de julgamentos em que você deve discutir um caso judicial hipotético com os seus colegas de turma.

A capacidade de pensar

O objetivo principal da faculdade de Direito é ensinar você a pensar como um advogado, promotor, juiz etc. Embora a memorização possa ser útil em um primeiro momento, a capacidade de análise e interpretação são mais importantes e vão te dar mais resultados nos estudos. 

As leis mudam. Por isso, a decoreba tem os seus limites, mas a capacidade de pensar criticamente nunca perde o valor. É por isso que o raciocínio jurídico é avaliado no exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). 

Matérias do curso de Direito

Conheça um resumo dos conteúdos que você irá estudar em uma Faculdade de Direito.

  • Direito Civil – Normas que conduzem o regulamento da jurisdição, ação e processo de conflitos da ordem civil, estrutura de uma ação judicial e revisão de apelação dos resultados do julgamento.
  • Direito Tributário – Leis tributárias, como e quanto os governos estaduais, municipais e federal podem cobrar por impostos a cada ano. Essa matéria também abrange penalidades para o descumprimento do pagamento de impostos.
  • História do Direito – Fundação do Direito ocidental, história do Direito e das instituições jurídicas no Brasil, história do sistema judiciário e penal.
  • Filosofia – Os significados da justiça e punição. Ética. Conceitos básicos em ciências humanas e sociais.
  • Direito constitucional – os poderes legislativos do governo federal e estadual, liberdades civis e aplicação das garantias constitucionais.
  • Contratos – a natureza dos contratos, tipos de contratos ​​e regras para determinar soluções apropriadas em caso de descumprimento ou condução de contratos abusivos.
  • Direito penal e processo penal – fundamentos da responsabilidade criminal, as regras e políticas de aplicação de punições contra indivíduos acusados ​​de cometer ofensas à ordem e ao bem-estar público e os direitos garantidos aos acusados e condenados por violações criminais.
  • Escrita jurídica – como apresentar um documento jurídico, normas de escrita, língua portuguesa aplicada ao Direito, formas adequadas de apresentação de casos.
  • Direito de propriedade – conceitos, usos e desenvolvimentos históricos no tratamento da posse de terras, edifícios, recursos naturais e objetos pessoais.

Atividades extracurriculares

As organizações estudantis são um ótimo complemento para o aprendizado em sala de aula. Existem coletivos que promovem a garantia de direitos e justiça para diversos grupos sociais: estudantes, pessoas negras, mulheres, LGBTQIA+, pessoas com deficiência, desabrigados etc. 

Outros grupos de estudo promovem maior conhecimento de campos jurídicos que podem não ter tanta visibilidade na grade curricular, como Direito Ambiental, Internacional, Financeiro. Também há oportunidades de envolvimento em atividades profissionais, sociais e esportivas – como as atléticas acadêmicas e baterias.

Além disso, você precisa realizar um estágio obrigatório nos períodos finais da Faculdade de Direito. Sem essa experiência, não é possível obter o diploma. Geralmente, os estágios funcionam assim: você irá trabalhar em escritórios de assessoria jurídica popular, sob a supervisão de professores, e a sua função será prestar esclarecimentos jurídicos à população, acompanhar processos, verificar a aplicação de leis etc.

Teste Vocacional para Direito

Eu serei um bom advogado? Essa é uma pergunta que muitas pessoas fazem em diversos momentos da formação: na hora de escolher o curso do vestibular, durante a faculdade e até mesmo após a formatura.

Por isso mesmo, o Quero Bolsa preparou um teste vocacional que vai te ajudar a entender quais características você tem que são valorizadas na formação de um bom profissional do Direito. O teste é gratuito e o resultado sai na hora!

Bolsas de estudo para Direito

Depois de refletir bastante, você decidiu que quer se formar em Direito! Agora, você precisa tomar outra decisão ainda mais importante: onde estudar? 

Listamos para você algumas faculdades que oferecem excelentes cursos de Direito e com oportunidades de bolsas de estudos em vários lugares do Brasil. Dê uma olhada:

Leia mais:

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin