dcsimg

Entenda como você pode fazer a inscrição do Enem

Fique atento aos detalhes da inscrição do Enem e garanta sua participação nas provas mais importantes do ano!

A inscrição no Enem é o primeiro passo para quem quer realizar o sonho de entrar numa faculdade.

Trata-se de um processo bastante simples, mas que vai exigir uma certa dose de paciência e atenção.

Quer saber como funciona tudo isso e garantir sua vaga na faculdade no próximo ano?

Entenda como você pode fazer a inscrição no Enem!

Como fazer a inscrição no Enem

A participação no Enem é aberta a qualquer pessoa que esteja interessada em testar o grau de conhecimento nas matérias do ensino médio – ou usar a nota do exame para entrar no ensino superior.

A partir de maio, fique atento: as inscrições devem abrir a partir da segunda semana do mês, mais ou menos.

As datas são divulgadas com bastante antecedência pelo Ministério da Educação (MEC).

Quanto abrirem, tudo o que você precisa fazer é:

  • Acessar o site oficial do Enem.
  • No sistema de inscrição, informar todos os seus dados pessoais solicitados: CPF, endereço, e-mail, data de nascimento, número de telefone, etc.
  • Informar onde fez o ensino médio.
  • Preencher os dados socioeconômicos solicitados (atenção aqui, pra não errar).

É na inscrição que você informa também:

  • A prova de língua estrangeira que prefere fazer: inglês ou espanhol.
  • A cidade onde quer fazer as provas, selecionando uma das opções disponíveis no sistema.

Pessoas com deficiência ou restrições devem usar o período das inscrições para fazer a solicitação de atendimento especial de acordo com suas necessidades.

Ao final do processo, o participante cria uma senha e recebe um boleto.

E é aqui começa a sua próxima tarefa. Confira detalhes no próximo tópico.

O pagamento da inscrição do Enem

O pagamento da inscrição do Enem é uma etapa muito importante para quem quer fazer as provas.

O boleto (na verdade uma GRU – Guia de Recolhimento da União) é emitido automaticamente ao final da inscrição e é essencial para efetivar a participação.

Quem se esquecer de pagar ou perder o prazo pode dar adeus ao Enem nesse ano.

Como você não quer ser essa pessoa, faça o seguinte:

  • Imprima o boleto com o código de barras assim que confirmar a inscrição e ele aparecer na tela.
  • Vá até o banco mais próximo, a uma casa lotérica ou agência dos correios e efetue o pagamento. Também dá para fazer isso pelo aplicativo do seu banco para celular ou via internet.

O valor da inscrição não pode ser parcelado.

Mas não é só isso. Alguns dias depois é importante entrar no site do Enem com seu CPF e senha e verificar se o pagamento foi processado e está tudo certo com a sua participação – se houver algum problema, dá tempo de resolver!

O prazo final para pagamento é de alguns dias após o encerramento das inscrições gerais. Não deixe para a última hora!

Faça o Enem sem pagar nada

Se você está no último ano do ensino médio e estuda numa escola pública, poderá fazer o Enem sem pagar nada.

Para isso, basta se ligar. Em abril, cerca de 40 dias antes da abertura das inscrições, o MEC abre processo para solicitação de isenção.

Os interessados devem acessar o sistema, preencher os dados e aguardar a decisão do MEC.

O benefício vale também para quem já concluiu o ensino médio em escola da rede pública e tem renda de até 1,5 salário mínimo por pessoa da família.

Também pode ser solicitado por pessoas em situação de vulnerabilidade econômica, participante de programas sociais do governo federal, com renda familiar mensal de até três salários mínimos (ou até meio salário mínimo por pessoa).

Todo o processo dura aproximadamente dez dias e os resultados saem logo após o encerramento do período de solicitação de isenção.

Mesmo depois de ganhar o benefício, os alunos devem se inscrever no Enem normalmente, em maio.

Por que é tão legal fazer o Enem?

Fazer o Enem é um passo importantíssimo para quem quer entrar na faculdade, fazer um bom curso superior e ter grandes chances de sucesso no mercado de trabalho!

Com uma boa nota nesse exame, você tem à mão diversas maneiras de entrar no curso dos seus sonhos:

Estudar em universidade pública – Sim, dá para entrar nas tão sonhadas universidades públicas ou institutos federais de educação com a nota do Enem, sem precisar fazer vestibular. Com o Sisu, que acontece duas vezes por ano, é possível tentar vaga em cursos presenciais por todo o país. Para participar não ter zerado a redação da edição mais recente do Enem. Quanto melhor o desempenho, maiores são as chances de passar.

Ganhar bolsa de estudos – O Enem também dá bolsa de estudos em faculdades privadas de primeira linha, pelo ProUni. São oferecidas mais de 300 mil, parciais e integrais, a alunos de escola pública (ou bolsistas da rede particular) comprovadamente de baixa renda que se deram bem nas provas. Tem oportunidades em cursos presenciais e a distância em todo o país – inclusive naqueles que custam mais, como Medicina e Engenharia.

Entrar sem fazer vestibular – O Enem permite entrar em diversas faculdades privadas sem fazer qualquer tipo de vestibular, só apresentando as notas obtidas no exame. Vale para cursos presenciais e a distância em todas as áreas e ainda dá para usar o desempenho obtido em outras edições.

Além dos programas de acesso ao ensino superior, os participantes do Enem ainda podem contar com o FIES, o sistema de crédito universitário do governo federal. Com ele dá para usar o desempenho nas provas e conseguir um financiamento estudantil a juros baixos e prazo de vários anos para pagamento da dívida. O interessado pode usar qualquer edição do Enem a partir de 2010, desde que atenda aos critérios de desempenho nas provas e renda familiar.

Os programas estão disponíveis em faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC.

Se você busca sugestões, a gente tem algumas bem interessantes para você:

Veja também:

Descubra quando sai o edital do Enem 

Tem mais alguma dúvida quanto à inscrição do Enem? Conte para a gente aqui, nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin