dcsimg

Descubra o preço de uma faculdade de Contabilidade

Fizemos uma pesquisa sobre as mensalidades de Contabilidade e trazemos tudo aqui para você. Confira agora mesmo!

Cuidar das finanças de uma empresa é uma grande responsabilidade. A compensação vem em forma de ótimos salários, principalmente em organizações de grande porte.

Mas para chegar lá é preciso antes se formar em uma boa faculdade. As opções são muitas em todas as regiões do país e os preços das mensalidades variam bastante.

Fizemos um super levantamento em faculdades de todo o Brasil e descobrimos que há opções para todos os bolsos. Confira agora mesmo quanto custa estudar Contabilidade!

Como estão os preços para estudar Contabilidade?

Entre os valores mais acessíveis, estão muitas instituições do Nordeste, com mensalidades em torno de R$ 500. Veja exemplos:

  • Faculdade de Aracaju (FACAR)
  • Faculdade de Ciências Contábeis do Recife (FACCOR)
  • Faculdade do Estado do Maranhão (FACEM)
  • Faculdade do Piauí (FAPI)
  • Faculdade Integrada de Pernambuco (FACIPE)
  • Faculdade Maranhense São José dos Cocais (FMJC)
  • Faculdade Paraibana (FAP)
  • Instituto Maranhense de Ensino e Cultura (MEC)

No interior do estado de São Paulo, encontramos duas faculdades nessa mesma faixa de preços:

  • Faculdade de Botucatu (UNIBR)
  • Instituto de Ensino Superior de Americana (IESA)

Destacamos também uma faculdade de Contabilidade de Brasília que tem boa avaliação do Ministério da Educação (MEC) e cobra mensalidades por volta de R$ 500:

Na faixa de R$ 600 a R$ 800 está a maioria das graduações em Contabilidade. Estas três universidades, por exemplo, também contam com boas notas junto ao MEC:

Há muitas outras instituições que oferecem Contabilidade nessa mesma faixa de preços, distribuídas por várias regiões do Brasil. Confira algumas delas:

  • Centro de Ensino Superior do Vale do Parnaíba (CESVALE)
  • Centro Universitário Paulistano (UNIPAULISTANA)
  • Faculdade Anchieta de Ensino Superior do Paraná (FAESP)
  • Faculdade Campos Elíseos (FCE)
  • Faculdade de Agudos (FAAG)
  • Faculdade de Ensino Superior do Piauí (FAESPI)
  • Faculdade de Maceió (FAMA)
  • Faculdade do Vale do Araranguá (FVA)
  • Faculdade dos Guararapes (FG)
  • Faculdade Ideal de Brasília (IDEAL)
  • Faculdade Itapuranga (FAI)
  • Faculdade Metropolitana de Anápolis (FAMA)
  • Faculdade Santa Helena (FSH)
  • Universidade Estácio de Sá (UNESA)

Já na faixa dos R$ 800 destacamos duas instituições de renome, com boas avaliações junto ao MEC:

Com esses preços, estão ainda as seguintes faculdades, a maioria delas sediadas nas regiões Sul e Sudeste do país:

  • Faculdade de Olinda (FOCCA)
  • Faculdade de Tecnologia de Curitiba (FATEC-PR)
  • Faculdades Integradas Ipitanga (FACIP)
  • Universidade Anhembi Morumbi (UAM)
  • Universidade da Amazônia (UNAMA)
  • Universidade de Santo Amaro (UNISA)
  • Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP)
  • Universidade Paulista (UNIP)
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE)

Dá para pagar menos para estudar Contabilidade?

Sim. Isso é possível de duas maneiras. Uma delas é optar por uma graduação a distância em Contabilidade. As mensalidades são mais acessíveis, podendo chegar a R$ 300.

Isso não quer dizer que os cursos de Contabilidade a distância tenham menor qualidade. Eles trabalham com os mesmos conteúdos das graduações presenciais, a exigência é alta e – atenção – o diploma é igual e tem a mesma validade do presencial (desde que o curso seja reconhecido pelo MEC).

Além disso, o aluno tem flexibilidade de horários para estudar em casa ou em qualquer outro lugar com acesso à internet, sem falar na economia com alimentação e transporte.

Veja agora algumas opções de faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem o curso de Contabilidade a distância:

Outra forma de estudar com qualidade pagando menos é pesquisar os programas públicos e privados de bolsas de estudo, descontos e financiamentos.

Duas das iniciativas governamentais mais famosas ultimamente são o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Ambos estão voltados a estudantes de baixa renda. Para participar, é preciso ter obtido um desempenho no Enem de pelo menos 450 pontos na média geral das provas e mais do que zero na redação. Para o ProUni, só vale o Enem mais recente. Já para o FIES, é possível apresentar o desempenho em qualquer edição a partir de 2010.

O ProUni distribui bolsas de estudos em cursos presenciais e a distância, em faculdades de todo o Brasil. O FIES também tem alcance nacional, mas só é aplicado aos cursos presenciais.

A diferença básica entre eles é que o FIES é um financiamento. Ou seja, o programa ajuda a pagar as mensalidades durante o curso e o estudante precisa quitar a dívida após se formar.

A boa notícia é que os juros cobrados pelo FIES estão bem abaixo do mercado e as parcelas podem ser quitadas em um período que se estende por anos e anos.

Além dos programas do governo, as faculdades particulares costumam trabalhar com diversas iniciativas privadas de bolsas, descontos e financiamentos.

Existem muitas oportunidades, o melhor é pesquisar diretamente na instituição de sua escolha para ver se você se encaixa em uma delas.

Veja também:

Como está o mercado de trabalho para contadores?

Os preços da faculdade de Contabilidade cabem no seu bolso? Vai tentar algum programa de benefício financeiro? Conte tudo aqui para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin