dcsimg

Descubra qual é a mensalidade da faculdade de Arquitetura

O curso de Arquitetura tem preços para todos os bolsos. Confira agora mesmo e veja onde estudar com qualidade sem estourar o orçamento!

A arquitetura brasileira está entre uma das mais importantes do mundo, com edifícios, casas e profissionais premiados internacionalmente. Com isso, muitas pessoas ainda acham que o curso de Arquitetura e Urbanismo é para poucos.

Mas esta realidade vem mudando e anda cada vez mais fácil seguir com esta graduação – e em mais de uma modalidade de ensino.

Se você se identifica com a área, certamente tem curiosidade de saber quanto precisa investir para se tornar um Arquiteto.

A gente conta tudo agora mesmo!

Quanto custa a faculdade de Arquitetura?

Os valores da mensalidade de Arquitetura variam bastante – de R$ 750 a mais de R$ 4.000 –, e isso depende da faculdade, de onde se localiza o campus e da modalidade de ensino, entre outros fatores.

Os bacharelados presenciais geralmente custam mais caro, mas há diversas faixas de preço. E algo que você talvez não saiba: desde 2017, o Ministério da Educação (MEC) começou a autorizar a graduação em Arquitetura na modalidade a distância (EAD). Com isso, o curso ficou mais acessível, em termos de valores e de praticidade.

Confira agora alguns preços aproximados de mensalidades para ter como referência, com as modalidades de ensino em cada uma:

Faculdade de Arquitetura até R$ 700

  • Universidade Santo Amaro (UNISA) – Educação a distância

Faculdade de Arquitetura entre R$ 701 e R$ 1.000

Faculdade de Arquitetura entre R$ 1.001 e R$ 1.300

Faculdade de Arquitetura entre R$ 1.301 e R$ 1.700

Faculdade de Arquitetura entre R$ 1.701 e R$ 2.100

Faculdade de Arquitetura acima de R$ 2.100

  • Escola da Cidade – Presencial
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE) – Presencial
  • Centro Universitário Belas Artes de São Paulo (FEBASP) – Presencial
  • Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) – Presencial

Viu só? Com preços que cabem em todos os bolsos, a prioridade passa a ser escolher um curso bem avaliado pelo MEC e que se encaixe em suas necessidades.

A modalidade presencial exige que o aluno frequente a faculdade quase diariamente.

No semipresencial, algumas atividades e as avaliações requerem o comparecimento do estudante em alguns dias no mês.

Já na educação a distância, aulas e conteúdos são ministrados de forma virtual; a presença do aluno é necessária apenas algumas vezes por semestre, para fazer provas e aulas práticas.

Como pagar a faculdade de Arquitetura?

Existe uma série de programas do governo federal que ampliam o acesso à universidade para estudantes de baixa renda. Veja dois dos mais importantes:

Programa Universidade para Todos (ProUni)

A cada semestre, por meio da nota do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), alunos são selecionados para bolsas em instituições particulares de ensino superior. As bolsas podem ser de 50% (para alunos com renda familiar per capita de até três salários mínimos) ou 100% da mensalidade (renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio).

Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)

Concede financiamento a juros baixos a quem se enquadra nos requisitos de renda e desempenho no Enem. A dívida só começa a ser cobrada depois da formatura.

Onde estudar Arquitetura

Abaixo, a gente listou algumas faculdades de excelente qualidade, com diplomas reconhecidos pelo MEC e que participam de pelo menos um dos programas federais de acesso ao ensino superior.

Estas instituições também oferecem suas próprias bolsas, incentivos e financiamentos para facilitar o ingresso de mais alunos. Não deixe passar essa oportunidade!

Veja também:

Quanto ganha um Arquiteto?

Tem interesse em seguir a carreira de Arquitetura? O que achou dos valores das mensalidades? Qual modalidade de curso você prefere? Conte tudo pra gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin